quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Crítica | Grey's Anatomy - 13x02: Catastrophe and the Cure



Persistir no erro é burrice.

Shonda é rainha em desenvolver conflitos. Conflitos de todos os gêneros e tipos; a roteirista e sua equipe mostraram desde os primórdios de Grey's que eram capazes de desenvolver muito sabiamente e interessantemente um melodrama maduro repleto de reviravoltas que se mostrava intrigante no decorrer da temporada. Depois de tantos anos, há aqueles que duvidem ainda da capacidade de se reinventar da criadora, mas a verdade é que a cada novo ano Shonda vem com aquele ar renovado, contemporâneo e jovial, que prende aqueles que acompanham há muito tempo o show e cativa novos espectadores, não seja por isso que a série em sua décima terceira temporada ainda seja campeã de audiência e como relatado, ainda não existem planos de encerramento.

Rhimes prometeu uma temporada com foco nos originais e isso ela vem cumprindo fielmente já que Karev e Meredith estão sendo o centro das atenções neste início. Ela também prometeu que desenvolveria o tema de violência doméstica, e bom, isso ela também está conduzindo de uma forma bastante ponderada, sendo sim o foco da trama, mas não sendo explícito como em uma aula. As cartas estão na mesa, o drama está ali e a única coisa que está me deixando inquieto é que os nossos personagens preferidos estão do lado errado da situação.

Karev e Meredith vem desde o início da série em uma corda bamba da amizade, hora eles se ama, hora eles querem matar um ao outro. Não é mentira que após a partida de Cristina, Alex teria por direito o posto da "pessoa" de Mer e quem sabe seja por esse aproximamento dos dois que agora eles se defendem de terceiros e lutam com unhas e dentes um pelo outro, mesmo quando estes estão errados e é isso que vem acontecendo. Karev é culpado, precisa pagar pelo que fez, Mer com sua amizade quase cega chegou ao ponto de ameaçar a vítima, como se já não não fosse complicado e apavorante ter que trabalhar com seu agressor, e por conseguinte ser responsável por dividir a equipe em lados: Team DeLuca vs Team Alex.



Jo é outra que vem me surpreendendo bastante neste ano, e digo isso positivamente. O passado da personagem nunca foi esclarecido o suficiente. Sabemos superficialmente que ela viveu um relacionamento abusivo e que por algum motivo ainda não muito bem revelado ela fugiu, o que significa que seu antigo parceiro está livre, leve e solto, e muito obviamente dará as caras em seguida, para atormentar a vida dela e de seus amigos. 

As atitudes de Jo foram bem condizentes com a realidade. Vi muitos fãs falando mal dela por não ficar do lado de Karev, mas gente, HELLO!! Ela já viveu um inferno no passado com um parceiro agressivo, ela ter medo das atitudes de Karev é simplesmente a realidade de fora das telas, uma vez que um homem bater ou não bater em sua companheira é uma linha muito tênue. Estou do lado de Jo e como nunca fui muito fã do casal, espero que essa separação repentina dure mais que apenas alguns episódios.

Uma situação um tanto quanto irritante são as ações de Meredith envolvendo seu pseudo romance com Riggs e o fato dela esconder isso de Maggie. Já ficou óbvio que ela está "perdidamente apaixonada" pelo médico, como o mesmo disse e agora isso até não me incomoda mais, já que a relação dos dois vem se mostrando fofinha e engraçadinha. O que atrapalha é ela não revelar nada para sua irmã, o que provavelmente desencadeará uma discussão entre as duas; e isso me atormenta por que será "duas irmãs brigando pelo mesmo homem". O feminismo vinha sendo tão bem trabalhado na estória que espero que nada disso se suceda. 

Grey's Anatomy é soberana, seu texto é soberano, seu drama é soberano, sua caminhada é soberana. Treze temporadas de uma mesma equipe de médicos (com baixas e novas entradas) continua sendo capaz de impressionar a cada novo episódio, a cada novo ano. Sem previsão para um término, minha felicidade é quase tangível, porque assim como muitos, acredito no potencial do show e como ele ainda tem muito o que contar.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário