quarta-feira, 18 de novembro de 2015

[Crítica] How to Get Away with Murder - 2x08: Hi, I'm Philip


Jamais coloque uma escuta na casa de Annalise Keating, ela com certeza usará isso contra você.

Review: 
(Spoilers Abaixo)

Indiscutivelmente a série tem mostrado todo o seu poder e capacidade de prender a atenção de seu espectador. Normalmente séries com temporadas maiores e completas (vinte e dois episódios) costumam distribuir bem seu tempo, apresentando episódios que realmente fazem a trama do ano andar, mas também existem aqueles episódios que estão lá apenas para completar a temporada em si. HTGAWM tem apresentado até então, desde seu primeiro ano, apenas episódios que verdadeiramente mudam o rumo da história e esse é com certeza seu maior trunfo.

Apesar de algumas semanas serem mais lentas do que outras, a grande verdade é que não existem momentos falhos dentro do show, e em todo capítulo descobrimos coisas novas, pistas são deixadas para nós e momentos revelações estão lá para perturbar a nossa mente. E dessa vez não foi diferente, já que esse Hi, I'm Philip serve para aumentar as expectativas com o grande acontecimento do episódio que vem a seguir, revelando quem atirou Annalise e denotando os novos rumos que a temporada ganhará em seu retorno em 2016.

Simplificando tudo, esse episódio foi de tirar o folego, apenas. Apesar de no início eu ficar me questionando sobre o ritmo que o mesmo estava seguindo, em sua segunda metade tudo foi frenético e a cada avanço da trama, a cada nova cena, era como uma bomba explodindo em nossas caras. Um fato que eu quero que me seja esclarecido é o envolvimento de todos os personagens na charada maior. Entendo que tudo já começou a se conectar agora que um novo suspeito foi encontrado, mas quero todos os detalhes para todos os personagens estarem na mansão e o porque de fazerem parte do "atentado" a Annalise.

Falando em novo suspeito, prevejo que se Philip não morrer antes dessa primeira parte da temporada acabar, ele provavelmente será um dos problemas que os protagonistas enfrentarão em seu retorno no próximo ano. Ainda é tudo uma nuvem obscura sobre seu envolvimento com o crime e com Catherine, mas como estamos falando de uma série da Shonda, claramente tudo será esclarecido, só torço para que em breve.

Uma ponta meio solta do roteiro que sempre me questiono é o que Sinclair tem com tudo aquilo, e acima disso, qual a sua cisma com Annalise. Sabemos que ela está bem falecida, mas seria interessante ver suas motivações para que sua advogada rival sempre saia por baixo. O que é bem real, é que neste caso a personagem não parece estar muito envolvida com a justiça e com a verdade, a única preocupação que a mesma tem parece ser que Annalise tem que perder a todo custo. Vamos ver o que a mesma estava fazendo na mansão e o porque dela ter sido morta, mas a certeza é que ela sempre foi um pé-no-saco e a morte dela certamente terá uma justificativa.

O episódio foi repleto de ótimos momentos, como quando Ash fez algo de útil e descobriu que tinha uma escuta dentro da casa de Annalise. Foi interessante assistir como os personagens lidaram com essa situação, mas principalmente o quanto nossa amada advogada é capaz de pensar rápido e usar um artifício contra ela a seu próprio favor. Outro ponto alto foi aquela mescla de cenas onde a maioria dos casais estavam em seus momentos mais íntimos, além de bem dirigida, a trilha sonora foi impecável. Bem que prometeram uma temporada com "mais pele".

Aquela reviravolta final também se caracteriza como um dos pontos mais altos. O fato dos holofotes estarem sempre apontandos para Caleb me criava essa certa dúvida do quanto Catherine era inocente e o quanto ela estava envolvida no crime. Aquela parte de aceita-ou-não-aceita o acordo que Sinclair fez, apenas me fez questionar ainda mais a índole da personagem, mas o fato dela querer proteger seu irmão até que faz sentido se ela não tiver nada a ver com tudo aquilo.

Com apenas mais um episódio para sabermos todas as respostas que tanto ansiamos, HTGAWM mais uma vez é capaz de entregar uma história toda trincada e que faz todo o sentido, sem jamais deixar uma ponta solta. A impaciência agora fica a cargo do que os roteiristas estão preparando para nós em fevereiro. Quero ver tudo o que vai acontecer e me envolver ainda mais com essa teia de manipulações que é essa série maravilhosa.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário