domingo, 13 de dezembro de 2015

[Crítica] The Vampire Diaries - 7x08/09: Hold Me, Thrill Me, Kiss Me / Cold As Ice (Mid-Season Finale)


Dorme em paz ó Jesus, dorme em paz ó Jesus...

Review:
(Spoilers Abaixo)

Quem acompanha minhas reviews de The Vampire Diaries e The Originals já deve saber que eu ainda não caí de amores pelas atuais temporadas. Apesar de estar curioso para descobrir o que aconteceu para resultar toda essa suruba confusão que está ocorrendo no futuro, a linha temporal do presente não me desperta tanta animação. Mas entretanto, todavia, essas séries sempre gostam de nos deixar com a cara na poeira e, de vem em quando, jogam umas coisas que nos surpreendem.

A de TVD nessa linha temporal atual foi, sem dúvidas, a morte de Lily. A CW fez uma divulgação tão grande em cima da personagem desde a temporada passada, que pensei que todos poderiam morrer menos ela. E ainda jogaram com nossa cara nos fazendo achar que ela estaria viva no futuro, mas tudo não passou de um delírio de Damon. Fiquei triste pela morte pois ainda esperava que a personagem fosse mais aproveitada, mas pelo menos usaram os últimos momentos de Lily mostrando que ela caiu na real sobre Julian. Achei simplesmente sensacional a cena onde ela prefere se matar do que escolher entre Damon e Valerie - mesmo ele sendo seu filho legítimo, ela também sente um amor materno pelos Hegeres e é isso que importa, mesmo que alguns não mereçam.

E mesmo não gostando do que aconteceu, entendo que isso foi necessário para que todas as relações da série nesse núcleo fossem estremecidas. Além de piorar a guerra entre Julian e Damon e Stefan, a morte de Lily ainda causou o fim do OTP Mary Louise e Nora, mas quem ficou surpreso, né? Já era óbvio desde o começo da temporada que as duas eram bem doentes e era questão de tempo. Adorei o samba que Nora deu em Mary Lou devolvendo o anel e sua aproximação com Bonnie, pena que tudo durou pouco tempo e elas já voltaram. Como Bonnie disse, se as duas continuassem separadas, Nora teria um considerado upgrade já que ela era totalmente submissa à Mary Lou.


Mas voltando para a briga entre Taylor Swift e Katy Perry Julian e os Salvatore, o primeiro se saiu melhor e conseguiu mandar o espírito dos dois para a tal pedra Phoenix, onde Damon e Stefan irão pagar por todos seus pecados. Resumindo: ficarão lá até a 10ª temporada. Brincadeira, mas se esse acontecimento vai ser para encher linguiça na temporada, espero que sejam interessantes. E também quero saber o que o Julian vai fazer agora que seus inimigos estão lá. Perseguir Alaric, Caroline e cia.? Beber até cair? Aguardem cenas dos próximos capítulos.

Enquanto isso, no núcleo Baby Daddy da série, tivemos Caroline e Alaric indo à aulas para pais de primeira viagem e confesso que ri da Caroline sendo a melhor mãe dali sendo que os bebês não são nem dela. E essas saídas de controle que ela vem tendo eventualmente podem render ainda, pois saudades "momentos Caroline desligada", apenas. Além disso, tivemos Matt correndo do já manjado título de herói de Mystic Falls e sua mais nova façanha foi se juntar com, provavelmente, caçadores de vampiros. Pena do Enzo que além de perder a segunda mulher que amou assim como a primeira (Jeremy 2.0, talvez?), ainda terminou capturado.

E voltando a mencionar a pegação entre todos do grupo no futuro, que loucura, não? Alaric com a Caroline, Stefan com a Valerie, Bonnie com o Enzo... Estou me sentindo no Upper East Side novamente (a CW podia promover um reencontro de Gossip Girl, falando nisso). E isso é tudo por enquanto, pessoal! Lembrando que The Vampire Diaries e The Originals entraram em hiatus e só voltam dia 29 de Janeiro, agora nas sextas da CW. Até 2016!
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário