quarta-feira, 2 de abril de 2014

[Crítica] The Vampire Diaries - 5x17: Rescue Me


Hormônios à flor da pele.


Review:
(Spoilers abaixo)

Meu Deus, como eu demorei a ver esse episódio! Foi tanta coisa para resolver que acabei tendo que deixar meu vício de lado por alguns dias. Mas aqui estou renascendo das cinzas para comentarmos Rescue Me. Todos sabem que eu não gostei do 5x16 e a promo desse deu a entender que teríamos mais uma semana focada no drama de Delena, então eu fiquei com um pé atrás com o que estava por vir.

Mas, felizmente, mordi minha língua e até as cenas dos dois foram bem legais. Para quem estranhou o ''felizmente'', não, eu não comecei a shippar Delena, mas todas as cenas dos dois foram interessantes essa semana. E é isso que eu quero. Por mais que eu não goste de um casal ou personagem, se ele trouxer algum crescimento para a mitologia da série, eu aceito de boa. E foi isso que aconteceu com Damon e Elena. Aquele jogo de segurar a vontade para não transarem na escola foi hilário e enfim, eles entenderam que precisam se separar, afinal, ambos fazem mal um ao outro (leiam Elena ao Damon, pois sem ela, ele vira o melhor personagem dessa bagaça). A cena inicial deles até me lembrou uma da Faye e do Jake, de The Secret Circle.

Gargalhei alto da cara que a Elena fez quando pensou que o Damon ia agarrá-la, mesmo com seus ''pedidos'' de stop. Juro que estava esperando que ela o agarrasse, pois quenga é o que ela sabe ser de melhor. Mas não, ela o deixou seguir e voltou para a faculdade depois de quase ser morta pela Liv, que quase foi morta pelo Damon. Aliás, falando na bruxa, descobrimos que ela e Luke têm uma ligação com os Viajantes e, principalmente, com aquela Hazel, que foi morta pelo Enzo. O plano inicial deles acabou sendo destruído com a morte dessa mulher, mas algo eles querem com os doppelgangers.


Eu havia pensado na hipótese de quererem trazer o Silas de volta, mas como todos vimos, um Markus chegou todo trabalhando nas almas dos Viajantes e saiu de dentro da nossa Bon Bon, que ficou mortaney na sala. Não vou nem perguntar se vocês acham que ela morreu, porque mesmo que isso tenha acontecido, todos sabemos que ela volta, mais cedo ou mais tarde. Falando na Bonnie, só eu achei inaceitável o nível de burrice dela ter comentado o fato do Jeremy desconfiar da Liv na frente do irmão dela? Bon Bon, você já foi mais inteligente!

Também amei a dupla feita pela Carol e o Enzo. O jogo de gato e rato lembra muito Klaroline, e quando o Enzo citou o Klaus, faltei virar da cadeira de tanto rir. Assim como o Stefan, a Carol tem uma facilidade imensa para criar laços de amizade, e a parceria dela com o Tom foi sweet forever. Pena que ele foi morto, eu já shippava. Diferente de Steroline, que eu só curto como friendship, sério gente, não quero que eles se envolvam, afinal, sabemos que depois que rola sexo, a amizade nunca volta a ser a mesma (?).

Eu curti bastante esse episódio, já quero ver para onde Carol e Stefan vão; quem é esse Markus; como ficará Elena na facul; se Bon Bon morreu; como vai ser a interação de Jeremy com Liv e Luke; se a Kath vai voltar; se o Enzo vai conseguir achar a Maggie, enfim, quero tudo. Pena que teremos que esperar até o dia 17/04, que é quando TVD volta com episódios inéditos na CW. Fiquem com a promo do 5x18 e até lá:

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
3 Comentários

Comentário(s)

3 comentários:

  1. ''pois quenga é o que ela sabe ser de melhor.'' KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.

    Agora sobre o ep, eu gostei bastante, porque sou Delena. Principalmente na cena que a Elena teve o sonho erótico kkk.Ah, eu gosto de Steroline, a cena deles juntos foi fofa. Resident Evil deverá ser foda!

    ResponderExcluir
  2. Ok,a primeira temporada nos trouxe Katherine,a segunda temporada nos apresentou aos Originais,e a terceira temporada mostrou o 'Mundo dos Espíritos' - aka,Otherside -,mas o que essas duas temporadas mostraram? Silas morreu na fase A dessa temporada,Augustine nasceu e se criou,mas morreu na mesma temporada que começou. Como Liv,brilhantemente citou,os viajantes seriam as 'Meias-Irmãs feias' dos bruxos,e isso quer dizer o quê? Ao invés de utilizarem o poder da terra,eles retiram sua mágica de sacrifícios? Para se manter jovem no corpo da Elena,Katherine sacrificou seu próprio corpo,e para Markos voltar á vida,sacrificou seus discípulos,e quase quebra a âncora. MASSSS ainda não mostraram o seu real potencial: o que eles querem com as sósias? Ao que eu entendi,eles são uma falha da natureza,que sempre repete a história de Amara e Silas,que violaram a vida,ao se tornarem Imortais,sendo assim,os Viajantes usariam as cópias dos mesmos contra as bruxas? Tudo isso seria uma guerra de facções mágicas? Ainda confuso sobre isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, a história dos doppelgangers é o ''plot twist'' da temporada, afinal, estamos sem os Originais. Eles jogaram a trama da Augustine, na minha opinião, para segurar e só voltarem a usar a dos doppelgangers no episódios finais, então estão segurando ao máximo, eu também ainda não entendi o propósito deles haha. Espero que esse plot tenha um fim digno

      Excluir