terça-feira, 3 de junho de 2014

[Crítica] Game Of Thrones - 4x08: The Mountain and the Viper


Não há nada de glorioso na morte. Qualquer um pode morrer.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Cara eu estou no chão com esse episódio, sabe quando algo já tem um final anunciado, tu já sabes como algo vai terminar, mas ainda assim tu és tremendamente surpreendido? Pois é, me sinto assim nesse exato momento, tanto que já quero falar logo da porra desse combate, mas ela foi à última cena e não posso jogar a carroça na frente dos bois, enfim. Uma semana de hiatus mata qualquer pessoa, mas a consciência de que estamos a dois episódios do final da temporada mata muito mais. Então preparem seus corações porque coisas grandiosas estão por vir. Enquanto elas não chegam vamos falar do episódio que também foi grandioso.

Na boa não entendo o porquê dessa história toda em torno da Goiva, pois em verdade ela nem deveria ter ido pro puteiro, mas tem o lado positivo, pois serviu para o Sam sofrer um pouquinho já que foi a fraqueza e o egoísmo dele que jogou ela lá. Mudando de assunto, alguém mais ficou com medo da Yggrite? A banhada pelo fogo está cada dia mais cruel, sabemos que isso é saudade do Jon Snow, ou talvez uma preparação para o encontro que está por vir, o que não demorará muito já que a promo do nono episódio ressalta exatamente o confronto entre selvagens e a Patrulha da Noite. Só espero justificativas condizentes com o que os próximos eventos, já que claramente a Patrulha não poderá resistir aos selvagens sem ajuda.

O núcleo da Daenerys voltou a aparecer, ou seja, já se foi o tempo em que ficávamos dois, três episódios sem ver a Khaleesi. Pelo menos foi para uma aparição importante, mas antes de falar disso vamos falar do Verme Cinzento. Sinceramente, acho um plot idiota, seria mais legal se eles fossem irmãos porque a Missandei tem, ao menos nos livros, dois irmãos imaculados e que servem a Daenerys, se a história dela e do Verme girasse em torno disso seria mais impactante. Enfim, se duas mulheres conseguem se amar plenamente não vejo porque a ausência de pinto cause tanto drama. Mas, sobre o que realmente interessa, finalmente a espera terminou, já que a Daenerys deveria ficar sabendo que o Jorah era um traidor no instante em que ela descobriu que o Baristan era um aliado.


(lançada a campanha doe um pinto para um Verme e faça uma Missandei feliz)

A cena em si não foi grandiosa, mas causou revolta em muitos dos fãs da Não-Queimada que acharam um absurdo ela não perdoar o Homem-Urso. Acho que isso se justifica porque no livro ela quer perdoar e ele não pede perdão, já na série ele pede perdão e ela não perdoa. Gosto mais da versão em que ele não se ajoelha, e claramente a Filha da Tormenta precisa dele, então só nos resta esperar pra saber como ela irá se virar nos dias que seguirão. E ele também, já que Meeren não é mais uma opção. Não acredito que ele desistira dela fácil.

Fedor is back, eu nunca pensei que um dia perdoaria o Theon pelo que ele fez com Winterfell e os irmãos Starks, mas o Fedor o redime, não tem como guardar rancor apesar de achar que ele mereceu cada dedo esfolado. Em suma, o Fedor ajudou seu mestre a conquistar o Fosso Cailin para os Bolton, em troca o Ramsay ganhou o titulo de Bolton (nunca mais volte a chamá-lo de Snow, será um problema). Acho que agora eles se dirigem para Winterfell, que apesar de destruída ainda pode representar abrigo no inferno que se aproxima. Além disso, acho que aquela Arya que foi enviada para o Norte no dia que o Jaime chegou a Porto Real deverá aparecer muito em breve, eu torço por isso, não porque ela seja importante, mas pelo Fedor. Enfim, o Ramsay é um sádico traidor e só mesmo um tolo acharia que ele deixaria os Homens de Ferro livre de modo que foi bom ver alguns esfolados.

E agora Sansa. Quando ela entrou na sala eu quis matar os produtores (ainda não tinha se transformado na Alayne, seria reconhecida, bla-bla-bla), quando ela começou a falar eu quis matar ela, mas quando ela terminou eu queria me matar. Por um simples motivo: FOI FODA. Na boa,  Sophie Turner é uma ótima atriz e soube aproveitar muito bem um dos melhores momentos da sua personagem. Essa cena mostrou o quanto à personagem cresceu e que sim, podemos depositar algumas esperanças nela, principalmente sobre o futuro dos Starks, e aqui a série sai na frente, já que o nos livros é o Mindinho cria toda a história do assassinato da Lysa, assassinato esse que envolveu outras coisas/pessoas lá, mas que aqui não vale a pena comentar.


O que vale ressaltar mesmo é o fato da Sansa ter conseguido enrolar os senhores do Ninho, surpreendendo não só os espectadores como o próprio Mindinho e surpreender um dos caras mais espertos dos Sete Reinos não é pra qualquer um. Pra finalizar, a Alayne enfim apareceu, é nessa parte que eu perdoou os produtores por demorarem tanto a fazer a transformação, cara ficou perfeito, não sei se é possível mas a Sophie ficou ainda mais gata morena. Mas, o mais interessante será que assim como o Fedor a Sansa assumirá a personalidade da Bastarda, pior que nem da pra chamá-la de bastarda, já que ela não é filha do Mindinho. Enfim palmas para Alayne.

E o Gran Finale, foi uma das cenas mais impactantes de Game Of Thrones até agora, mais até do que a morte da Catelyn no Casamento Vermelho, a única reclamação que eu tenho a fazer é a seguinte: "Foi muito rápido", mas eu não vive nesses quatro minutos e alguns segundos e me vi o tempo todo torcendo pro Oberyn mesmo sabendo qual seria o final daquilo tudo. Tipo quando a lança dele se partiu, eu quase tive um infarto, coisa que eu tive quando a cabeça dele foi esmagada, nunca esperei por algo do gênero e a Cersei maldita ainda da um risinho, teu dia chegará maldita.

Infelizmente R'hllor não faz parte desse núcleo e não fazemos a menor ideia de por onde a Melisandre está, então ninguém será ressuscitado nessa porra, perdemos um dos melhores personagens de todos os tempos, o que consola é que ele era um bom reprodutor, entretanto minha vida se tornará mais difícil sem Oberyn Martell nela, mas se a minha será difícil a do Tyrion será impossível. O pai dele nem esperou o coração da Víbora parar e já anunciou a execução do Anão. E só a titulo de curiosidade, infelizmente o Montanha não morreu, li em alguns lugares as pessoas falando que ele morreu, isso não aconteceu, ainda, mas a lança estava envenenada, o que é obvio já que o seu dono é considerado um cobra, então o Montanha sofrerá muito pelo que fez, garanto que isso será pior do que a morte, espero que eles mostrem um pouco disso na série apesar do cara que faz o Montanha não ser ator, não custa nada ele da uns gritinhos pra alegria geral.

QUANDO EU VI ISSO.

EU FIZ ISSO.
(Na verdade eu continuo assim)
A boa notícia é que a cabeça continua no lugar.
(Ps: lembrei de você Tamires rs)
Pontos Importantes!? 
  • Só o riso da Arya, quando eu vi as fotos dela e o Cão no Ninho não acreditei, mas é só mais um daqueles plots em que as coisas quase dão certo. Acho que enfim a Arya irá se encaminhar ao seu destino, provavelmente na Season Finale.

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
2 Comentários

Comentário(s)

2 comentários:

  1. Caracas! A gente pensa juntos. Você descreveu simplesmente tu-do que eu pensei desse episódio. Eu estou chocada. Já sabia o que ia acontecer, quem seria o vencedor. Mas porra! O que foi aquilo. Demorei um tempo pra dormir. Oberyn era um dos meus personagens preferidos. Espero que a Montanha sofra muuuito com o veneno! A Sansa foi incrível. Prendi minha respiração quando ela entrou. Quando começou a falar pensei: fudeu tudo. Quando terminou de falar ficar chocada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim minha cara, somos o eu não eu do outro huahuahua. Espero que tu tenhas aproveitado a insônia pra dar uma lidazinha em Alexy kkkkkkkkkk

      Excluir