quinta-feira, 8 de maio de 2014

[Crítica] Bates Motel - 2x10: The Immutable Truth (Season Finale)


Help me, please.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Acabo de chegar à conclusão de que séries são iguais a relacionamentos, quanto mais tu crias expectativas mais frustrado tu serás. Porque, na boa, estou decepcionado com essa Season Finale. Achei o episódio mais fraco do que alguns que tivemos ao longo da temporada. O terceiro, por exemplo, foi muito melhor. Inclusive o gancho para o quarto episódio foi mais atrativo do que o gancho para a próxima temporada. Porque convenhamos o Norman fazendo cara de mal não é algo que vai me fazer perder o sono imaginando como será que isso vai se desenrolar. O pior, o que realmente me deixa frustrado é que eu realmente gosto dessa bagaça, então vê-la terminar assim, meio sem graça, me parte alguma coisa.

Pelo menos as coisas se desenvolveram de forma rápida. O Dylan e o Romero formaram uma parceria na primeira metade do episódio. E a essa foi a parte com mais ação ou pelo menos com uma real possibilidade de algo grande acontecer. Enfim, Dylan e Romero voltara a casa do Ford, constataram que ele estava morto e começaram a seguir uma pista sobre o paradeiro do Norman. Que mesmo estando machucado não foi liberado do polígrafo. Mas a caçado da dupla não parou por ai, eles foram atrás do Zene, que mesmo sendo idiota (não me canso de falar isso) sacou que a irmã estava armando pra ele. Em suma, Zane mata a irmã e é morto, de forma épica, pelo Romero. Já foi tarde. O legal = Dylan será o novo chefe do tráfico. O chato = o plot guerra dos traficantes foi mal aproveitado.

Já na parte Bates, tivemos a volta do Norman e a recepção dada por sua mãe, desdes o início, aliás, desde o episódio passado, já deu pra perceber o que rolava entre eles, mas deixemos isso pra daqui a dois parágrafos. Eu gosto da interação entre eles, mesmo quando ela é cercada de desconfiança, apesar de que às vezes a superproteção da Norma irrita, não seria mais fácil ela buscar um tratamento pro filho que ela tanto ama? Mas não ela quer ocultar tudo como se isso fosse fazer o problema desaparecer, no fim ela merecerá o que o destino lhe reserva.


Já a parte de suspense em que mais se teve certeza de que não daria em nada ficou por conta do Norman, que resolveu organizar sua vida. Enfim, indo direto ao ponto, ele havia decidido suicidar-se, mas a ideia que estava subentendida, até pela promo, que me alegrou mais do que o episódio, era de que ele colocaria em risco - e não mataria -  a vida da mãe, mas isso nunca foi uma possibilidade, apesar de todo aquele discurso de que não confiava mais nela o Norman a perdoou e está novamente sendo manipulado. Tudo bem que a Vera Farmiga não vai morrer tão cedo, mas o roteiro perdeu a chance de ser ousado e colocar a Emma pra descansar em paz, não custava nada o Norman tê-la matado, apesar de que não teria uma justificativa plausível, mas teria sido algo legal de se ver.

E então veio a confirmação, não me considero um cara religioso, apesar de ter sido evangélico quase minha vida toda, hoje vejo "Deus" em uma perspectiva totalmente diferente, sem amarras e sem dogmas, mas uma mãe beijando um filho me causou um certo incomodo. Não imagino uma cena igual indo ao ar no Brasil, como hipócritas e controladores demais para permitir isso. Em suma, mesmo me incomodando admito que gostei, é um bom plot, mas não poderia ser usado como o plot da season finale, porque isso já esperávamos, não é algo aterrador e nem excitante, então como consequência, apesar das diversas juras de amor, tivemos um episódio final chato.

Pontos finais:

  • A cena entre o Dylan e a Norma foi emocionante, eles voltam reconciliados para o terceiro ano.
  • A Emma tanto pediu que foi incluída no plot, tarde de mais, porém ela não pode reclamar, está com emprego garantido por mais uma temporada.
  • A Norma ganhou uma nova inimiga, a imã do George não pretende deixar barato o que ela fez com o coração do pobre moço.
  • Espero o dia em que a Norma pegue o Romero.
ATÉ A PRÓXIMA TEMPORADA:

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário