quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

[Crítica] The Vampire Diaries - 7x12/13: Postcards from the Edge / This Woman’s Work


Luz na passarela, que lá vem ela!

Review:
(Spoilers Abaixo)

E é com grande felicidade que posso dizer que gostei de dois episódios seguidos dessa 7ª temporada de The Vampire Diaries. Todos sabem que achei a primeira parte péssima e o episódio de retorno de hiatus não acrescentou nada para a série, deixando minhas expectativas por uma melhora mais baixas do que já estavam. O seguinte após esse da volta até foi interessante, mas não chamou tanto minha atenção. Mas foram só esses dois episódios chegarem para as coisas começarem a melhorar.

Mas antes de tudo, esses dois episódios mostraram o quanto a série depende de Elena para funcionar, afinal os acontecimentos que motivaram Postcards from the Edge e parte de This Woman’s Work foram devido à Damon achar que havia queimado o corpo da ex. E para se punir, o Salvatore mais velho foi com Julian para um ringue de luta e quase foi morto, se Stefan não o tivesse salvado. Todo trabalhado em "a dor física não vai ser tão forte como a falta da Elena", Damon revelou o que fez e Stefan, claro, surtou e rompeu com o irmão mais uma vez. Porém, Stefan percebeu que Julian se aproveitou da fragilidade do irmão pela perda e se vingou, matando o padrasto com a ajuda de Valerie. Posso falar a verdade? Não vou mentir, adoro! Ninguém aguentava mais esse personagem que nunca conseguiu ser um vilão fodão, então estava mais do que na hora dele ir embora e dar espaço para a tal Caçadora.

E falando na tal, qual foi minha cara quando Bonnie, Mary Louise e Nora chegaram no hospital e se depararam com uma velha com o pé na cova, praticamente? Eu já estava mais do que confirmado que Julie Plec tinha feito isso de propósito - fingir que a personagem seria badass, mas que ela nem aparecesse - para nos chocar, mas a mente da mulher foi muito mais longe. Fiquei com a cara na poeira quando a personagem bancou a Fênix, ressurgindo linda depois de ser queimada por Enzo. E Rayna não decepcionou no episódio seguinte, onde já nos fez um favor maior ao se livrar do Beau, que era o Hegere mais desnecessário e de nada acrescentava. Mas como nem tudo são flores e bombons, no meio da treta dela com Damon, Stefan mais uma vez tentou salvar o irmão e acabou sendo marcado pela espada, o que o obrigou a ir embora da cidade para proteger Caroline, já que agora Rayna só irá parar de persegui-lo quando matá-lo.

Caroline também teve seus bons momentos nesses dois episódios, pois descobrimos que os bebês de Alaric são Hegeres e estavam sugando a magia da loira. Sem dúvidas, o plot da gravidez da personagem foi o único que gostei da primeira parte da temporada e fiquei feliz ao ver que os roteiristas sempre adicionavam novos elementos à ele. Pena que durou pouco e tudo já foi resolvido, em vista que as meninas nasceram. E mesmo sabendo que tudo daria certo no parte em vista das cenas do futuro que já foram exibidas, foi impossível não ficar nervoso durante as sequências. E quando Alaric disse que o nome de uma delas seria Elizabeth, em homenagem à Liz? Foi difícil não se emocionar com a carinha que a Candice fez. Mas continuando com o "mas nem tudo são flores e bombons", pelos spoilers que li, vão forçar casal entre Alaric e Caroline, mas todos sabemos que a química entre eles é inexistente, não é mesmo?

Por fim, mas não menos importante, Enzo revelou à Damon que ele não matou a Elena e o caixão com a garota está seguro em Nova York, mas isso não é novidade, afinal era óbvio que não iriam descartar a personagem assim. Então, agora que Damon teve certeza que Elena está viva, podem concentrar o personagem em deter Rayna, por favor? Porque além de ser um mimimi chato, é visível o descontentamento do Ian nessas cenas. E mais um motivo para comemorarmos é que Matt não apareceu no último episódio, então #SóAmores.

É muito bom ver que, assim como The Originals, TVD está se reerguendo depois de uma sofrível primeira parte de temporada. Ainda é cedo para dizer se esse ritmo continuará até o fim da temporada, mas a esperança é a última que morre e essas primeiras cenas da caçadora foram bem promissoras. E não se esqueçam que o próximo episódio é o tão esperado crossover entre as duas séries, então até lá!
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário