sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

[Crítica] The Originals - 3x10: A Ghost Along the Mississippi


Você é uma vampira agora, então para de drama e segura essa marimba.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Olha quem voltou! Depois de pouco mais de um mês em hiatus, The Originals está de volta com a segunda parte de sua terceira temporada. E com uma nova integrante para o clã vampiresco, afinal Cami agora é uma. Eu realmente não acreditava que Aurora teria deixando-a viva, mas depois de ver o episódio passado vi que Leah Pipes continuava nos sets, então respirei mais aliviado. Mas se formos ver pelo lado da personagem, é até plausível ela ter transformado Cami em vampira, pois na cabeça dela, a personagem iria recusar completar o processo e optar por morrer. E isso quase aconteceu, mas causas maiores pediram sua ajuda.

Tristan, ainda focado em seu plano de prender os Mikaelson na Serratura, sequestrou Hayley e Jackson, matando o segundo e enviando seu coração para Klaus. Eu realmente fiquei chocado, pois achei que se o personagem fosse morrer, seria apenas na Season Finale e até estava começando a simpatizar com ele. Mas enfim, vamos seguir. Temendo pela vida de Hayley, os Mikaelson logo trataram de oferecer Aurora como troca pela lobinha. Mas como nossos vampiros sempre tem um plano em mente, enganaram Tristan usando magia para que ele visse a irmã em Cami. Assim, ao entrar na caixa que a "irmã" estava, ele acabou preso pois, de acordo com a magia, apenas mortos podiam entrar e sair de lá. Posso falar? Amei. Se Deus quiser, não iremos precisar ver a cara desse demônio novamente - desconfio muito, mas a esperança é a última que morre.

Mas focados na magia para ajudar Klaus, Freya e Vincent nem perceberam que Aurora fugiu. Ou melhor, foi resgatada por Lucien. E olha que Tristan se acha o vilão mór da temporada, parece que o jogo virou! E assim como ele, os integrantes da Strix tiveram que colocar os dentinhos para dentro e saírem de cena, derrotados. Assim como Tristan, duvido muito que eles não tentem uma rebelião, mas espero que passemos ao menos alguns episódios sem precisar olhar para a cara deles, principalmente da Aya, porque olha, detesto essa mulher.

Bom, como o episódio só focou nesse plot e na transformação da Cami, vamos comentar agora sobre ela. Pela cena final e as fotos promocionais dos próximos episódios, deu para ver que ela vai se tornar uma vampira badass que nem Elena e Caroline em The Vampire Diaries, mas antes disso acontecer, tivemos que acompanhar todo aquele mimimi de "prefiro morrer do que virar um mostro", "não quero matar pessoas inocentes", etc; e eu quase dormi. Espero realmente que os produtores estendam essa fase descontrolada da personagens por muito episódios, até a Season Finale, se possível. Me julguem, mas quero Camille tão descontrolada que até Klaus - que ficou feliz com a aceitação dela sobre ser vampira - veja que ela precisa de uma intervenção. Soa um pouco psicótico da minha parte? Desculpem, mas foi a própria personagem que disse que todos temos um dark side, então quero o dela exposto, obrigado!

E foi isso. O episódio teve poucos acontecimentos mas acredito que várias consequências virão à tona nos próximos devido as ações que os personagens tomaram nesse. Entretanto, continuo achando a trama dessa temporada bem fraca em comparação a da anterior e além disso, vários boatos sobre um possível cancelamento da série vem rolando. Vocês já sabem minha opinião sobre: se for para se tornar uma TVD da vida, The Originals nem precisa se estender muito. Mas agora só nos resta esperar para ver se essa parte da temporada vai ser boa, e o próximo episódio será o tão esperado crossover entre as duas séries, então espero todos aqui. Até!
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário