segunda-feira, 31 de julho de 2017

Crítica | The Originals - 4ª Temporada (Segunda Parte)



Status: Renovada
Episódios (Segunda Parte): 08-13
Emissora: CW 

Always and Forever.

Surprise, bitch! Bet you thought you'd seen the last of me. Não, não é miragem; e essa é mesmo uma crítica de The Originals. Primeiramente, queria explicar e me desculpar pelo sumiço no meio da temporada. Acontece que eu estava realmente sem tempo para produzir as reviews - e até mesmo para ver a série, prova disso é que só consegui ver esses episódios há poucos dias -, por isso precisei abandoná-la temporariamente. Mas aqui estou para comentarmos os últimos acontecimentos com essa família que tanto amamos!

Quando foi anunciado que esse quarto ano teria apenas 13 episódios, todos pensávamos que seria uma temporada excelente, mas não foi bem assim. A primeira parte foi cansativa e, ironicamente, foi a partir do oitavo episódio - onde as críticas semanais foram interrompidas - que a trama avançou e vimos quem realmente era Hollow. Infelizmente, ela não escapou do problema que acontece na série desde a segunda temporada, onde expectativa demais é colocada sobre os vilões e quando eles aparecem ou não são grande coisa ou são mal aproveitados. Uma personagem que tem o poder de trazer qualquer pessoa dos mortos poderia ter rendido bem mais. Pelo menos Davina conseguiu voltar e foi mais do que merecido ela e Kol terem essa segunda chance, que também teve um ótimo plot ao ter que escolher entre o grande amor da sua vida e a família.

Hayley também teve uma grande decisão para tomar depois de ver o pior lado de Elijah. Achei o plot bem forçado e só para criar um impedimento para os dois ficarem juntos, pois Hayley não é inocente e sabe que todos fizeram coisas horríveis durante essa eternidade vivos. E para piorar, Julie Plec vem dando entrevistas e dizendo que não vai deixá-los juntos porque não apoia relacionamento abusivo, o que é uma grande hipocrisia da parte dela, já que deixou Damon e Elena juntos em The Vampire Diaries, e o próprio Elijah nunca chegou a ser agressivo com Hayley. Juntando à isso, ainda temos a possibilidade da personagem morrer na próxima temporada, o que seria o maior erro que a equipe poderia cometer, já que ela - ao lado de Klaus - foi a que mais cresceu desde o início da série. Enfim, só espero que Hayley não seja mal aproveitada depois de tantos momentos memoráveis.



E falando em personagens mal aproveitadas, Rebekah voltou para esses últimos episódios e foi ótimo vê-la tão envolvida no plot principal. Sabemos o quanto ela é a mais distante, mas ela esteve em vários episódios, tanto que teve até seu envolvimento com Marcel trabalhado novamente, algo que essa temporada vem fazendo desde o início. Mas apesar dos personagens terem uma química incrível e ser meio óbvio que ele vão acabar juntos no fim de tudo, acho que Marcel não a merece, pois sempre coloca New Orleans acima dela; e Rebekah não merece isso depois de tudo que já passou. Freya e Keelin, por outro lado, até que se mostraram um casal que se apoia acima de tudo, apesar do começo não muito favorável que o roteiro deu para as duas.

Mas voltando para Hollow, tivemos um troca-troca louco de corpos até que ela conseguiu ser real objetivo: possuir Hope e aumentar seu poder. Foi interessante ver um lado maligno da pequena - mesmo sabendo que não era ela em si -, mas principalmente pelo fato de que, como Sofya disse, "quem recebe Hollow dentro de si, fica com uma parte fria", e isso deve acontecer com a Hope adolescente que veremos na quinta temporada. E foi tentando proteger a garotinha, que os Mikaelsons acabaram sacrificando a própria promessa de ficarem juntos para sempre. Essa saída para derrotar Hollow foi bem desenvolvida e executada, rendendo vários momentos incríveis. Sabemos que apesar de todas as mágoas do passado, eles se amam e é sempre gratificante quando isso em colocado em foco na série. Porém, não vejo razão para Klaus ficar longe de Hope, já que cada irmão está o mais distante possível, então ele poderia ficar perto da filha. Espero que isso venha a acontecer na próxima temporada.

Por fim, mas não menos importante, queria agradecer à todos que me acompanham desde a segunda temporada da série. As críticas de The Originals são umas das mais acessadas no MMA, e isso não seria possível sem vocês. Infelizmente, por falta de tempo não voltarei para mais um ano, mas as reviews semanais estão confirmadas e a série estará em boas mãos na última temporada. Sim, para quem não sabe, a próxima temporada é a última, decisão que achei mais do que acertada, para que a série não termine como uma TVD da vida. Então só nos resta esperar e torcer para que nossa última saga com os irmãos Mikaelson honre tudo o que vivemos até aqui e encerre show com chave de ouro.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário