quarta-feira, 4 de junho de 2014

[Crítica] Salem - 1x06: The Red Rose And The Briar


A culpa é das estrelas.

Review:
(Spoilers abaixo)

Vamos nos poupar das desculpas e colocar logo a culpa em cima de quem deve ser colocada.

Que Mary é a rainha fodona do pedaço, já estávamos cansados de saber. Que ela faz de tudo para conseguir o que quer, idem. O que ainda não sabíamos é como ela se tornou a esposa de Sibley, depois que Alden foi para a guerra. Pronto, já entregaram a formula de um episódio perfeito, onde ficamos sabendo de tudo por meio de deliciosos flashbacks.

Mary não se tornou amarga e cruel por vontade própria e sim porque isto lhe foi imposto. As bruxas de Salem armaram toda uma conspiração para que esta se casasse com Sibley, o que envolve até o assassinato da esposa do mesmo. Estando casada, Mary sofreu todo tipo e abuso por parte de seu marido, coisa que me causou bastante repulsa. Depois dessas cenas, é extremamente compreensível todas as atitudes que a protagonista teve que tomar para conseguir a sua independência e poder.

Aos poucos, Mary vai descobrindo que as bruxas que lhe deram poder, foram as mesmas que destruíram a sua vida no passado. Tudo o que lhe aconteceu, foi feito de caso pensado. E a jovem foi usada como “arma” pelas bruxas, para conseguirem colocar o seu plano em prática. Tal plano poderia até ter dado certo se Alden não tivesse retornado, aflorando bons sentimentos no coração da moça, colocando em risco, tudo o que foi tramado.

No episódio, também temos Cotton e Alden numa tentativa frustrada de arrancar a verdade de Rose, que terminou numa cena extremamente sangrenta. Cotton continua servindo como um mero ajudante para Alden, o que, como cansei de falar, é bastante falho. Mas ainda tenho esperanças de que sua história seja mais aproveitada daqui pra frente.

Mercy, como disse na review anterior, está cada vez ganhando mais destaque e, agora, finalmente conseguiu o que queria e se transformou numa espécie de protegida de Mary, para total ódio de Tituba, que a cada minuto demonstra ser mais ciumenta e insuportável.

Em um momento final, quase que pincelado, é sugerido que Anne descobrirá toda a verdade sobre seu pai, mas isso é coisa para ser esclarecida no próximo episódio.

Por fim, não há nada do que reclamar em Salem. A série vem apresentado episódios fortes e envolventes. Seu nível é excelente, conseguindo colocar drama, terror e suspense na medida certa, aguçando ainda mais a nossa vontade de acompanhar os próximos episódios.

Por hoje é só, vou correr para me colocar em dia com a série, já que consegui o feito de atrasar uma semana. Pois é, não fiquem bravos comigo. Já disse de quem é a culpa. Até a próxima!
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário