quarta-feira, 30 de julho de 2014

[Crítica] Teen Wolf - 4x05: I.E.D.


"Eu vou dar porrada nela, Cindy". Brenda

Review:
(Spoilers Abaixo)

A essa altura do campeonato todos já devem estar sabendo que a série foi renovada para sua quinta temporada, que terá vinte episódios, e será dividida em duas partes - assim como a terceira. Gosto assim, full Teen Wolf. Essa temporada terá menos episódios porque o criador da série queria da uma "folga" aos atores, que estão crescendo e recebendo mais papéis nos cinemas. Tudo completamente justo - ainda que previsível! Vale mencionar também que o trailer da segunda temporada de The Originals já foi liberado, e o Daniel Sharman dá as caras. O cretino saiu da pele do querido Isaac para se trancar no freezer do esquecimento e figuração de Nova Orleans. #BitchModeOn

Passando a focar no episódio em si, o começo voltou a apresentar aquele típico cenário de filme de terror. Garota indefesa correndo de um assassino psicótico. Obviamente, a personagem não teria a menor chance - regras da morte do prólogo. Achei tudo muito bem conduzido, especialmente o desfecho no carro. Fica claro que a vítima não é fã dos filmes Pânico, apesar de que ninguém poderia ter previsto aquilo. Se um garoto lindo chega com um carro para te salvar, você realmente passaria essa oportunidade? Bem, a única coisa que me incomoda é a garota psicopata, que deve pesar uns 30kgs, e mesmo assim consegue sambar na cara dos seres sobrenaturais.

Quero dizer, eu não tenho nada contra essas atrizes fraquinhas que se revelam uma verdadeira máquina de assassinatos, mas a questão é que esta assassina não mostrou nenhuma habilidade. Sua arma - aquele fio que fica laranja e corta cabeças - é original e traz um conceito legal, mas certamente não combina com o seu tamanho. Como uma garota daquele porte consegue arrancar cabeças como se estivesse cortando o pão, minha gente? Seria mais crível se ela tivesse algum outro de arma, no qual ela não precisasse usar toda sua força - como a própria arma do seu namorado. Esta é a única ressalva, mas até acho que a atriz consegue dominar bem o lado psicótico do seu papel.

Especialmente quando ela fica agindo toda normal e fofa com o seu namorado, mas logo em seguida revela algumas expressões frias. E o mais legal é que Teen Wolf não está tentando desenvolver aquela velha questão "quem é o verdadeiro monstro?", afinal de contas, os assassinos são humanos e são mais cruéis que os sobrenaturais. Para abordarem isso, teria que ter uma pegada bem mais dramática, o que não é o caso. Os adolescentes caçadores são apenas parte do verdadeiro perigo que aguarda os nossos heróis até o final dessa temporada. Este episódio serviu para definir de vez o que está acontecendo nessa bagaça, e o fato é que a cabeça de todos os sobrenaturais tem um preço - e está sendo vendida a qualquer um que se interessar.

É por isso que estes não são os primeiros - esqueceram do Sem-Boca? - e nem serão os últimos a tentarem puxar o tapete dos nossos amáveis protagonistas. Olhando para a lista dos alvos, me surpreendi ao ver o quanto a Lydia vale. Estando em segundo lugar entre os mais caros, ela está apenas cinco milhões atrás do macho-alfa-absoluto, Scott - que custa vinte e cinco milhões. Outra grande surpresa foi ver o nome do Parrish entre os nomes da segunda lista. Quero dizer, não é uma surpresa realmente - já especulamos sobre isso diversas vezes - mas fiquei surpreso com a revelação ter sido jogada agora. E a Lydia é a única que sabe sobre isso por enquanto. Hashtag shippando horrores. #ShippandoHorrores


Gostei bastante do final do episódio, onde o Scott finalmente coloca moral naquele projeto de assassina e prova que a cordinha não serve para nada com o alfa que acabou com um time de outros alfas (Decaulian está de olho!). São cenas como esta que mostram porquê o Scott é o protagonista, de fato, desta série. Há algumas momentos na história em que ele impõe sua força - como quando ele espontaneamente se torna um alfa -, e prova que nasceu mesmo para ser um líder. Só estou esperando mesmo esse relacionamento com a Kira decolar, porque está tudo muito paradinho. Os roteiristas andam usando bastante a personagem como alívio cômico. Acredito que isso seja para que os espectadores se aproximem um pouco mais dela - já que temos um histórico de simpatizar com este tipo de perfil.

Por enquanto está dando certo, e eu quero muito vê-la jogando um pouco mais. Quero destacar também que Lacrosse voltou a ganhar atenção total da história. Apesar de ter aparecido bem mais na primeira temporada, e sequer mencionada nas outras, parece que o esporte voltará a ser recorrente na vida dos nossos personagens esta temporada. Até porque, vários deles estão na equipe, inclusive um dos assassinos. Enfim, vamos continuar acompanhando essa belezura, porque está tudo lindo demais. Esqueci de comentar, mas o personagem Liam foi promovido para o elenco regular no próximo ano. Será que a abertura vai mudar de novo? Vamos torcer.

- Não aceito aquele Danny #2, quero o original de volta. Mas a amizade entre eles o Liam é fofinha. Alguém falou hashtag shippando horrores? #ShippandoHorrores

- Margareth devia aparecer mais. <3

- O que foi a Kira tentando explicar para o pai dela o que ela achava que ele sabia? Foi tipo essa foto diva na fanpage do Bacon Feio no facebook.

- Foi o fim de Bonnie e Clyde? Quero mais, minha gente. Odeio e amo, me deixem!

- Argent vai mesmo matar a Kate? Só acredito vendo. Aquela vadia não voltou dos mortos só para morrer novamente, não é mesmo? Como já para ter Kate no elenco fixo? E cadê as cenas dela com o Derek? #AquelaHashtagJáMencionada
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário