terça-feira, 8 de abril de 2014

[Crítica] Hannibal - 2x06: Futamono


Meu coração se sente espetado.

Review:
(Spoilers abaixo)

Desta vez, resolvem fazer um episódio onde o cravo – ou espineta – é, nitidamente, o instrumento musical principal. Diante disso, a única conclusão que consegui chegar é a de que querem me matar de amores.

Uma constatação inicial: tiraram o nome da Hettienne Park da abertura. Ou seja, a personagem realmente não irá mais aparecer. O que, como já disse, é uma pena, pois além da minha simpatia pessoal com a personagem, ela era realmente importante para a história. Mas qual o ponto de manterem a personagem depois de morta? Hahaha, Hannibal ainda não é uma série sobre espíritos!

Se tem uma coisa que Dr. Lecter não é, essa coisa é ser idiota. O canibal calculou brilhantemente os seus planos após perceber a desconfiança de Jack, e não pensou duas vezes antes de se atirar em cima de Alana. Os dois acabaram transando. Com isso, Dr. Lecter matou dois coelhos numa paulada só: conseguiu um álibi para poder ir até Gideon no hospital e conseguiu “enterrar” Will na cabeça de Alana, afastando-o de sua aliada e possível amor.

Will está sozinho agora. Sem Beverly. Sem Alana. Sem Jack. Sem seus cachorros. Sem ninguém. Dr. Lecter conseguiu o que queria e como não tem mais nada para tirar do prisioneiro, além de sua sanidade mental, vai fazer de tudo para destruí-lo e não medirá esforços para isso. Mas ouso em dizer que não por muito tempo, pois Dr. Lecter está começando a se encrencar.

Após suspeitas e mais suspeitas, Jack finalmente começou a investigar as acusações de Will, em relação ao canibal. Mandar os agentes examinarem a comida, foi uma sacada de mestre, mas nada perto do que encontrar Miriam Lass viva, no fim do episódio. Quer algo mais chocante que isso? Todo mundo achava que a personagem estava morta e de repente...

Como disse no começo da review, a trilha sonora foi um caso a parte neste episódio. Belíssima, do começo ao fim, assim como a arte plástica dos assassinatos, que continuam surpreendendo. Dessa forma, Hannibal chega ao centro de sua segunda temporada, mantendo o seu nível, sem deslizar um momento sequer. Agora, só nos resta esperar pelos próximos episódios dessa obra de arte e torcer para que ela seja renovada para mais uma temporada. Talvez seja cedo demais para pensar nisso, mas será que conseguirão superar esta temporada? Porque, em relação à primeira, esta é consideravelmente melhor... mas se a primeira já era incrível, e essa consegue ser ainda mais, o que esperar de uma terceira? Por enquanto, é só isso!
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário