quinta-feira, 24 de abril de 2014

[Crítica] Glee - O Início


Autora: Sophia Lowell
Editora: Galera Record
Lançamento: 2010
Título Original: Glee - The Beginning

Crítica:

Como tudo começou.

Bons tempos eram os anos iniciais de Glee! Eu gosto muito da 4ª temporada - diferente de quase todos os fãs -, mas verdade seja dita, essa quinta não está lá essas coisas. Mas se tem algo que o fandom concorda é que a 1ª temporada foi a melhor do seriado. Tudo ali era novidade e a cada episódio nos apegávamos mais aos alunos do McKinley.

E é por isso que eu estava animado para ler Glee - O Início, já que ele é uma prequel que conta como tudo começou. Como Quinn e Puck começaram o caso secreto? Como Rachel entrou para o Glee Club? Quando ela começou a ver Finn com outros olhos? Como Quinn e Finn começaram a namorar? Aposto que todos queriam um dia descobrir as respostas para essas perguntas e sim, com Glee - O Início, todas essas questões são esclarecidas.

Eu demorei mais de três anos para ler o livro (ele é de 2010), mas a culpa foi da falta de dinheiro e da indisponibilidade de estoque do mesmo na minha cidade. Mas, em uma ida rotineira numa loja, me deparei com o livro em promoção - obrigada Deus - e o comprei sem pensar duas vezes. A leitura flui bem, é um livro que sabemos que não terá reviravoltas frenéticas, mas você acaba se perdendo na leitura e pode ficar horas e horas lendo.

Por mais que a personalidade da maioria dos personagens sejam iguais às da série, como a de Rachel e Puck, por exemplo, em algumas não senti tanto essa conexão, como a de Santana. Aqui, ela não chega a ser ''A'' Santana que nós conhecemos, e isso me decepcionou um pouco, pois ela é uma das minhas personagens favoritas. Rachel foi bem menos chata aqui do que na série - lembrem-se, estamos falando da 1ª temporada e nela, a personagem era um porre, admitam!

Em várias cenas, sofri de rir, como uma que envolve Finchel, onde o Finn vai alertar a Rachel sobre um plano. Prestem bem atenção no nick do anônimo, é pra cair de rir. Sue - DIVA - também tem vários plots engraçados, assim como nossa Britanny S. Pierce. Mas como a Quinn sempre foi minha personagem preferida (saudades Dianna saudades), os capítulos focados na Cheerio e em Puck são os melhores.

A autora, Sophia Lowell, conseguiu dar boas respostas as perguntas já citadas. Seria vida ver um episódio especial baseado nesse livro, mas por motivos óbvios isso não pode acontecer (RIP Cory, e Dianna e Ryan são tretados whatever - mas nesse último caso, nada que um acordo não resolve, a lá Glee 100th). Porém, seria vida. E vocês, já leram Glee - O Início? Se não, o que estão esperando? É mais do que obrigação de todos os Gleeks lerem.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
4 Comentários

Comentário(s)

4 comentários:

  1. Rafael, se foi difícil achar o primeiro, imagina achar o Foreign Exchange e Summer Break rsrsrs

    ResponderExcluir
  2. já li o livro em 2011, quando via a 3ª temporada do programa. ele é realmente bem legal =)

    ResponderExcluir
  3. Eu vô comecei a assistir a serie pelo Artie, mas quando conheci melhor a Rachel, logo ela se tornou minha personagem preferida. Acho que me identifico demais com a mesma. Ela não era um porre!

    ResponderExcluir
  4. Depois dessa crítica, fui ler o livro e gostei muito. A Rachel é minha personagem favorita, mas realmente ela era um porre na season 1, tanto que comecei a simpatizar com ela apartir do 1x12. No livro suavizaram mais ela e ficou perfeita

    ResponderExcluir