domingo, 8 de fevereiro de 2015

10 ótimas séries que mereciam ter mais que uma temporada


As listas estão de volta! Agora, em um novo formato, elas serão liberadas semanalmente todo domingo - trazendo o melhor, o pior e as curiosidades do mundo das séries, filmes e livros. Esta (re)estreia toca em um assunto delicado e pode abrir feridas antigas nos nossos corações. Afinal de contas, quem nunca teve uma série preferida que foi cancelada brutalmente?

Abaixo vocês conferem a lista de dez produções que foram canceladas e nunca puderam retornar para um segundo ano. Alguns cancelamentos são mais sofridos do que outros, mas todas essas obras conseguiram se destacar em seu pouco tempo de exibição.


10- Emily Owens MD: Todo mundo virou o rosto quando a CW começou a produzir uma série envolvendo o mundo médico. Fãs de Grey's Anatomy e E.R. tiraram sarro, dizendo que a nova produção nunca chegaria aos pés dos grandes clássicos deste gênero. Felizmente, o objetivo de Emily Owens M.D. nunca foi o de competir com essas outras séries. Ela trazia um história leve e muito gostosa de assistir - com uma protagonista extremamente carismática, que tornava fácil para o espectador se identificar. Infelizmente, a série só durou 13 episódios, e terminou com o shippe favorito dos fãs afundando. Mais doloroso ainda foi saber que a criadora da série revelou que só precisava de mais nove episódios para contar toda a história que havia planejado.


9- Are You There, Chelsea?: Com uma personalidade muito marcante e um humor baixo, que não tinha medo de provocar o conservadorismo americano, Are You There, Chelsea? conseguiu se destacar dentre as comédias genéricas que estrearam nos últimos anos. Infelizmente, este foi o exato motivo da série não conseguir manter uma base grande de espectadores, tornando o seu cancelamento inevitável. Mesmo sendo um cliffhanger chocante, a série deixará os seus espectadores com saudades mesmo das aventuras e dos personagens carismáticos.


8- Firefly: Ainda que não tenha obtido os números de audiência necessários para garantir um segundo ano, Firefly se tornou uma das séries mais amadas, com uma base de fãs muito leal, cujo o esforço com compensado em forma de um filme. Apesar de ter tido uma vida breve, a série viverá para sempre, tendo o seu legado transmitido de geração em geração. Ao todo foram 14 episódios - que foram transmitidos em uma ordem errada (um dos maiores descasos do mundo das séries) pela FOX.


7- Ringer: Esta série certamente tinha tudo para emplacar, começando o seu ano com ótimos números para o canal CW. Infelizmente, depois da pausa de final de ano, Ringer viu sua audiência cair semana após semana. Ironicamente, enquanto os números ficavam menores, a qualidade da série só crescia. O primeiro episódio não apresentou nada muito interessante, mas vai melhorando com o passar do tempo. Do décimo episódio para frente é só tiro, porrada, bomba e muita reviravolta cretina. Uma das séries mais crocantes da TV americana exibida nos últimos anos. É uma pena que não tivemos um segundo ano, porque, além da trama que nos chocava a cada semana, tínhamos os melhores títulos de episódios, tais como: A Whole New Kind of Bitch, If You're Just an Evil Bitch Then Get Over It e It's Easy to Cry When This Much Cash is Involved.


6- Sirens: Essa foi uma daquelas séries que passei a acompanhar sem esperar muita coisa, e acabei me apaixonando. A trama seguia três paramédicos e os seus dramas pessoais. Todos extremamente carismáticos e interessantes. Além disso, a série era fofa e não tinha medo de tocar nos assuntos mais delicados para o grande público. Durou apenas seis episódios, e dá uma dor no coração só de lembrar. Em 2014, o canal USA exibiu a primeira temporada do remake americano - que foi renovado para um segundo ano. Não conferi, mas dizem as más línguas que não chega aos pés da produção original. Então por que não investir este dinheiro e continuar a série original? Vamos desapegar, que é o melhor a se fazer. (Crítica)


5- The Oblongs: Os espectadores americanos adoram uma animação voltada para o público adulto - basta ver o sucesso que produções como Os Simpsons e Uma família da Pesada fazem por lá. Infelizmente, The Oblongs não teve a mesma sorte. Contando com piadas e situações bastante ácidas sobre a sociedade americana atual, a série foi mal vista pelo público e amargou péssimos números de audiência. É uma pena mesmo! Era uma produção ousada e original, com alguns dos personagens mais esquisitos e azarados que já vi.


4- Dracula: Já faz alguns anos desde que a NBC tem tentado emplacar um sucesso sobrenatural nas noites de sexta-feira - para fazer dobradinha com Grimm -, mas tem falhado miseravelmente. Essa nova reinvenção na história clássica de Dracula foi apenas mais uma dessas tentativas. Ainda que sua estreia tenha obtido números muito satisfatórios, a série viu sua audiência perder fôlego até que não houvesse como retornar para um novo ano. Não posso dizer que esta primeira temporada é excelente, porque há vários pontos que deixaram a desejar. Foi somente nos últimos dois episódios que a história realmente conseguiu empolgar, animando todos para as tramas que haviam sido abertas para o ano seguinte. Infelizmente, assim como o seu protagonista, elas nunca verão a luz do dia. (Crítica)


3- The Nine Lives of Chloe King: Esta série pode não ser nenhum clássico ou lembrada por gerações a seguir, mas certamente merece espaço nesta lista por conta do seu chocante Series Finale. Desde o começo, a trama sempre apresentou uma história mais leve para os adolescentes, focada em triângulos amorosos e romances proibidos. Era uma série gostava de assistir... Pelo menos até o seu último episódio, onde um verdadeiro apocalipse acontece diante dos nossos olhos. Tudo o que deveria acontecer no decorrer da temporada se desenvolve em apenas 42 minutos, e é tudo muito agoniante. No final nada fica no lugar, deixando os espectadores se abraçando em um canto escuro depois de descobrirem que não saberiam o que aconteceria depois de tudo aquilo. Como já disse, um dos desfechos mais chocantes e abruptos do mundo das séries. Anos mais tarde, a ABC Family iria produzir um filme para dar um final digno para a história da série, mas não seguiu em frente. Sendo assim, os produtores liberaram o script do filme, que carregava o subtítulo Salvation, na internet. Para ter acesso ao script completo, clique AQUI. Já se você não quer ler tudo isso para ter suas dúvidas mais básicas sobre o último episódio da série respondidas, clique AQUI - para um resumo eficiente que dará a todos uma sensação de encerramento.


2- Moonlight: Esta série estreou na TV americana antes dos vampiros se tornar uma verdadeira febre, e isso pode ter sido determinante para o seu cancelamento. Especula-se que, se tivesse sido exibida um ano mais tarde, teria sido um enorme sucesso. E não é para menos! A história é envolvente, com um casal de protagonistas cheio de química. Além disso, a trama apresentava sua própria mitologia em torno dessas criaturas supostamente das trevas, repaginando tudo aquilo que conhecíamos sobre elas. Uma das minhas séries favoritas - sofro até hoje em falar sobre ela. (Crítica)


1- Almost Human: Esta série não foi exatamente um fracasso de audiência. Apesar de ter obtido números mais tímidos no começo, a audiência aumentou na reta final, tornando todos os fãs esperançosos para uma segundo ano. Infelizmente, a FOX decidiu não ir em frente com a produção. O motivo teria sido o enorme orçamento que a série precisava para produzir os seus episódios - cheios de ótimos efeitos visuais -, trazendo prejuízo para a emissora. Almost Human trouxe uma história com uma ótima e carismática dupla como protagonistas, e só pecou por não se aprofundar na rica história sobre o futuro que havia sido apresentada. O enredo se prendeu muito nos casos semanais, deixando para desenvolver tarde demais a verdadeira trama da temporada (que só deu as caras em um único episódio, o nono).


The River (Bônus): Sua execução não foi das melhores, mas esta era uma série muito diferente de qualquer outra produção que já foi ao ar nos últimos anos. Teve os seus altos e baixos, mas certamente merecia a oportunidade de aprofundar sua história em um segundo ano - principalmente depois daquele desfecho de tirar o fôlego de qualquer um.

φ

Certamente esta lista nunca iria conseguir comportar todas as injustiças. Então, qual é a opinião de vocês? Quais séries estreantes que mereciam ter tido mais uma chance antes de terem sido cortadas? Quais foram os cancelamentos mais dolorosos?
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
3 Comentários

Comentário(s)

3 comentários:

  1. Ringer e Chloe King eram muito boas mesmo. tem tantas canceladas que eram boas: the lying game, the secret circle, privileged... sugiro uma lista das séries que já terminaram (com um series finale fechando tudo) mas que deixaram saudades

    ResponderExcluir
  2. Concordo com a maioria, já que não assisti todas as series da lista!
    Minha indignação é com Twisted que com tanto mistério, tantas revelações merecia um segundo ano!

    ResponderExcluir
  3. nao me conformo com o tratamento q bitch of apartment 23 teve. a emissora cagou pros fãs na segunda temporada, inverteu ordem de episódios, repetiu. enfim...a série não era aquela coisa espetacular mas tambem foi cancelada de forma abrupta.

    ResponderExcluir