quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Crítica | Scream - 2x12: When a Stranger Calls (Season Finale)



A última surpresa da Piper!

Review:
(Spoilers Abaixo)

Olá, horror fans, sobrevivemos a mais um confronto final! Depois de 12 semanas, com muitos altos e baixos, finalmente chegamos ao novo momento em que a máscara é retirada. Mas, antes de falarmos sobre essa Finale sangrenta, tenho boas notícias para vocês. Apesar de nenhum pronunciamento a respeito de uma possível renovação ou cancelamento, foi anunciado oficialmente um Especial de Halloween com duas horas de duração. No Twitter, o elenco ainda torce por um terceiro ano, então digamos que o destino da série continua no ar – apesar desse especial parecer uma medida de segurança para encerrar as tramas soltas que essa segunda temporada deixou. Curiosamente, o título desse episódio era The Grudge (homenagem à franquia O Grito, que se traduzido literalmente ficaria "O Rancor"), que faria referência direta ao motivo do novo assassino. Ao invés disso, optaram por Quando um Estranho Chama, que além de conectar com a trama em geral, também era o filme em cartaz no cinema em que os protagonistas se esconderam nesse episódio.

Antes de mais nada, eu avisei a todos vocês! Avisei há semanas! E agora finalmente foi revelado o que todo nós já sabíamos: Kieran era o assassino o tempo inteiro. Essa revelação foi tão óbvia quanto a da Piper no ano passado, mas pelo menos fazia sentido. Há vários elementos na primeira temporada, como o misterioso vídeo do Kieran com a Nina – a primeira vítima da série –, que nunca foi propriamente explicado, que o colocavam no centro das suspeitas. Também não podemos esquecer da avó do Brandon James reconhecendo o rosto dele quando a Emma foi investigar. O fato é que eu tenho gritado para todos os cantos que o Kieran era o responsável, e ele de fato era. Não achei de todo ruim, mas até agora não consegui engolir os seus motivos para começar todos esses assassinatos. É bastante similar ao do namorado da Sidney no primeiro filme da franquia Pânico, porém, menos convincente.

Pelo menos o ator Amadeus Serafini, o intérprete do Kieran, entregou a sua melhor interpretação na série. O ator sempre foi um dos piores, com expressões vagas e mal conseguindo passar qualquer emoção em suas falas, porém, parece que o jogo virou, não é mesmo? Serafini esteve deliciosamente psicótico nos minutos finais da temporada, apesar de todo o clichê "o namorado é o assassino" – que já era clichê nos anos 90. No entanto, o maior vilão da série aparentemente ainda está para ser revelado. Esse é o gancho para o terceiro ano da série (ou que possivelmente pode acabar sendo resolvido no especial de Halloween mesmo, dependendo do seu futuro). E, como aprendemos com a icônica franquia em que a série é baseada, na terceira vez não há regras, e a revelação do assassino está ligada com todos os massacres anteriores. É por isso que eu acho que finalmente iremos descobrir exatamente o que aconteceu no massacre do passado. Minha aposta continua sendo que o pai da Emma é o verdadeiro autor dos crimes e, consequentemente, o assassino final da série.

Por falar nos filmes, tivemos algumas ótimas referências neste episódio final. Primeiro com a cena no carro de polícia, que se parece muito com a tensa escapatória da Sidney e sua melhor amiga em Pânico 2. E, além do namorado da protagonista ter sido o assassino assim como no primeiro filme, tivemos o mesmo questionamento da final girl a respeito de alguém que ela gosta estar ou não envolvido nos crimes. Eli foi o mártir dessa Finale, e morreu tentando ajudar. O roteiro forçou tanto a culpa dele que, quando o mesmo acusou o Kieran, não havia dúvidas de que estava falando a verdade. Como o próprio Eli disse, ele poderia ter ido embora e deixado a Emma, mas voltou por causa dela quando ouviu os seus gritos. E o que ele ganhou em troca? Um tiro disparado pela própria Emma! Aliás, esse tiro deve ter doído muito mais do que os 10 que o Kieran deu no peito dele, matando-o de vez.

Uma das partes que eu mais estava esperando nesta Finale era a cena do cinema, onde todos os personagens principais estavam juntos tentando pegar o assassino. As fotos promocionais liberadas prometiam uma sequência tensa, especialmente envolvendo mais uma perseguição com a Brooke. Infelizmente, foi uma decepção. A cena foi curta demais e acabou antes mesmo que eu pudesse sentir o suspense. Poderia ter tido uma pequena perseguição antes da Brooke ter sido esfaqueada, ainda mais depois dela ter sido negligenciada durante a maior parte deste segundo ano. Pelo menos a personagem sobreviveu a mais um ataque, assim como todos os outros Lakewood Five. Aliás, com a prisão do Kieran, seria Lakewood Four agora? Não de acordo com o desenho final do Stavo, que inclui ele ao lado dos outros quatro sobreviventes.

No desfecho, fiquei com bastante pena do Eli; ele era uma boa pessoa, afinal de contas. E também destaco a rápida cena do Stavo no hospital, chorando depois da Brooke ter sido atacada. Foi de partir o coração ver o personagem sendo frágil, e o momento provavelmente deve ter sido responsável por excluí-lo imediatamente das suspeitas alheias. No geral, ficou claro que esse não é o fim; a grande questão agora é se o Especial de Halloween será. O assassino final ainda está para ser revelado, e eu espero que os nossos personagens principais consigam escapar de mais um massacre. Depois de vê-los lutar por tanto tempo, seria triste se morressem na reta final (Brooke, estou falando com você). Enfim, não resisto a uma revelação, e, apesar de ter sido divertido, também reconheço que esta foi bem previsível e a série desperdiçou alguns momentos promissores. Mais uma vez, fica a expectativa da melhora, porque a trama tem muito potencial, assim como os seus personagens – que passamos a amar. Agora só resta vocês escolherem suas fantasias, porque nós temos um encontro marcado no Halloween!

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
4 Comentários

Comentário(s)

4 comentários:

  1. O especial de halloween sera mesmo só 31 de outubro? Ou vai ser lançado antes?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. será lançado no dia 18 de outubro, netflix confirmou a data

      Excluir
  2. Tava óbvio que era o Kieran, mas eu simplesmente não queria que fosse, e sempre q suspeitava dele começava a achar que seria óbvio demais. Quanto ao assassino final, acredito que seja o Brandon, pelo menos o de uma próxima temporada ou do especial.Assim como em pânico 2 em que a Mãe do primeiro assassino volta pra vingar o filho, e já que Kieran não tem mais os seus pais, Brandon voltaria pra vingar Piper, pela crueldade do abandono e por ter sido morta por sua própria irmã. O que justificaria o papel espetado na árvore e o telefonema pra Kieran no fim do episódio. Ou quem sabe o pai da Emma resolve fazer igual a prima da Sidney no 4o filme? Ainda temos 2 filmes a serem usados como inspiração. Espero ansiosamente que seja que seja renovada.

    ResponderExcluir
  3. Oi kieran, quem foi que te autorizou a usar minha máscara? essa frase foi foda de mais.

    ResponderExcluir