sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Crítica | The Vampire Diaries - 8x10: Nostalgia's a Bitch



Quem disse que pedir perdão é fácil? 

Então chegamos na não tão aguardada redenção final de Damon. Depois de fazer da vida de muita gente um inferno durante estas oito temporadas, temos finalmente, graças aos episódios finais da série, a oportunidade de ver um dos mais célebres antagonistas do mundo fictício ter a chance de se redimir por tudo o que fez com todos os personagens. Sabemos que será um caminho tortuoso, tanto para o vampiro e aliados quanto para os espectadores, que apesar de estarmos mais que prontos para ver essa famosa redenção, não queremos assistir mais meia temporada de lenga-lenga, drama desnecessário, e discursos motivacionais movidos pelo amor épico.

Sejamos sinceros, essa história de redenção é prometida desde os tempos áureos de TVD e enquanto lá atrás era impossível imaginarmos que isso realmente aconteceria, temos a prova de que pelo menos aqui no final teremos o desenvolvimento desse plot. Apesar de achar mais que válida essa trama para o núcleo dos protagonistas, temos que admitir que se tudo não for bem conduzido teremos apenas algo cínico em tela, algo oportunistas, algo que no final das contas não faça sentido. Nesta semana, apesar de decisões acertadas, tivemos outras que não agradaram nenhum pouco, por justamente serem introduzidas as pressas, uma vez que estamos mais perto do grande término.

Após ter a humanidade religada, Damon entrou em um estado catatônico onde apenas entendia que merecia de todas as formas estar no inferno. O.K. isso é válido e até foi bem aproveitado para o drama, mas sejamos sinceros, mesmo com os sentimentos em modo on, o primogênito Salvatore nunca teve uma personalidade fácil, ou mesmo, altruísta. Ele entender que merece punição não soou tão crível uma vez que nunca investiram neste lado do personagem. Damon sempre foi movido pelos seus próprios sentimentos, puros mas um tanto quanto egoístas e isso não é um problema, já que querendo ou não o vampiro sempre mostrou essa personalidade no decorrer dos anos. Vê-lo simplesmente aceitando o quanto fez mal as pessoas de uma hora para outra não foi tão bem direcionado, já que por mais que ele estivesse sob o controle de Cade, anteriormente ele já havia cometidos várias outras atrocidades.



Outro ponto bastante negativo, é que após o envolvimento de Bonnie e Caroline na busca pela consciência de Damon, percebeu-se que somente Stefan era capaz de trazer o irmão de volta. O.K. até aí mais uma vez decisão acertada, mas ter o caçula com a humanidade desligada diminui drasticamente a carga dramática que as cenas necessariamente precisavam ter neste momento tão importante para os dois irmãos. Damon dando o perdão ao irmão é um passo significativo para a continuidade e encerramento do ciclo da dupla, mas Stefan como estripador não conseguiu passar ao espectador o que precisava passar: o fato de admitir os erros e perdoar Damon e a si mesmo pela culpa que carrega. Entendo que querem acelerar este núcleo para poderem aprofundar outras histórias que ainda precisam ser contadas, mas nada ali com os irmãos Salvatore funcionou por um estar de coração aberto e com as intenções mais sinceras e o outros estar pouco se importando com a situação.

Independente disso tivemos ótimos momentos Entre BonBon e Damon (melhor amizade que a série nos apresentou, junto com Bonnie e Elena). A carta tão falda da temporada passada e os erros cometidos vieram a tona e um pedido de desculpa numa cena linda foram as melhores coisas do episódio, evidenciando o quanto os dois ali se amam de verdade. Bonnie como grande bem na vida de Damon não é surpresa para nós espectadores, já que por mais que se odiassem, a bruxinha sempre mostrou o bom coração que tem, mas ver o vampiro falando para ela e para quem quisesse ouvir o quão especial ela é foi de tirar lágrimas de qualquer um.

Apesar de encerrar tramas rápido de mais e se desfazer provavelmente de duas personagens muito importantes um tanto quanto cedo, The Vampire Diaries entrega um drama promissor se bem trabalhado. Com participações muito especiais, este capítulo serviu para preparar o ciclo final do time de protagonistas, tudo com o pontapé inicial da redenção de Damon. Esperemos que o roteiro faça alguns ajustes a partir de agora e mostre todo seu louvor como um dia já mostrou.

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário