sábado, 26 de julho de 2014

[Crítica] 2 Broke Girls - 2ª Temporada


Duração: 22 minutos
Nº de episódios: 24 episódios
Exibição: 2012-13
Emissora: CBS
Título no Brasil: Duas Garotas em Apuros

Crítica:

Depois da excelente Season Finale da temporada de estreia - marcada por um episódio duplo -, era mesmo de se esperar que algumas coisas mudassem neste segundo ano. Seria ao longo desses vinte e quatro episódios que as nossas garotas finalmente deixariam de ser "quebradas"? Vocês acham que elas nunca vão deixar de ser pobres só porque isso está sendo evidenciado no título? Bem, a grande resposta é que eu não esperava que a vida delas melhorasse neste segundo ano. E não tem nada a ver com o título da série, até porque, não seria a primeira cujo desenvolvimento tenha ultrapassado a proposta original (Cougar Town, alguém?), mas a verdade é que estava simplesmente muito cedo para algo realmente importante acontecer.

O que eu quero dizer é que 2 Broke Girls é um enorme sucesso para a emissora CBS, e prevejo que ela ainda terá muito anos de vida pela frente. As comédias do canal têm se mostrado muito duradouras, como Two and the Half Man e How I Met You Mother, e acredito que esta siga o mesmo caminho. E eu não tenho problemas em acompanhar as aventuras de Max e Caroline pelos próximos dez anos da minha vida, mas, convenhamos, até mesmo uma sitcom tem que ter uma história para ser desenvolvida. E a trama de 2 Broke Girls, apesar de simples, não mostra muita profundidade. Tudo isso me leva a questionar: a série teria mesmo fôlego para muitas temporadas? Me aprofundarei sobre isso na crítica da terceira temporada, que foi quando comecei a duvidar dos roteiristas.

Depois a Season Premiere desta temporada, a única coisa que eu estava esperando - além de reencontrar com minhas garotas quebradas favoritas -, seria ver as consequências do encontro delas com a Martha Stewart. De fato, aquele final foi surpreendente porque poderia trazer um "game chance" na vida das garotas. E, apesar de demorar algumas semanas para finalmente ser abordado, o roteiro finalmente voltou a desenvolver a trama que havia sido levantada nos dois últimos episódios do ano anterior. Para minha surpresa, isso foi apenas o começo de um grande avanço comercial na vida das protagonistas.

Digo que foi surpreendente porque pensei que demoraria um pouco mais para que elas abrissem sua própria loja. Foi muito legal ver que elas conseguiram realizar parte dos seus sonhos, mas também fomos nocauteados e ficamos com o coração partido quando o sonho delas estourou bem diante dos nossos olhos. Essa é a melhor temporada disparado - em termos de desenvolvido de história. Muita coisa relevante para a trama geral dos personagens aconteceu neste segundo ano. Tanto o sucesso quanto a queda foram importantes para a formação das meninas, que aprenderam de uma forma difícil que nunca devem cair depois de apenas um soco.

A temporada ainda trouxe um interesse amoroso pra lá de especial para nossa querida Caroline (é, ela estava mesmo precisando). Andy foi o melhor interesse amoroso que qualquer uma das duas já teve na série inteira. Não acredito que os roteiristas o descartaram de uma forma tão boba. Além de ser carismático, ele também era divertido, e não servia apenas de elenco de apoio, mas sim, conseguia somar com as dupla principal. Ainda tenho esperanças de que o personagem voltará em algum momento, ainda mais depois do sabor amargo que o terceira temporada nos deixou. Seria legal o Andy voltar com um pouco de doce para deixar essa série tão deliciosa quanto neste segundo ano.

Enfim, no final, para manter uma perspectiva positiva, temos uma Season Finale simbólica, que literalmente mostra que é possível encontrar novos caminhos - ou janelas de oportunidades. Certamente não tenho muito do que reclamar aqui. É a minha temporada favorita da série até o presente momento, superando até mesmo a primeira - apesar do primeiro ano ter algumas das melhores piadas de todos os tempos. Mas, vocês sabem como é, cada um tem sua opinião, e se vocês não gostaram da primeira temporada e abandonaram, dificilmente irão se identificar com esta - apesar de todas as minhas recomendações. Existem séries que nós simplesmente não conseguimos simpatizar, o que felizmente não é o caso desta para mim.

Confiram, também, as críticas semanais desta temporada:

1. And the Hidden Stash (Season Premiere) | 2. And the Pearl Necklace | 3. And the Hold-Up | 4. And the Cupcake War | 5. And the Pre-Approved Credit Card | 6. And the Candy Manwich | 7. And the Three Boys with Wood | 8. And the Egg Special | 9. And the New Boss | 10-11 And the Silent Partner/And the Big Opening | 12. And the High Holidays (Mid-Season Finale) | 13. And the Bear Truth | 14. And Too Little Sleep | 15. And the Psychic Shakedown | 16. And Just Plane Magic | 17. And the Broken Hip | 18. And Not-So-Sweet Charity | 19. And the Temporary Distraction | 20. And the Big Hole | 21. And the Worst Selfie Ever | 22. And the Extra Work | 23. And the Tip Slip | 24. And the Window of Opportunity (Season Finale)
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário