domingo, 11 de outubro de 2015

[Crítica] The Vampire Diaries - 7x01: Day One of Twenty-Two Thousand, Give or Take (Season Premiere)


"You can tell Jesus that the bitch is back!" - Georgina Rainha Sparks.

Review:
(Spoilers Abaixo)

E enfim The Vampire Diaries voltou! Acredito que até os que abandonaram a série nas temporadas passadas estavam, no mínimo, curiosos para ver como a mesma se sustentaria sem Nina Dobrev. Ainda mais depois da declaração de Julie Plec de que conseguiriam sustentar a série sem a atriz. Mas vamos ser sinceros: desde que Kevin Williamson saiu da série no final da 3ª temporada, a qualidade foi decaindo a cada temporada, provando que Julie não tem tanto pulso firme nessa produção. Então, se as coisas não andavam bem com Nina no elenco, imagina sem?!

Porém, entretanto, todavia, Day One of Twenty-Two Thousand, Give or Take foi um bom episódio para uma Season Premiere e o roteiro fez questão de ressaltar que algo estava faltando naquele quebra-cabeça, enquanto apresentava as novas peças. Acredito que essa ideia da temporada ser dividida em duas linhas temporais (uma meses depois do "sono" de Elena e outra três anos depois) foi bem interessante, principalmente a segunda. Mas vamos começar pela primeira, os tão comentados e temíveis Hegeres. Até curti a introdução deles, principalmente das três meninas. Ficou claro que teremos muitas confusões por conta delas, afinal os dois homens estão praticamente perdidos, já que um é mudo e o outro foi morto.

Achei engraçado a relação do grupo. Eles brigam e fazem piadinhas entre si, mas quando um corre perigo, todos se juntam para combater; como uma família realmente. E ainda conseguiram tombar Stefan e a Liga da Justiça e tomaram a cidade, expulsando todos os moradores de Mystic Falls. Entendo o ponto de vista de Stefan e Caroline, mas entregar a cidade assim tão rápido? Queridos, vocês já enfrentaram King Klaus, Markos, Kai; e se rendem assim? Por isso, mesmo eles tendo causado mais confusão, entendo também o lado de Damon e Bonnie. Aqueles Hegeres já estavam precisando de uma prova que os Salvatore podem ser inimigos à altura, não é?

E falando em inimigos, a segunda linha temporal mostrou que os irmãos terão outra inimiga, que parece uma caçadora. E sem dúvidas, esse plot twist me deixou ansioso pelo próximo episódio e continuação da temporada. E se não me engano, já foi divulgado que essa mulher é um envolvimento amoroso de um dos dois, né? Me desculpem se eu estiver errado, não lembro muito bem da notícia pois ela saiu há um tempo, mas parece que é isso mesmo. E só por essa prévia que o final do episódio deixou, já deu para ver que essa mulher veio com sangue nos olhos para se vingar.

Outro plot que me deixou ansioso para ser desenvolvido foi o de Alaric. Ele quer trazer a Jo de volta a vida, e como todos sabemos, em TVD isso é tão comum quanto beber whisky. Eu acredito que ele venha a conseguir isso, mas não que esse retorno venha a ser regado à amor e um happy end. Quero uma Jo mudada, bem louca ou badass e que estremeça Mystic Falls. Aí depois, na Season Finale podem transformá-la na velha Jo novamente. Ah, e gostei bastante da interação de Bamon nesse episódio, principalmente a cena que ele pensa em deixá-la ser atropelada, mas se arrepende. Essa mágoa misturada com o laço de amizade que Damon sente por Bonnie está sendo bem trabalhada pelo menos até aqui. E se vocês estão se perguntando se acho que os dois podem se envolver mais para a frente, acho que o roteiro não vai seguir esse caminho, mas tudo é possível...

Mas já falamos muito de guerra, não? Vamos comentar o casal do pop da temporada, Nora e Mary Louise Steroline. Eu acho os dois bem forçado - e ainda espero que a Caroline fique com o Enzo já que ForWood está mais enterrado que Stelena -, mas é o que tem pra hoje, né? Só peço a Julie que eles não sejam tão mimimizentos quanto Delena. Eles dizem que não podem ficar juntos, mas a tensão sexual está ali e o final do episódio mostrou isso. Então, amigos vão fundo. Se os Hegeres matarem vocês, é melhor morrer saciado do que na seca.

E por fim, vamos falar sobre a audiência. Eu acreditava que esse episódio registraria uma boa audiência devido a curiosidade das pessoas, mas foram apenas 1,37 milhão de espectadores e 0.6 ponto na demo, 0.3 ponto a menos que a estreia da 6ª temporada. Ou seja, fiquem ligados porque se essa queda continuar, TVD não chega nem até a 8ª - como a Julie sempre repete que tem história para mais várias temporadas. Mas, no geral, curti o episódio e espero que a série consiga se reerguer. Vamos torcer.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:


  1. O fato deles terem enfrentado King Klaus, Markos e Kai foi por causa do Fator Elena, uma vez que ela saiu da reta, outras pessoas, por mais pesado que isso seja de admitir, não são capazes de causar tamanho incentivo nos irmão Salvatore.

    ResponderExcluir