quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

[Crítica] How to Get Away with Murder - 2x10: What Happened to You, Annalise?


A insanidade, o delírio e a força.

Review: 
(Spoilers Abaixo)

Estamos de volta para a segunda metade dessa série que eu já considero como uma das melhores que eu já assisti. Difícil listar todos os pontos que fazem desse show um grande sucesso, mas é impossível citar problemas dentro dessa produção. A história continua suficientemente crível ao mesmo tempo que consegue se dispor de uma veracidade mais que sustentável. Agora nas nossas vidas, Annalise volta para continuar jogando com os personagens ao seu redor e com as nossas cabeças.

Falando nela, vamos começar por ela. A protagonista master da série que consegue ser uma das personagens mais cativantes e complexas dos últimos tempos. Nós como espectadores temos a sorte de poder ver todas as facetas da pessoa e me arrisco a dizer que tocar em sua transparência, e mesmo assim, ao final de cada episódio é impossível decifrar o que Annalise realmente é. Desde a primeira temporada vamos acompanhando suas batalhas externas como advogada e internas como pessoa, e ao final de cada vitória ou derrota Viola Davis dá um tom único ao seu personagem e consegue transmitir com a maior naturalidade tudo o que Annalise precisa necessariamente passar ao seu público.

Quando conhecemos Annalise sabemos de imediato que ela é uma mulher forte, e ao longo das semanas vamos percebendo suas fragilidades, medos, desejos e obscuridades. Deixar isso claro para nós relativamente é algo complicado quando ela necessita mascarar essas verdades para o restante dos personagens. O que se tornou comum, e que é algo memorável, é que Viola passa segurança ao resto do elenco ao mesmo tempo que mostra seu interior para quem está do outro lado da tela, tudo isso em uma mesma cena. Com esse retorno, a nossa amada advogada deixa muito mais evidente o quanto ela pode se machucar como qualquer outro (fato mascarado por um bom tempo), e isso causa uma certa surpresa nos outros personagens, só para que no fim de tudo, saibamos que apesar dela estar fragilizada ela ainda pode jogar com você em todos os níveis.

Sobre o episódio, algo que me irritou um pouco foi aquela súbita reação de proteção da Laurel para com o Wes. Isso é algo que eu não entendo, já que todos os personagens estão passando por momentos difíceis, mas ele é o único que se afunda em seus sentimentos e a preocupação dos outros causa certa empatia forçada. Claro que a proteção quase materna de Annalise será algo explorado nessa segunda parte da temporada, como os próprios roteiristas já deixaram claro, mas todos os outros terem essa preocupação exagerada, pode ser algo que não funcione muito bem se não bem trabalhado. Tivemos algumas respostas para questões anteriormente levantadas, e algo que nem passava pela minha cabeça pode ser uma das tramas recorrentes nos seguintes episódios, que é o possível não suicídio e sim homicídio do pai do Ash. Só espero que isso não seja algo deixado de lado daqui para frente.

Outro ponto mais que positivo é essa tal insanidade de Annalise. Curioso ver como ela lida com questões do seu passado e presente, e esse link que suas histórias possuem prometem render ótimos mistérios e charadas. Foi intenso e até um pouco assustador ver a personagem em seus momentos de delírio, ao mesmo tempo que isso rende mais tecido para a manga desta história que está apenas começando.

Com um retorno digno, HTGAWM consegue abrir novos horizontes para seus dramas ao encalço que não deixa ponta sem nó. Tudo parece se encaminhar para mais momentos de tensão que fazem cada minuto desta série valer a pena. Vamos ver o que mais os roteiristas tem para nos deixar de boca aberta a cada semana.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:

  1. O que rolou com esse blog!? Eu amava esse blog, até desistirem de ótimas séries, como SUPERNATURAL / TEEN WOLF, etc... além de criticas 3 x 1, em vez de apenas uma critica isolada para cada postagem, e pelo amor, tô no aguardo da critica do episódio 9, de THE WALKING DEAD (No Way Out), que saiu dia 14, e até agora nada! Que lentidão! Que vergonha desse BLOG, que eu gostava tanto!

    ResponderExcluir