sábado, 15 de agosto de 2015

[Crítica] Pretty Little Liars - 6x10: Game Over, Charles (Summer Finale)


Sei quem é -A, mas preferia não saber.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Antes que vocês me joguem pedra, a frase de efeito não é totalmente verdade. Eu até gostei da CeCe ser -A porque não foi tão na cara como seria se fosse o Wren; mas ao mesmo tempo não gostei. Vocês conseguem me entender? Espero que sim e sei que meus sentimentos em relação a esse episódio foram até bem calmos, afinal existe uma petição para regravarem o episódio. Sinceramente pessoal, desistam! Nem em um milhão de anos eles vão fazer isso, até porque a Marlene disse em uma entrevista que desde o começo da 3ª temporada, os produtores já haviam escolhido-a para ser -A.

Mas ficou no ar que essa decisão foi tomada por volta da 5ª temporada, até porque existem vários furos no roteiro com essa revelação, como vocês podem ver aqui. Um exemplo é que na 4ª temporada temos um flashback onde a mãe do Toby flagra ele e a Alison quase se beijando e os dois eram adolescentes. Mas como isso pôde acontecer se esse episódio mostrou que a Sra. Cavanaugh morreu quando CeCe estava entrando na adolescência? Se CeCe tinha por volta dos 15/17 anos, Alison e Toby ainda eram crianças. Era claro que, independente do caminho que o roteiro seguisse haveriam furos devido ao número de temporadas - e momentos de enrolações, sejamos francos.

Entretanto, tudo tem seu lado bom e mau, então agora chegou a hora dos elogios dessa revelação. Apesar dos furos já citados, a história do Charles/CeCe nos foi mostrada de outro ângulo e podemos ver que até esse psycho é inocente na história. Ok, ele fez o que fez com as meninas e não iremos perdoar, mas os maiores culpados de tudo foram Jessica e Kenneth DiLaurentis. Mesmo com o episódio mostrando que a Jessica amava o filho, todos sabemos que uma relação (seja amorosa, familiar, etc) não vive só de amor, não é? E como a própria CeCe disse, no fundo Jessica fez tudo para proteger-se. E Kenneth nem precisamos falar, não é? Deixou o próprio filho mofar em um sanatório só porque é homofóbico. Não se deu nem o trabalho de visitar o filho uma única vez, que escroto! Já pode morrer, obrigado.


Duvido que quem assistiu não tenha ficado com pena do Charles quando ele foi deixado no Radley ou na que, já como CeCe, ele é convidado pela própria família para passar o fim de semana com eles. Sério, pessoal, eu entendi totalmente o lado dele e não julgo as meninas por entenderem também. Vocês tinha que ver minha reação quando revelaram tudo. A primeira coisa que gritei foi "mas como? Ela namorou o próprio irmão?!!", mas sabemos que a ABC Family é uma emissora de família e CeCe logo contou que ela e Jason nunca passaram de beijos.

Mas enfim, vamos seguir para os outros dramas. Além disso, descobrimos que não foi CeCe que matou a Jessica, o que já nos deixa curiosos para saber quem fez esse favor ao mundo; que Sara é não só a Red Coat como a Black Widow (deixando claro que os roteiristas não tinham opções porque poderiam chocar de duas formas diferentes), mostrando o que Deus e o mundo já sabia; e que Mona foi quem matou Bethany. Sobre Sara só tenho a agradecer Emily por ter dado um soco nela, lavou nossa alma. Agora sobre Monão assassina muita gente se perguntou porque ela ajudou Ali a fugir de Rosewood horas mais tarde. Amigos, vamos ser espertos não é? Além de talvez sentir-se culpada por ter tentado matá-la, Mona tirou o nome da lista ao ajudá-la, afinal Ali não iria desconfiar dela após isso.

E falando na menina DiLaurentis, ela foi a contemplada em ficar "presa" em Rosewood. Quebramos a cabeça apostando em uma das meninas e nem desconfiamos que seria Ali, não é? E mais: virou professora e casou com um médico destruindo nossos corações Emison shippers. O ator que vai interpretar o cara é o Huw Collins e é muito melhor que o Lorenzo, não é? Agora só espero que o Lorenzo suma da série depois de todo o machismo que esse ator teve com a Sasha. E para completar, nos deixam com a cara na poeira com aquele final onde as meninas gritaram para ela "Ele está vindo atrás de você, vamos fugir". E como sempre, só descobriremos quem é esse ser na volta da série em 2016.

E isso foi tudo, pessoal! Muita gente odiou esse episódio ou a explicação de -A e já gritou nas redes sociais que largou a série. Então, se você não vai largar, voltamos a nos ver ano que vem com a segunda parte da temporada. Mas poderia ser pior, gente! Pelo menos não ficamos cinco anos presos num porão com as mães das Liars ou namoramos com o próprio irmão como o Jason. Enfim, obrigado por me acompanharem até aqui. Beijos, -R.

P.S.: Até agora não entendi porque o nome da Bianca Lawson (a Maya) estava creditado no IMDB desse episódio. Seria apenas um erro deles ou a série realmente mudou os planos de última hora? Mistério...

P.S.2: Se você ainda tem alguma dúvida sobre o episódio, vale ver essa essa entrevista da Marlene sobre o episódio.

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
3 Comentários

Comentário(s)

3 comentários:

  1. Pra mim o problema do episódio não foi o fato de -A ser trans, porque eu, sinceramente, amei essa estratégia e achei muito bem pensada. O problema foi ser a CeCe, que é tão.... Sei lá. Who?
    Mas, de resto, o episódio foi bom. Só gostaria de saber por que a Sara ajudava a CeCe.
    Ah, e o que houve em relação ao Lorenzo com a Sasha?

    ResponderExcluir
  2. Esse episódio foi bom. Não sei porquê, mas já tô amando a CeCe e não quero que matem ela. O RUIM É ESPERAR ATÉ O ANO QUE VEM!! Já basta GoT :( Eu gritei quando a Emily deu um soco naquela peste da Sara! HAHAHAHAHAHHAHA

    ResponderExcluir