quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

[Crítica] Shadowhunters - 1x01: The Mortal Cup (Series Premiere)


Um mundo oculto está prestes a ser revelado.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Antes de tudo, deixem-me explicar como chegamos aqui. Para quem não sabe, Shadowhunters é mais uma adaptação da série de livros Os Instrumentos Mortais. A primeira tentativa foi com o filme do primeiro livro, Cidade dos Ossos, mas devido ao fracasso nas bilheterias, as continuações foram canceladas e, posteriormente, a ABC Family comprou os direitos e anunciou a série em Maio de 2015. Agora, quase um ano depois, aqui estamos para comentar a estreia. Prontos para embarcar no mundo dos Caçadores de Sombras?

Ao longo dos 13 episódios desta temporada inicial, iremos acompanhar Clary Fray, que descobre em seu aniversário que não é quem pensa que é, mas sim que vem de uma longa linhagem de Caçadores de Sombras – híbridos humano-anjos que caçam demônios. Quando sua mãe Jocelyn é sequestrada, a garota e seu melhor amigo, Simon, são lançados num mundo de caça aos demônios com o misterioso Jace Wayland e seus parceiros, Isabelle e Alec Lightwood. Agora vivendo entre fadas, feiticeiros, vampiros e lobisomens, Clary começa sua jornada de autodescobrimento enquanto aprende mais sobre seu passado e sobre o que seu futuro pode estar lhe reservando.

É óbvio que o enredo sofreu mudanças em relação aos livros, mas até o momento a única que me incomodou foi a exclusão de Dorothea. A feiticeira tem cenas importantes no primeiro livro - principalmente uma que envolve o Cálice do título do episódio -, mas na série introduziram-na como uma adolescente. Pior, a eliminaram logo na primeira briga dos demônios com Jocelyn. Entretanto, algumas mudanças foram benéficas, como a idade dos personagens. Enquanto nos livros eles têm entre 15 e 17 anos, aqui todos parecem ter mais de 18 - a única confirmada com essa idade até agora foi Clary. Essa alteração deverá ajudar bastante os roteiristas na abordagem de assuntos "mais fortes".

E ao que parece, toda a temporada irá se basear em Cidade dos Ossos, diferente do habitual onde o primeiro volume é sempre todo adaptado no Piloto. Essa decisão foi mais do que certa, pois existem muitos termos confusos no livro e jogar todos em um único episódio poderia causar a desistência de quem não o leu. Além disso, nas páginas finais ocorrem vários plots twist que nos deixam com a cara na poeira, então quanto mais o público se apegar aos personagens, mais chocante as revelações serão. Certamente, quem ainda não leu, ficou curioso para descobrir mais sobre os Caçadores e porquê o Cálice Mortal é tão importante. O único ponto negativo na história são os efeitos especiais. Alguns chegam a ser risíveis e os mais ligados nesse aspecto ficarão incomodados. Pelas promos e trailers liberados, já havia visto que seriam nesse nível, por isso já estava "conformado".

Agora, sobre os atores, não tenho do que reclamar. Lembro de toda a polêmica que se criou quando a emissora anunciou que o elenco seria reformulado, mas o atual é muito melhor que o do filme e todos estão confortáveis em seus papéis, exceto Katherine McNamara. Suas cenas foram medianas e pouco convincentes. Lily Collins conseguiu captar muito melhor o medo da personagem nos filmes e poderiam ter tentado manter ao menos ela no novo cast, mas essa questão já é caso perdido, espero que Kat evolua e mostre que pode ser uma boa Clary. De todos, Alberto Rosende é o melhor. É impossível não rir das falas de Simon e pensar em outra pessoa para o papel. Matthew Daddario também é o Alec perfeito; Dominic Sherwood deu um ar mais leve para Jace, que era muito sério no filme; e Emeraude Toubia conseguiu mostrar quem é Izzy, porque a atriz do filme era tão ruim que a personagem parecia uma figurante aleatória.

E assim encerramos a primeira review da série! Apesar de alguns pequenos erros, o episódio foi bom no geral e espero que desta vez dê tudo certo. Ah, e para quem não sabe, a Netflix comprou os direitos da série e os episódios entrarão no catálogo no dia seguinte à exibição americana, com aúdio e legendas em português. Sem dúvidas é uma boa notícia, pois quem conhece a ABC Family (ou Freeform, como preferirem), sabe que ela tem uma lista extensa de séries canceladas, então caso isso aconteça com Shadowhunters, a Netflix pode continuar sem problemas. E não, não sou pessimista, apenas já sofri demais nas mãos da emissora. Mas não vamos sofrer antes do tempo, não é? Apenas curtam a série e até a semana que vem!
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:

  1. Achei bem interessante o primeiro episódio. Eu como fã dos livros ,gostei das mudanças que foram feitas na série. Espero que dessa vez ele consigam prosseguir com a história

    ResponderExcluir