domingo, 14 de agosto de 2016

Crítica | Pretty Little Liars - 7x07: Original G'A'ngsters


"Ninguém nunca realmente está seguro em Rosewood." - Spencer Hastings.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Voltas e mais voltas. É isso que estamos recebendo nos últimos episódios de Pretty Little Liars. O que não é ruim, afinal estamos na (possível) última temporada da série e é sempre bom rever personagens que já passaram por Rosewood, desde que esse retorno sirva para algo e não apenas enrolar, como é o caso de Noel. Desde o começo da série, não sabemos de qual lado o personagem realmente está. Uma hora ele parece ser do time dos vilões, depois ajuda Ali a fugir na quinta temporada; voltando a ser do lado oposto nesse ano, ao que tudo indica. Claro, sempre existem aquelas pessoas que "ficam do lado que está vencendo" mas, por favor, um dos lados é comandado por um assassino. Ficar brincando de agente duplo não pode ser uma boa escolha.

Mas diferente do de Noel, o retorno da versão hippie fancy de Jason serviu para algo já nesse episódio. PLL sofre tantas reviravoltas malucas que é comum nos esquecermos de vários acontecimentos e eu, particularmente, não me lembro de quem achamos que Jessica escondia na casa daquela tia dos DiLaurentis. Acredito que era Charlotte, certo? Bom, naquela época era algo realmente aceitável, mas também foi uma boa saída esse episódio mostrar que quem estava ali era Mary. Mas o que foi um pouco forçado foi o roteiro acrescentar esse segundo filho de Mary que aparentemente tem a mesma idade das Liars. Entretanto, concordo que é uma boa saída para a revelação de A.D. Já tivemos as explicações mais porcas (literalmente) para vários mistérios, então merecemos algumas decentes. E todos sabemos que em muitos casos, o laço de sangue é muito forte.

Quando A.D. se revelar e se for mesmo irmão de CeCe, a série pode mostrar flashbacks dos dois tendo uma ótima relação como irmãos, o que o motivaria a se vingar pela morte da irmã. Agora, porque A.D. retiraria o arquivo de Aria? Não, não acho que ela seja o novo stalker, mas alguém que possui uma ligação com ela, talvez? Pensei em Mike, mas por enquanto é uma rasa suspeita. O arquivo do Noel também foi retirado, mas talvez isso seja um pagamento pelos serviços que ele vem fazendo para A.D., afinal Noel nunca foi santo e deve ter feitos várias loucuras por aí. Mas isso não me faz pensar diferente do que falei no primeiro parágrafo, ele é volúvel e com os riscos de sua identidade ser descoberta, A.D. pode se livrar dele sem menores problemas.

Agora vamos falar sobre as Liars. Começando por Spencer, porque ela realmente não me irritou essa semana. Ela cansou de passar seis semanas falando "amo o Caleb, mas não é recíproco" e foi investigar Deus e o mundo ao lado das Liars. Mas essas semanas sofrendo por quem não merece a deixaram enferrujada porque que tipo de pessoa depois de tudo o que já passou, deixa a bendita chave dentro do carro? Eu sei que é até perda de tempo reclamar desse tipo de coisa em PLL, mas é mais forte que eu, pessoal! Mas enfim. Além disso, ainda tivemos uma reaproximação entre ela e Toby. Todos sabem que não gosto do casal (e dos personagens em si) mas como já disse antes, Toby vem deixando de ser chato. Senti até pena dele dizendo que havia começado a construir a casa para Spencer e ele, inicialmente.

Já Aria nos revelou gratas surpresas essa semana. Quem esperava que ela e Jason teriam tido um revival nesse salto de cinco anos? Definitivamente, a baixinha não perde tempo. O melhor foi ela pedindo para esse segredo ficar só entre os dois, mas logo em seguida indo à um jantar na casa dos DiLaurentis e tentando acalmar o Jason após ele cuspir todas suas dúvidas sobre Mary na hora da refeição. Alison, claro, percebeu o clima e é só questão de tempo para ela colocar os dois contra a parede. E esse é o menor dos problemas de Aria, já que segundos antes de sua fuga romântica com Ezra, a polícia bateu no apartamento do professor e falou que Nicole pode estar viva. E quem tem certeza de que os dois vão brigar após Ezra descobrir a tal ligação, toca aqui!

Emily, por sua vez, vem fugindo de relacionamentos amorosos pois cansou de ser a Viúva Negra da série, e dessa vez tentou tirar a mãe da reclusão que ela estava desde a morte de seu pai. Missão bem-sucedida, afinal Pam se enturmou com umas mulheres em uma despedida de solteiro e já está se sentindo uma adolescente novamente. Ela nunca foi minha mãe preferida, mas ainda assim merece ser feliz. E sobre Hanna e Caleb, não vou me estender escrevendo pois todos nós já sabemos o que acontecerá em breve. E ainda aguardando a volta da antiga Ali que a Marlene tanto prometeu, mas a personagem só continua a mesma pomba morta da última temporada...
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:

  1. Spencer sempre foi e sempre será a dona da série, resta aceitar!

    ResponderExcluir