quinta-feira, 30 de abril de 2015

[Crítica] Game of Thrones - 5x03: High Sparrow


Não há justiça no mundo.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Três semanas já se passaram desde a estreia de GoT, que teve quatro episódios vazados, mas deles, o que mais gerou polêmica, sem duvidas foi esse. Tudo porque ele está produzindo uma guerra interna entre os fãs da série e agora supera a dicotomia leitores e não leitores. Apesar de estar morrendo de vontade de comentar sobre isso, deixarei para o final, porque pretendendo fazer um levantamento e tentarei ser imparcial, já que apesar de não gostar muito da Sansa, prefiro o plot dela nos livros.

Começando, com de costume, pelo início, Arya volta nesse episódio que, alias, mostra mais coisas que o passado. Mas antes de falar disso, só queria pontuar que o lugar que ela se encontra, além de se chamar a casa do branco e preto - o que é uma referência à inexistência de homogeneidade - é também o templo do deus de muitas faces, sim, mais um deus legal inserido na série, apesar de que falar um deus não é a melhor dicotomia. Resumindo é mais ou menos o que acontece com a trindade cristã, só que lá são vários, não é tão confuso quanto eu fiz parecer.

O legal é que a história do Templo e da irmandade é conectada, o fato de poder mudar a face, por exemplo, é uma consequência de se servir ao deus e tem toda uma explicação massa, que a Arya, pelo andar da carruagem, deve descobrir ainda nessa temporada, já que ela esta indo atrás e também porque acredito que o plot dela será diminuído - digo de sair nas ruas, etc. já que isso necessitaria de mais atores, mais um núcleo se formando e os produtores tem evitado isso, vide exclusão dos Homens de Ferro da série.

E ainda sobre a Arya, tivemos uma das cenas que mais gosto no livro, mas que não foi como eu imaginei; que é a parte que ela se "despi" de Arya Stark e começa a se "tonar" Ninguém, achei tudo muito fácil, bonitinho, ela estava vestidinha e tudo, (não, eu não queria ver a Maisie pelada) só acho que merecia mais drama, enfim. Ela ficou com a Agulha e é isso que importa no fim das contas, é isso que nos faz ter esperança de que mesmo após se tornar uma sem face, ainda assim a Arya Stark permanecerá e deverá buscar vingança.

                                                  Porque não é fácil ser ninguém.

Enquanto isso em Porto Real a Cersei começa a traçar seu próprio destino, as profecias da bruxa parecem ter ficado no passado, assim como qualquer companhia que ela poderia vir a ter - pelo menos até segunda ordem. Apesar de achar ela burra, na série seus movimentos parecem mais arquitetados, ela já eliminou o tio, mandou o Tyrell para Bravos, e agora se tem aliado ao Alto Pardal, apesar de saber onde isso tudo acabará, pelo menos parece que haverá racionalidade ai e não só o desejo insano por eliminar uma inimiga. 

Ah é, Margaery e Tommem casaram-se, nada tão espetacular como o Casamento Vermelho ou o do Joffrey, foi simples e rápido, inclusive foi até consumado, o que vai mitigar um pouco o plot da vingança da Cersei, sobre o qual teremos mais oportunidade de falar em um momento oportuno. Sobre a polêmica em torno de um garoto de 15 anos na cama com uma mulher. Gente é outra realidade, na era Medieval era assim que ocorria, aliás, a não tanto tempo assim, exemplo, minha avó casou-se aos 14 anos. Não é uma história contemporânea e mesmo que fosse, se serve para contar uma história é valido, então parem.

Sobre o novo arco da Sansa. O que vem sendo entendido como a chama da Terceira Guerra Mundial. Li ambas as opiniões e li inúmeras, tanto em grupos da série como blogs, como etc. consigo claramente vê o motivo da revolta dos fãs, assim como os motivos que levaram os produtores a optarem por esse arco. Sou leitor de J.K. Rolliwng, então não sou muito conciso, mas vamos lá. Todos já sabemos, isso é de domínio público, que o Ramsay é um psicopata. Bem pior que o Joffrey, os níveis de crueldade dele são imensuráveis. Nos livros há sim esse casamento, mas com uma falsa Arya, também conhecida como Jayne Poole amiga da Sansa.

A questão não é porque Jayne seria aceitável Sansa não. O que pesa aqui são os arcos e a relevância que esse plot trará para história individual da Sansa, a Jayne só ganha algum destaque depois do casamento, ela terá uma história sendo construída a partir desses eventos, isso a moldará de algum jeito, a Sansa não, ela já tem uma história isso poderia representar um retrocesso tremendo, ela já foi torturada por um cara medíocre, agora de novo, com requintes infinitamente mais cruéis?

                                                                                É...

Apesar da velinha dizendo: The Nort Remember  ter gelado até minha alma não acredito que a Sansa poderá fazer muita coisa ali não, ela não tem essa força, a resistência dela foi muito mais suportando ataques do que atacando e sinceramente não quero vê ela suportando os ataques do Ramsay não. Enfim, na melhor das hipoteses situação dela fica tão massacrante que os senhores do Norte se revoltam e salvam a filha do Ned, ou o plano de Mindinho se concretiza e Staniss derrota os Bolton e salva a Sansa, de qualquer forma odeio tudo isso. Não a quero sendo salva por ninguém, a queria salvando o Norte. Daí os produtores vem com o papo de que a Sansa é uma personagem importante e essa foi uma forma de valorizá-la. Não foi esse plot valoriza o Ramsay, ele será o centro não ela.

Você não pode sair sem saber:

- Jon Snow segue o exemplo do pai e é visto degolando Corvos na Muralha. Óbvio que assim como a atitude da Daenerys a dele foi acertada, já que o Senhor Comandante não pode ter sua autoridade posta a prova e suportar isso sem uma reação a altura, ainda mais se isso envolver a fraqueza daquele que deveria ser forte.
- Tyrion não suportou a ausência e saiu a procura de putas - Ps: Não vale comentar a outra polêmica em torno do cosputa da Daenerys, mas amor por favor. - E ao invés de acha-las deu de cara com o Jorah. Mas não acredito que o Anão corra riscos, ainda não, afinal de contas a gente sabe a qual rainha o Jorah obedece.
- Brienne e Podrick continuam sem função na série, bem que eles poderiam dar um jeito de juntá-los ao Gendry e o Beric, estou com saudades dos personagens. Ah! Que loucura é essa deles atravessarem o Fosso Cailin. Liberdade poética exagerando.

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário