sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

[Crítica] Abdução


Direção: Matty Beckerman
Ano: 2014
País: EUA
Duração: 85 minutos
Título original: Alien Abduction

Crítica:

Tema as luzes.

Mesmo com a menor demanda de found footages, eles continuam sendo produzidos aos montes. Já cansei de falar que a fórmula para este tipo de filme está completamente manjada, e, atualmente, para uma trama em primeira pessoa dar certo, ela tem que mostrar mais do que uma câmera tremendo e pessoas gritando. Isso pode ter sido assustador uma década atrás, mas agora já estamos todos cansados disso. Abdução chega com a mesma proposta de sempre, agora envolvendo alienígenas abduzindo pessoas no meio do nada. Sabia que nada diferente estava me esperando, mas pelo menos imaginei que poderia me divertir e levar alguns sustos. Ledo engano.

Na história, uma família que sai para acampar nas montanhas da Carolina do Norte, mas, graças a uma falha no GPS, vai parar em túnel rodeado por veículos abandonados. O pai da família, Peter Morris, desaparece e sua mulher e filhos correm em busca de refúgio em uma cabana próxima. Ali eles descobrem que as luzes avistadas perto do local têm relação com uma série de abduções alienígenas e sacrifícios humanos que são praticados há anos. Ao tentar alertar as autoridades, eles são descobertos pela ameaça alienígena, que a partir daí, tentam capturá-los custe o que custar.

A única surpresa que tive em relação a este filme foi a enorme quantidade de críticas positivas que encontrei em sua página do IMDB. Fiquei me perguntando se havia algo errado comigo, porque eu simplesmente detestei tudo a respeito dele. Como já deveria esperar, o diretor se esconde por trás dos clichês do found footage para desenvolver a sua história. Muita câmera tremendo, muitos gritos e, para completar, a imagem da câmera fica distorcida quando os alienígenas estão por perto. Que conveniente! Além disso, todas as cenas mais "tensas" são estrategicamente cortadas e disformes, para que só possamos ver um relance do que está acontecendo. Ao invés de investir em situações realmente assustadoras, o diretor prefere abusar das luzes e de uma trilha sonora que vai até o último volume quando qualquer coisa fora do comum acontece.

Um dos protagonistas do filme, o garoto que segura a câmera, é retratado como autista, mas em nenhum momento ele apresenta qualquer característica de uma criança que tem este problema. Logo fica claro que o roteiro apenas usou o seu autismo como desculpa para ele nunca soltar a câmera. É uma das decisões mais ridículas dos roteiristas. E o pior, não era preciso pensar muito para encontrar uma justificativa muito melhor para manter a câmera ligada, afinal de contas, a imagem não fica ruim quando os alienígenas estão por perto? Os sobreviventes poderiam usá-la para determinar quando estão correndo algum risco. E, apesar deles entenderem isso em um certo ponto do filme, os sobreviventes se mostram indiferentes quando a imagem volta a fica distorcida no final da história.

E, além de não conseguir sair do lugar do comum, o roteiro não traz qualquer explicação, reviravolta ou sequer um objetivo. Estamos falando basicamente de uma família sendo abduzida aos poucos. E o pior de tudo isso é que sabemos exatamente o que vai acontecer no final, porque eles tiveram a brilhante ideia de começar o filme com os últimos minutos do filme. Há diversas produções que usam este recurso, mas, nesta história, simplesmente não deu certo. Além de tirar o impacto do desfecho, ainda temos que testemunhar DUAS vezes aquela câmera caindo do espaço, se chocar no chão e continuar filmando (!!!). Depois dessa cena, a única coisa que eu preciso é saber a marca dessa câmera, porque eu vou correndo comprar uma.

Enfim, eu certamente não recomendo para ninguém, mas como muitas outras pessoas gostaram, acredito que vocês devem dar uma olhada caso o trailer abaixo tenha gerado algum interesse. Eu só posso dizer que achei uma enorme perda de tempo. Existem muitos outros filmes recentes deste mesmo estilo (Infectado) e temática (Os Escolhidos) que têm uma execução muito mais digna. Abdução é extremamente preguiçoso, não acrescentando nada novo ao found footage ou às tramas envolvendo abduções alienígenas.


Trailer Legendado:

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:

  1. Pura verdade aluguei o filme por cinco reais hoje 05/07/2016 preferia ter alugado a lagoa azul p filminho mais sem graça
    Jah fi coco melhor que ele

    ResponderExcluir