terça-feira, 3 de junho de 2014

[Crítica] Awkward. - 4x05-07: Overnight / Crowning Moments / After Hours


Está na hora de uma nova perspectiva.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Pode até soar repetitivo, mas não consigo deixar de começar minhas críticas sem dizer o quanto essa temporada está melhor que a anterior. Mas também estamos bem no começo, né. Vamos lembrar que o terceiro ano desandou na segunda metade. Enfim, como vocês perceberam, a validade da série na grade do blog está chegando ao fim. Detesto ter que fazer isso, mas provavelmente irei "cancelá-la" na Summer Finale, o que resultará na sua retirada da grade do Meu Mundo Alternativo. É claro que ainda há chances de alguém resgatá-la, então não percam tempo. Mais detalhes serão dados no final do texto, como de costume.

Estes três episódios vieram com uma proposta diferente, para refrescar a trama da série. Chega de Matty correndo atrás da Jenna, e vice-versa. Não é como se eu não torcesse pelo casal, mas estava na hora do roteiro se desvencilhar dessa proposta e apresentar algo novo. Eis que surge Luke, o mais novo personagem da história. Muito superior aos apresentados neste novo ano, eu realmente espero que ele dure bastante na trama - o que eu duvido muito, se levarmos em consideração os eventos de After Hours. Mas, enfim, estes episódios ajudaram a tirar a série do lugar comum, pelo menos no que diz respeito à protagonista. Os outros personagens infelizmente não estão trilhando o mesmo caminho.

Vamos começar pela Eva, que mais uma vez mudou o meu conceito. Eu curto o fato dela ser toda vadia e mentirosa em suas histórias mirabolantes, mas, vira e mexe, os roteiristas querem torná-la uma espécie de vilã. E eles estão conseguindo. Desde Overnight, a competição entre a Sadie e a Eva teve início. O quinto episódio foi satisfatório, e nos reservou algumas cenas engraçadas e ousadas. Infelizmente, ao apostar na mesma proposta, o sétimo episódio não teve um resultado tão positivo. A forma como os roteiristas trabalharam essa rivalidade entre as duas não foi equilibrada, o que contribuiu - e muito - para pintarmos Eva como a vadia falsa que nós suspeitávamos que ela era. Será que há salvação para ela depois disso?

Independente do que acontecerá com a Eva, é admirável a construção da Sadie desde o começo da primeira temporada. A personagem nunca deixou o seu bitchismo malvado de lado, mas ganhou uma enorme profundidade nestes dois últimos anos. Fiquei com pena da personagem em After Hours, depois do seu inesperado término. Meio sem sentido, e vindo em uma momento que nada parecia quebrar esse casal. Mas esse acontecimento pode direcionar a Sadie para novas tramas, o que deve ser interessante. Já quero uma vingança época contra a Evadia (apelido carinhoso dos fãs).

Jake e Tamara continuam batendo na mesma tecla. Pensei que, depois do término, eles poderiam desenvolver suas próprias histórias sem ter que se fundir um no outro. Infelizmente eu estava errado e, agora que estão separados, eles nunca pareceram tanto uma só pessoa. Toda essa briga e fixação em mostrar o quanto está melhor do que realmente está na internet só é interessante porque é uma tema real do dia a dia. Vai dizer que você nunca postou uma foto em uma rede social para mostrar o quanto você estava feliz (com um alvo predeterminado em mente)? Enfim, nem todos, mas são casos como este que vemos todos os dias ao abrir o facebook, por exemplo. Você tem que se esquivar de todas as indiretas, porque elas estão correndo soltas pela rede. E o roteiro está desenvolvendo isso de forma eficiente, ainda que não goste nenhum pouco desta trama.

Por último, só nos resta falar da protagonista, Jenna. Quando estava começando a gostar novamente da personagem, e apreciando sua fase mais madura, fiquei triste em ver sua recaída. É aquele velho clichê: Você nunca sabe que quer alguma coisa quando a ver com outra pessoa. E a Jenna deu uma recaída feia em sua mentalidade. Espero muito que não continue batendo na mesma tecla, porque já está se tornando cansativo. Sem contar o mega fora que ela levou do Matty. Sério, gente, doeu até mesmo em mim! O personagem continua fazendo sua transição para uma babaca, mesmo depois de ter enfrentado sua mãe na frente de toda escola (achei que esse seria o fim de sua autodestruição, mas me enganei).

Enfim, apesar de todos os defeitos, a série continua fazendo o melhor possível para fazer sua história evoluir. Não posso me esquecer, também, que a Eva ficou no escurinho e deixou seus amigos serem presos (EVADIA!). Bem, por último, está na hora de avisar a todos que não ainda há ninguém disponível no Meu Mundo para fazer as críticas semanais de Awkward. e, apesar dos meus esforços, não conseguirei mantê-la no blog por muito tempo. Então a salvação da série fica nas mãos de vocês! Se alguém se interessar em fazer as reviews semanais da série, basta mandar uma crítica de um episódio recente para o meu e-mail (nefferson_2@hotmail.com), que eu retornarei a todos. Vale lembrar que estamos buscando textos de caráter crítico. Boa sorte!

Sambando na nova geração.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:

  1. Awkward é uma série balanceada: com episódios bons,ótimos e os ruins. Eu gostei da temporada anterior(apesar de ser criticada pelos fãs),por que mostrou o quão influenciável os jovens são. Essa temporada mostra,de certa forma,as consequências dos erros cometidos no ano anterior. E sim,acho essa melação entre Jake e a Tamara um saco. A série tem previsão para quantas temporadas mesmo? Só acho que eles não devem exceder esse limite,por motivos de $$$,por que vi séries ÓTIMAS,que por esses mesmos motivos,arrastaram personagens para o abismo,tramas estúpidas,e até mesmo com uma atuação duvidosa,só espero que esse não se torne o futuro dessa série,que eu gosto demais,vamos focar também que ela nasceu como uma comédia,não é um drama,havia certos arcos mais "dramédia",mas tornar ela uma típica série americana seria um descaso com os que assistiam desde a S1.

    ResponderExcluir