terça-feira, 1 de julho de 2014

[Crítica] Grey's Anatomy - 9ª Temporada


Duração: 45 minutos
Nº de episódios: 24 episódios
Exibição: 2012-13
Emissora: ABC

Crítica:

Eles dizem que a morte é mais difícil para os que ficaram vivos. É difícil realmente dizer adeus. Às vezes, é impossível. Você nunca parar de sentir a perda. É o que torna as coisas tão agridoce. (Meredith Grey)

Não adianta, gente! Nem mesmo com esses meses de uma temporada para outra eu consegui me recuperar do final da Season Finale passada. O final da oitava temporada foi como o da sexta. O episódio chocou, mas foi pelas razões erradas. Não é de hoje que a Shonda vem matando os personagens principais, mas, convenhamos, nenhum outro tinha tanto apelo aos olhos do público quanto a frágil Lexie. Aprendi a amar a personagem, a querer vê-la junto com o Sloan. E ela acaba tendo aquela única cena de destruir corações. É como eu sempre digo: Nunca mais serei o mesmo depois do último episódio.

E foi exatamente assim que esta temporada foi "vendida": o ano em que tudo muda. Nós, assim como os personagens, estamos diferentes. Vemos as coisas por um ângulo diferente (e, por favor, nem começarei a falar sobre o buraco no meu peito). Não é de se espantar, porém, que a maior atingida seja a própria Meredith Grey. Agora acompanhamos um outro lado da personagem, que se assemelha muito à Bailey no começo da primeira temporada. Neste caso, ela recebeu um novo apelido - completamente carinhoso - por parte dos novos internos, Medusa. Gostei de ver essa mudança, e como foi trabalhada durante o começo dessa nova temporada. Destaco ainda a fala do Owen em relação à Mer, "Dra. Grey não é malvada, ela é forte".

E como se não bastasse a nossa perda no ano anterior, a morte de mais uma personagem principal volta a nos assombrar. Ainda por causa do acidente de avião, Mark Sloan, que marcou a série e evoluiu muito durante todos esses anos, partiu dessa para melhor. Sua participação neste episódio foi extremamente emocional. E o enredo ainda manteve todo o suspense sobre quem não teria conseguido sobreviver ao acidente, fazendo-nos acreditar que poderia ter sido a Arizona. Nos bastidores do programa, há boatos de que a ABC teria mandado a Shonda reduzir o orçamento, forçando-a a cortar um dos personagens principais.

Essa foi, sinceramente, uma boa temporada. Se desenvolveu a melhor maneira possível, juntando os pedaços em que os personagens foram deixados no final da temporada anterior. Foi mais um ano para se recompor do que apresentar coisas novas. Ainda assim, fomos apresentados a uma nova leva de internos, o que sempre nos deixa com um pé atrás. Desde o começo sabemos que nem todos irão nos agradar. O enredo não anda mais tão brilhante quanto outrora. Os novos personagens não são aprofundados, e não têm espaço em tela suficiente para se fixarem em nossas mentes.

A maior beneficiada do roteiro definitivamente foi a Jo, que engatou logo um romance com o Alex. Ela veio em um tempo certo para ele. Alex esteve no limbo dos relacionamentos desde que foi cruelmente abandonado pela sua última esposa, a Izzie. E essa é a primeira chance real que teve de construir algo significativo. É por isso que o enredo construiu com cuidado essa relação entre os dois, e de quebra mostrou um pouco sobre o passado da Jo. Não podemos dizer o mesmo dos outros internos. Além da Heather - que cresceu mesmo sem a atenção necessária do roteiro -, nenhum dos outros conseguiu se destacar. Heather foi sensacional! Seu jeito mais maluco conseguiu conquistar a todos, até mesmo os personagens. Suas cenas com o Shepherd eram divertidas. A personagem em si era diferente do molde clichê em que os outros internos se encaixavam.

Na retal final, porém, um dos maiores pontos negativos dessa temporada caiu em nós como uma verdadeira bomba atômica. Arizona traiu a Callie com a doutora safada. Essa decisão do roteiro foi covarde, e completamente sem noção. Todos os fãs ficarem revoltados, porque a Shonda pode mexer com tudo, menos com Calzona. Ainda mais se envolver uma trama pobre, sem grandes ações que justifiquem o que aconteceu. Como se já não bastasse ter perdido grande parte dos personagens carismáticos, a Shonda ainda se empenhou a destruir a reputação dos que já gostávamos. Péssima jogada!

Mas, enfim, focando na Season Finale, podemos dizer que ela deveria figurar entre uma das mais tensas, principalmente por se passar no escuro. Lembro de ter visto a promo, e pensar imediatamente em um filme de terror. Meredith e sua gravidez de risco esteve em foco, assim como nossos corações chocados, esperando pela próxima tragédia. E tragédias foram o que não faltaram: Tombos, acidentes de ônibus e pessoas sendo eletrocutadas. Mais uma vez, vidas ficam na linha, enquanto esperamos para saber quem se salvou apenas no próximo ano.

Para não deixar passar em branco, vale comentar alguns outros pontos marcantes dessa temporada, como o destino final da Adele, em Things We Said Today, que tornou o desfecho do episódio extremamente triste e emocional. A mudança do nome do hospital - e também da administração -, que deixou de ser Seattle Grace e se tornou Grey Sloan Memorial Hospital, uma homenagem linda a maior injustiça da série. E, por fim, qual o problema da Shonda com a Bailey? A personagem diminuiu muito dentro da trama com o passar dos anos, e não consegue um momento de paz. Sua personagem só sofre. Saudades da Nazista dos primeiros anos, colocando medo nos novos internos. Pelo menos, antes de passar por um drama intenso, ela esteve muito divertida em episódios como Bad Blood - e suas várias citações à Jogos Vorazes.

Confiram, também, as críticas semanais desta temporada:

1. Going Going Gone (Season Premiere) | 2. Remember the Time | 3. Love the One You're With | 4. I Saw Her Standing There | 5. Beautiful Doom | 6. Second Opinion | 7. I Was Made for Lovin' You | 8-9. Love Turns You Upside Down/Run, Baby, Run | 10. Things We Said Today | 11. The End Is the Beginning Is the End | 12. Walking on a Dream | 13. Bad Blood | 14. The Face of Change | 15. Hard Bargain | 16. This Is Why We Fight | 17. Transplant Wasteland | 18. Idle Hands | 19. Can't Fight This Feeling | 20. She's Killing Me | 21. Sleeping Monster | 22. Do You Believe in Magic? | 23. Readiness Is All | 24. Perfect Storm (Season Finale)
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário