sexta-feira, 10 de outubro de 2014

[Crítica] American Horror Story - Freak Show | 4x01: Monsters Among Us (Season Premiere)


É Lucky Strike. É bom para você.

Review:
(Spoilers abaixo)

Há alguns meses, eu escrevia a última review da terceira temporada de American Horror Story, a pífia e errônea Coven. Uma temporada demasiada fraca para uma série que até então, havia se apresentado sempre tão criativa e inovadora – mesmo com o tema da primeira temporada, Murder House, sendo um clichê imenso –, principalmente pela belíssima Asylum, que dispensa comentários. Porém, apesar de ter odiado Coven, terminei a review do último episódio com uma visão positiva sobre o que viria pela frente, onde tentei encontrar as costumeiras pistas que o produtor, Ryan Murphy, sempre esconde, na tentativa de indicar o tema da próxima temporada e aguçar a curiosidade dos fãs da série. Apostei todas as minhas fichas em uma temática alienígena, o que achei ter sido bem claro pelas supostas pistas que encontrei, porém, acabei levando um tapa na cara – bastante dolorido por sinal – ao descobrir que não seria este o tema, e sim, um circo de horrores. Fui bastante surpreendido, não sei se positivamente ou negativamente, pois, na mesma época do término de Coven, começaram a surgir montagens de posters da nova temporada, intitulada “Circus” e o próprio Ryan Murphy desmentiu em uma entrevista, se não me engano, dizendo que ninguém havia adivinhado o próximo tema e que este definitivamente não seria ligado ao “circo”. Portanto, ficou parecendo que o produtor mudou o tema apenas para agradar a audiência, o que é uma coisa bem estranha e um pouco desagradável. Mas enfim...

O ano era 1932, o nome do diretor era Tod Browning e a sua obra, Freaks. Considerado um dos filmes mais polêmicos já feitos, esta obra permanece atual, sendo referência para diversos diretores, e como não poderia ser diferente, para American Horror Story. Saber dessa tal influência, foi a coisa que mais me animou para esta nova temporada, pois conseguiu me deixar curioso e ansioso para saber como tudo seria trabalhado e apresentado. E não me decepcionei, pelo menos não até agora.

Este primeiro episódio conseguiu ser um verdadeiro recorte de jornal, com cenas sobrepostas uma à outra, emendando os plots, de uma maneira aparentemente não linear, cobertos por uma belíssima fotografia. Isso soou bastante original e diferente do que até então tinha sido feito. Como não saudar o elenco maravilhoso que está sendo reaproveitado? É muito bom termos Sarah Paulson, Kathy Bates, Angela Bassett, Jessica Lange, entre outros, de volta em papéis que, espero eu, sejam melhores que os recebidos na temporada anterior.

Jessica Lange... Ah, Jessica Lange... Não tem como não exaltar essa mulher, não é mesmo? É impossível não ficar besta com a sua elegância ao fumar um cigarro e ao cantar. Maravilhosa, como sempre! Chega a dar um aperto no coração em saber que talvez este seja o último papel de sua carreira. Mas calma, pelo menos, creio eu, isso pode ser revertido... vamos torcer para que Ryan Murphy a convença a assinar pelo menos por mais dez temporadas, porque afinal, American Horror Story sem Jessica Lange, não é American Horror Story. Nunca será. Nem em sonho.

Praticamente, não temos quase nada para reclamar dessa primeira vista de Freak Show. Mas sim, tem uma coisa que me incomodou um pouco. A precipitada violência das “aberrações” quanto aqueles que entram em seu caminho. Tá, era bem claro que isso iria acontecer, mas para o primeiro episódio, esses atos já entregam praticamente a temporada inteira, que seria um possível confronto entre as aberrações e os habitantes da cidade. Bem óbvio, não? Mas pode ser que “esqueçam” esse plot e terminem a temporada falando sobre cultivo de brócolis japonês, deixando tudo numa boa, para o público engolir.

Por fim, boa história, bons personagens, boas atuações, boa fotografia, boa temporada... Já comprei o meu ingresso, espero não precisar ter que devolvê-lo.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
4 Comentários

Comentário(s)

4 comentários:

  1. Ainda não vi o primeiro ep, estava esperando a review, mas essa foi tão curta e desanimada que sinceramente...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi excelente, assiste!

      Excluir
    2. tb acho q a temporada promete

      Excluir
  2. excelente episódio, nem vi o tempo passar. Parece enfim AHS vai voltar as suas raíses.

    ResponderExcluir