sábado, 13 de maio de 2017

Crítica | Pretty Little Liars - 7x14: Power Play


Adivinha quem é o pai?

Depois de três episódios mortos, Pretty Little Liars enfim acordou e nos deu um episódio bom e que nos deixou com vontade de teorizar sobre o que ainda está para acontecer no gran finale de toda essa enrolada que vivemos por anos. O jogo está acabando e as consequências estão ficando cada vez mais graves.

Vamos começar por Aria, que mais uma vez roubou a cena em um episódio que não era o da sua vez no jogo. Não é segredo para quem acompanha minhas reviews há um tempo que ela é minha liar favorita, então sempre sofri pela personagem quase sempre ganhar plots que girassem em torno de romance. Power Play "encerrou" todo esse mimimi chato de Ezria x Nicole com Ezra afirmando que apenas ajudou a ex e que ama mesmo Aria, que, claro, o perdoou. Eu falei desde o primeiro momento que tudo se resolveria assim, não foi? Então! Mas enfim, o importante veio depois, com A.D. revelando que possui a pasta com informações sobre ela que Jessica tinha, e que havia sumido no 7x07. Ou seja, ele provavelmente vinha projetando esse tabuleiro há um bom tempo. E segundo A.D., é um segredo bem pesado. Isso chega a ser questionável, porque sabemos quantas respostas porcas recebemos para mistérios que achávamos ser uma bomba durante esses anos, mas será que Aria vai aceitar participar do Team A.D. para isso não vir à tona? Espero que sim, mesmo que seja somente fingindo estar do lado dele.

Mas além de Aria, Ali teve seu grau de importância essa semana e realmente precisamos prestar atenção nesse plot. Sabíamos que o roubo dos óvulos de Emily não seria uma coisa aleatória, mas nunca passou pela minha cabeça que A.D. os fecundaria em Ali. Foi um bom plot twist sim, porém espero que isso não seja romantizado e sirva para juntar Emison, porque o corpo de Ali foi violado, isso é um crime; portanto essa gravidez não deveria ir para a frente. E não sabemos ainda quem é o pai da criança, então isso pode ficar ainda mais pesado. Será mesmo Rollins/Archer? Ou o próprio A.D., caso seja um homem? Tem gente achando até que pode ser o Lucas - o que comentaremos mais abaixo. Sobre o último, acho um pouco exagerado, mas depois de tudo o que já vimos em PLL não será um choque caso isso realmente tiver acontecido.



E essa revelação, claro, também revirou a vida de Emily. Logo agora que a coitada estava ensaiando um retorno com Paige. E calma, antes que os Emison shippers me ataquem, não sou Paily! Mas como já disse algumas vezes, acredito que a construção de Emison, por mais que eu até goste das duas, é bem defeituosa e Ali quase sempre só vai atrás de Emily quando está passando por um momento difícil. Então, por mais que não caia de amores por Paily, sei que Paige é bem mais segura nesse quesito do que Ali. Porém, está muito na cara que esse bebê - seja ele vindo ao mundo ou não - vai juntar Emison novamente, então Paige, aceita o emprego e sai logo dessa cidade enquanto você tá tendo essa chance!

Já Hanna, ao ir atrás de Mary com Spencer descobriu que Ted, aquele pastor que namorava com Ashley e até hoje nós shippamos e não aceitamos o final injustiçado dos dois, é não só ex-namorado de Mary, como pai de CeCe. Isso também foi chocante, porque não esperava mais ver esse homem na série, muito menos o pai de CeCe. E mais: Lucas era amigo de CeCe quando ela ainda era tratada como Charles, e isso que levou as pessoas a acharem que ele pode ser o pai do filho de Ali e estar envolvendo no jogo. Particularmente, acharia isso tão forçado. Por mais que eu quisesse uma cena dele cuspindo tudo que já sofreu por causa de Ali, todos os personagens ainda estão girando em torno do colegial mesmo depois de formados. Seria legal ver que pelo menos algum conseguiu sair desse ciclo de vingança, principalmente Lucas, um dos que mais sofreu nas temporadas iniciais.

No meio de tudo isso, acabou que a revelação que deveria ser mais chocante foi a que menos ligamos. Mas segundo o Peter, quem matou Jessica foi Mary, só que não tivemos nem um flashback para dar credibilidade à essa história, então acho que é balela. Inclusive, vem rolando uma teoria no fandom bem mais interessante do que essa chatice narrada pelo Peter: de que, na verdade, Jessica está se passando pela irmã e quem morreu foi Mary. Seria totalmente crível, afinal no flashback que foi mostrado no episódio com Mary invadindo a casa dos Hastings, seus cabelos estavam com a mesma cor do de Jessica. Enfim, independente da que estiver morta, ela não teve a mesma chance de ressuscitar como PLL teve com esse episódio. Só nos resta torcer para que isso continue até o fim.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário