sexta-feira, 31 de outubro de 2014

[Crítica] The Walking Dead - 5x03: Four Walls And A Roof


Promessas devem ser cumpridas.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Não tenho do que reclamar deste começo de temporada de The Walking Dead. Ao contrário do histórico da série, os roteiristas têm usado bem o seu tempo, sem a necessidade de estender além do esperado as suas tramas. De fato, esse quinto ano está seguindo um caminho contrário, dando um desfecho para arcos que poderiam continuar sendo desenvolvidos por mais alguns episódios. Esse é justamente o caso do grupo de canibais sobreviventes de Terminus, que não conseguiram chegar muito longe depois que o seu lar foi invadido.

A grande questão é que eu esperava bem mais do Gareth. Desde a Season Premiere o enredo tem tentando desenvolvê-lo, mostrar que ele já foi como qualquer outro sobrevivente - antes de ser "quebrado" pelo mundo e ter se transformado no vilão que é hoje. Particularmente, acredito que os roteiristas sempre souberam desenvolver os seus vilões, como foi o caso do Shane e o Governador. Mas, infelizmente, eles também sempre passaram do ponto para dar um final para os seus arcos, principalmente do Governador, que resistiu uma temporada a mais do que era necessário, protagonizando um arco invejável de episódios para alguém que já deveria ter rodado.

É por isso que a morte brutal do Gareth e a sua turma do final do episódio foi uma surpresa - além de um verdadeiro tapa na cara. Esperava que pelo menos o líder do grupo conseguisse se safar de alguma forma, mas não teve jeito... Rick já havia feito uma promessa. Devo dizer para vocês, se alguém prometer que vai ter matar, não o deixe vivo... Porque as promessas costumam ficar no ar até serem resgatadas. O desfecho do episódio obviamente foi o ponto alto da trama. The Walking Dead sempre soube apresentar momentos tensos, dramáticos e muito bem construídos como este. Four Walls And A Roof termina de uma forma brutal, e muito bem executada.

Rick voltou a mostrar o seu lado "Shit Happens!", que é de longe a sua personalidade mais interessante. Acredito que a passagem e a tentativa de humanização do Gareth não foi para simpatizarmos com o personagem, mas sim para mostrar que qualquer pessoa pode ser transformar em um monstro em um mundo pós-apocalíptico, o que espelha diretamente esse lado sombrio do Rick. Ele, assim como a Carol, foi um dos personagens que mais evoluíram no decorrer de toda a narrativa. Porém, ao contrário da Carol, ele tem percorrido um caminho instável (uma hora ele está enfiando machetes nas cabeças alheias, depois vira fazendeiro e aquieta, logo é obrigado a mostrar o seu lado mais duro de novo etc).

Mais uma vez, o grupo se separou. Glenn, Maggie e Tara tiveram que seguir com o Abraham rumo ao destino pela cura (um plot que simplesmente não me desce, e ainda aposto que é tudo falsidade). Agora os roteiristas poderão dividir a série em três grupos: Rick, Hospital (que tem a Beth, e, consequentemente, Carol e Daryl) e Abraham. Considerando que o próximo episódio focará exclusivamente na Beth, e os próximos provavelmente continuarão a desenvolver sua jornada no Hospital, acredito que a trajetória do grupo de Abraham só deverá ser narrada nos últimos episódios dessa primeira parte (ou, quem sabe, sequer apareçam de novo até o próximo ano - algo que eu considero um pouco difícil).

O episódio terminou de uma forma curiosa, com o Daryl aparecendo no meio do escuro, sem a Carol do seu lado, e avisando para alguém, que estava com ele, sair das sombras. Quem era? Beth? Carol? Acredito que nenhuma das duas. Também não acredito que elas estejam mortas. Lembrando que tudo isso é a mais pura especulação, mas é provável que o Daryl tenha conseguido resgatar um novo personagem do hospital, enquanto a Carol se tornou uma prisioneira. Também é muito improvável que passamos a acompanhar a aventura dessa dupla no próximo episódio, que deve focar na adaptação da Beth neste novo lugar. Estou ansioso, porque esse parece ser um plot legal, onde qualquer coisa pode acontecer. Até a próxima semana!
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário