segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Crítica | The Vampire Diaries - 8x02: Today Will Be Different



A sereia dominadora e seus pescadores chupadores de sangue.

Já tivemos todos os tipos de vilões no decorrer dessas oito temporadas de TVD. Bruxos, vampiros originais, caçadores milenares e até humanos. Enquanto o roteiro arrisca em adicionar mais criaturas à mitologia da série, o andar da carruagem vai bem, uma vez que apesar de arriscado, se bem aprofundado (diferente da Rayna ou dos Hereges) pode render uma ótima história.

Sou o primeiro a dizer que não gostei muito da season premiere, por achar o ritmo do episódio um tanto quanto questionável. Diferente do que eu esperava (acho que as minhas expectativas baixas também fazem parte da razão), nesta segunda semana o roteiro soube muito bem guiar a sua história, desde os momentos de tensão, até aquela habitual choradeira de textos motivacionais.

Vamos começar por Enzo que nunca foi um personagem pelo qual eu me simpatizei. Achei sua introdução no show lá na quinta temporada um tanto quanto forçada. Era um tanto quanto confuso entender suas motivações e ações, ora o diabo no ombro de Damon, ora bom moço mal compreendido. Após seu romance com Bonnie (desde agora deixo avisado que esse é de longe meu casal preferido na série), fui capaz de compreender melhor seu papel na trama.

Então agora que o temos como um verdadeiro herói, que busca ajudar seus amigos a derrotar uma sereia, enquanto tem que lutar para não mostrar seus verdadeiros sentimentos nem mesmo a imagem da mulher que ama dentro de sua mente, ele definitivamente subiu vários níveis. Falando nisso, se eu tinha um pé atrás com a vilã anteriormente, neste capítulo todas as minhas dúvidas foram sandas.



Apesar de não ser esclarecido nenhuma das motivações de Sybil, a moçoila com sem rabo de peixe deixou claro que não está aqui para brincadeiras. Sempre tive problemas com os impulsos dos arqui-inimigos dos protagonistas, uma vez que desde sempre eles são motivados pelo amor não recíproco no final das contas. Espero que essa sereia venha para trazer não só a maldade na sua forma mais pura, mas que esteja disposta a ser a diferentona e evidenciar que as vezes os vilões não são maus por nenhum tipo de razão moral e que na verdade às vezes são maus só por apreciarem a maldade em si.

Desde seu controle mental (um tanto quanto mal explicado) até o poder de modificar memórias (pelo menos é deixado explicitado isso), a sereia tem tudo para render uma ótima e desprezível inimiga. Espero sinceramente que ela não carregue esse posto por toda a temporada, uma vez que quero assistir os ciclos dos personagens sendo fechados até a series finale, mas por mais algum tempo será muito interessante ter ela como maior problema para os nossos amados vampiros.

Outro fator importante nestes quarenta minutos foi a Bonnie como ser humana. Não é a primeira vez que ela perde sua magia e ter ela como um "elo fraco" é muito relevante, já que todos sabemos que ela é uma das personagens mais fortes e determinadas dentro da série. Ela se mostrou bastante abalada por ver seus amigos felizes e contentes enquanto ela não é capaz de agir de nenhuma forma para salvar aqueles que ama. Entendo completamente as atitudes que a mesma tomou e apesar de achar um tanto quanto egoísmo de sua parte, no final só compreendemos que ela não quer nada além da felicidade e seu amor de volta.

Superando todas as expectativas, TVD ainda consegue se manter interessante quando está disposta a contar uma boa estória. Damon com a humanidade desligada e agora sendo praticamente controlado por completo por Sybil tem tudo para ser um grande problema para seu irmão e companhia (não que ele já não fosse antes). Apesar de algumas coisas ainda pouco esclarecidas, é possível vermos algo bom e relevante vindo em nossas direções no decorrer destes quatorze episódios que ainda restam.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário