domingo, 26 de outubro de 2014

[Crítica] The Originals - 2x03: Every Mother’s Son


''Apenas os que sabem que estão perdidos vão pedir para serem encontrados.''

Review:
(Spoilers Abaixo)


E aqui estou para comentarmos o terceiro episódio de The Originals, que foi o que eu menos gostei até agora. O episódio não foi ruim, mas eu senti uma sensação de ser um episódio de enrolação, aqueles que servem apenas para fechar a cota de 22 episódios. Mas calmem, ele serviu para algumas coisas sim.

A começar pela Esther. A doida saiu do corpo daquela adolescente da colheita que eu esqueci o nome e agora está no corpo de uma bruxa da cidade que eu também não lembro como se chama. Antes disso, porém, ela planejou um jantar com os filhos e jogou as cartas na mesa, revelando sua razão por estar fazendo tudo isso: ela quer reunir sua família novamente, mas tirando o vampirismo de seus filhos, que claro, jogaram as cartas na mesa e afirmaram que não querem deixar de serem vampiros.

Mas a doida não desistiu e agora ainda quer persuadir Hayley à vir para seu lado. Espero que a saudade de Hope não atrapalhe a lobinha, afinal, ela está sendo muito bem desenvolvida nessa temporada. Sem Rebekah e com Davina e Cami aparecendo apenas em alguns episódios, Hayley assumiu o posto feminino principal do show e sua liderança é visível. Na primeira temporada, por conta da gravidez, Hayley não podia fazer muita coisa, mas agora, ela faz o que está e o que não está ao seu alcance para proteger seu povo.




Klaus, por outro lado, está enfraquecendo a cada semana. É perceptível que Esther que acabar com o emocional do filho para que quando ele perceba que está perdido, venha pedir para ser encontrados. Palavras da própria, tá? E como eu já disse na review do 2x01, é louvável ver que Klaus está derrocando pela filha que ele deixou bem claro que não queria, ao saber da gravidez da Hayley. Só espero que Klaus mostre logo ser ''O'' Klaus que nós conhecemos antes que seja tarde.

Enquanto isso, Marcel continua correndo por fora com aquele papinho de querer fortalecer os vampiros para quando for a hora da guerra final. Pra mim, isso não passa de papo furado e ele tem outras intenções com tudo o que vem fazendo. E em vista da derrocada que ele sofreu na temporada passada, ele deve estar planejando cuidadosamente seu ataque.

Por fim, vale mencionar que nem Kol, Klaus ou Elijah contaram para Esther que Mikael está vivo. Só quero ver quando todos os Mikaelson estiverem reunidos, frente à frente. Vão ser forninhos caindo para todos os lados. E espero que Rebekah e Hope estejam presentes na reunião. Não aguento mais esperar para ver Hope e Hayley se reencontrando. Vou chorar rios, aposto. Até semana que vem!

PS: Cadê a Davina? O Kaleb? A Cami? E o Nate voltando a ser o Kol?
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
2 Comentários

Comentário(s)

2 comentários:

  1. Eu gostei muito do episodio e não achei que foi de enrolação. Acho que introduzir os propósitos de Esther foi o objetivo e feito de forma bem interessante até. Ainda mais com os jogos emocionais que a bruxa doida faz. Acho muito legal como as atrizes conseguem pegar os trejeitos da Esther original (não lembro o nome da atriz). E os flashbacks estão muito interessantes tbm, sempre com propósito para desenvolver melhor a nossa família Original. Estou apreciando a série cada vez mais :)

    ResponderExcluir
  2. Como assim esse foi um dos melhores eps da temporada e a troca de corpo foi a melhor ideia que eles poderiam ter. Definitivamente a atriz mais velha é capaz de passar toda a carga dramática que a situação requer, enfim...

    ResponderExcluir