terça-feira, 7 de março de 2017

Crítica | The Vampire Diaries - 8x15: We're Planning A June Wedding



A última vilania de Katherine Pierce sem Katherine Pierce.

Nina Dobrev não está mais em The Vampire Diaries e isso desde o término da sexta temporada, mas os produtores, os roteiristas e a equipe criativa simplesmente não conseguem aceitar este fato. O roteiro desde a semana anterior anunciou que teríamos a volta iminente da maior vilã que os nossos vampiros já enfrentaram, só não teve o cuidado de fazer isto da maneira certa, já que, como não é surpresa para ninguém, sem Dobrev, sem Petrova. Infelizmente, apesar de algumas coisas boas que conseguiram fazer com a história, o ponto chave e peça principal anunciada não estava no tabuleiro, ou seja, em um episódio todo centrado em os personagens derrotarem Katherine, não tivemos a presença da bitch master e isso é um baita de um problema.

Estamos cada vez mais próximos do final e o que sabemos é que teremos apenas mais quarenta minutos para termos a conclusão desta história de amor épico e verdade seja dita, com tanta coisa prometida para o series finale não resta dúvida de que teremos um ritmo apressado, mas se isso será uma coisa boa ou não é outro caso. Teremos Katherine, teremos Elena, teremos Jeramy e mais um bocado de personagens de volta. Sinceramente não acredito que os roteiristas consigam de forma satisfatória encerrar todas as tramas e ainda apresentar tudo o que prometeram em apenas um episódio.



Mas voltando ao episódio. Mesmo sem a presença da nossa rainha, tivemos a todo instante aquele sentimento incomodo (mas bem eficiente) de que ela estava a espreita, apenas esperando para atacar qualquer um a qualquer momento. Apesar de ser uma saída inteligente termos Katerina como uma mentora e líder para alguns carrascos do inferno, sua presença seria crucial para o andar da carruagem. Ou seja, a mãe de Matt com sua lâmina assassina em nenhum momento convence, por sabermos que por lógica ela não é tão eficiente quanto sua mandante. Na minha concepção (e acho que para maioria dos fãs também) seria mais interessante se tivéssemos a vampira de volta no corpo de outro personagem. Claro que não agradaria da mesma forma, mas termos alguém de peruca castanho escuro com cabelo ondulado de costas para a câmera a todo momento irritou e irritou de mais.

Dentro do cenário proposto, era mais que óbvio que a única maneira de atrair a desprezível antagonista seria se Stefan estivesse livre, leve e solto, mas mais importante, feliz com a sua vida. A equipe da CW não é boba e percebeu que se algum casamento fosse acontecer deveria ser antes do series finale para não ocupar tanto tempo em tela. Apesar de ser palpável o fato de terem feito o casório só para realmente juntar definitivamente Stefan e Caroline, tudo se mostrou um tanto quanto precipitado. Todos queremos ver os dois felizes, isso é verdade, mas queríamos algo genuíno e puro, e não um plano para derrubarem Kat. Mas no meio disso tudo foi bastante interessante o desenvolvimento da amizade familiar de Damon e Caroline tão pouco explorada no decorrer das temporadas. Os dois nunca tiveram muito tempo em tela apenas para eles e o discurso de um tanto quanto o do outro deixa muito mais aparente e crível a "família" que Damon cita tão veemente.



Ainda neste núcleo houveram pequenos embaraços na amizade entre BonBon e Caroline o que é totalmente justificável. Pensem comigo: sua melhor amiga está casando com o assassino do homem que você amava. Não interessa se o caçula Salvatore estava com a humanidade desligada, isso não diminui o fato de ser Stefan que estava com o coração de Enzo em mãos. Bonnie ainda não o perdoou completamente, mas é evidente que isto acontecerá antes do final da série. Entretanto foi interessante assistir e constatar o quanto nossa amada bruxa (que pelo jeito recuperou sua magia) tem uma das almas mais puras e bondosas do show, já que mais uma vez ela colocou seus sentimentos e desejos de lado para apoiar seus melhores amigos, mesmo que isso a destrua de pouco em pouco.

Estamos na reta final e na próxima sexta-feira teremos o último episódio de The Vampire Diaries. Estou ansioso, angustiado, choroso e com o coração nas mãos. Todos já devem imaginar que nunca será algo perfeito para todos os fãs, isto é impossível, mas esperemos que honrem de forma adequada estes longos anos que todos nós acompanhamos a história destes dois irmãos, seus amores e suas desventuras. Tem muita coisa ainda para acontecer e o maior medo que fica é que tudo se mostre sem sentido apenas por mostrar. Vamos todos torcer para que no final das contas tenhamos um saldo positivo e que os erros cometidos anteriormente sejam perdoados com um final agridoce.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:

  1. Sabe o que eu mais gostei nesse episódio? Trabalharem a parte emocional dos personagens. Alguns reclamaram que foi um episódio fraco pra um penúltimo episódio, ok, concordo. Mas a carga dramática esteve presente todo o tempo, e mostrando que a série realmente está nos preparando pra algo "grande", pra destruir nosso emocional na Series Finale. Foi essa carga emocional, que torno, pra mim, um episódio super satisfatório. E o roteiro sobre trabalhar bem sem a Nina (já que provavelmente ela só aceitou apenas gravar o último), e fazer a Kath não aparecer no episódio de forma coerente. Afinal, Kath no seu próprio corpo, não poderia tocar o sino.

    O episódio final (eu não consigo acreditar #EmocionalAbalado) terá 1 hora de duração (alguns dizem que é 2 horas, mas acho que é uma hora pro episódio final e uma hora pra o especial que irão exibir), vamos aguardar... Ah, e provavelmente Kath aparecerá no corpo da Elena, nos primeiros minutos do episódio.

    ResponderExcluir