terça-feira, 22 de abril de 2014

[Crítica] Game Of Thrones - 4x03: Breaker Of Chains


Dinheiro compra o silêncio temporário, a morte compra o eterno...

Review:
(Spoilers Abaixo)

Depois de um episódio que lavou a alma de todos nós, reles mortais. Game Of Thrones está de volta. A série simplesmente tem batido recordes de audiência, tanto do público que ver os eps legalmente, quanto dos que assistem por meios ilegais. Além disso, esse episódio me impressionou pelo cenário. Foi tudo, grandiosamente, espetacular. Ele também pode ser considerado um episódio de transição já que marca uma mudança na história de alguns personagens.

Dizia eu que, esse episódio representa uma mudança no futuro de alguns personagens. Mas, o mais afetado, com certeza será a Sansa. Devo dizer que amei essa parte, o Sor Dontos a levando, as pedras, a canoa,  a Cersei gritando. Tudo foi, exatamente, como deveria ser. Na guerra dos tronos ninguém nunca estará seguro, o Mindinho prometeu que ela estará. Só espero que ela não confie nele, em Porto Real todos são mentirosos, ele também era de lá, ela não pode ignorar os avisos. Ela amadureceu? Claro que sim, ela mesma diz em alguma passagem que a pele dela virou ferro. Mas, ela ainda não é um Tyrion da vida, pode acabar sendo manipulada pelo Mindinho, mas também pode aprender muito com o mestre da manipulação e é aqui onde reside as nossas esperanças em relação a Sansa, que com o Mindinho (e tudo o que ela representa) ela consiga deixar de ser manipulável e que talvez a criatura supere o criador. Chances de aprender a jogar o jogo dos tronos ela terá, mais que isso, ela poderá ser uma peça decisiva no final desse jogo.

Sem dúvidas, uma das cenas mais polêmicas desse episódio foi a da Cersei e do Jaime transando no Septo de Baelor, O abençoado, (que foi fantasticamente recriado) mas, ela começou de forma sutil, com o Tywin  mexendo as peças do jogo, os ensinamentos dele pro Tommem, além de sábios, foram voltados finalisticamente para obter um resultado e é ai que mora o perigo. Ele atribui todo o mau caratismo do Joffrey ao fato dele ser extremamente ligado a Cersei e como deu pra perceber ele não pretende deixar a filha "destruir" o sucessor do Rei. Prevejo uma guerra entre pai e filha. Mas, voltando a cena polêmica, não há dúvidas de que houve um estupro, o que revoltou muitos fãs da série, já que "nos livros não foi bem assim", pra mim não mudou muita coisa. Apesar de que transformou o Regicida em um cara que ele definitivamente não é, há honra nele, espero que ele consiga provar isso. Além disso, eu acredito que ela poderia tê-lo impedido, só não fez porque ela o manipula sexualmente, acho que ela tem esperanças que ao deixar ser tomada ele a ouça e mate o Tyrion como ele pediu, aliado a isso tem o fato de que isso representará uma ruptura entre os dois, não que eles não continuem "se amando", mas a descrença de um, no outro, tende a aumentar.


Sam e Goiva. Cara, estou muito puto com o Sam, nada a ver ele inserir a Goiva em uma casa de prostituição, com condições inumanas, sob o argumento de que, com essa atitude, esta protegendo-a, sendo que quem mais quer possuí-la, dos cem, é ele mesmo. A Goiva não é nenhuma Daenerys da vida, mas eu gosto dela, e ela tem alguma relevância na história. Esse plot dela é exclusivo da série, então eu não faço ideia de como vá se desenvolver, talvez ela se junte com aos selvagens liderados pelo Tormund, não sei o que esperar, mas sei quem odiar por qualquer coisa que venha acontecer com ela: Sam, O matador, porém, acredito que no fim ela deva voltar pro Castelo Negro. Às coisas por lá tendem a mudar e ela, pelo menos no livro, tem alguma participação nisso.

Stannis is back, na verdade, Davos foi quem voltou, além de comemorar a morte de mais um rei (agora só falta um) o Stannis também cobrou resultados da sua Mão, já que ela sempre crítica os métodos da Melisandre, mas nunca mostra os resultados satisfatórios alcançados pelo seu. Eu sei que, as partes do Stannis estão bem monótonas, até por isso a torcida dos fãs para que ele conquiste o Trono de Ferro não é muito grande, mas as coisas melhoram. Ou pelo menos esperamos por isso. Enfim, o que vale ressaltar dessa participação do Davos é que, além de ter melhorado na leitura, ele anda querendo fazer aliança com o Banco de Ferro, o que justificará ações futuras e, assim como foi citado no diálogo da Arya e do Cão, Bravos está cada vez mais presente, mal posso esperar.

Tudo bem que, assim como é uma cobra, o Oberyn é extremamente sexual. Mas já deu, o cara só aparece em orgia. Gente, também não é assim, ele não foi pra Porto Real só pra fod**. Poderia ter mais cenas dele com os Tyrell trocando farpas e tals. Enfim, pelo menos depois do sexo ele tem diálogos interessantes, como o  dele e do Tywin, onde ele deixa claro as suas intenções. Agora, além de ser um dos juízes no julgamento do Tyrion, ele (ou Dorne) fará parte do Conselho Menor, só não entendi o porquê disso esta incluso no pacote, já que ele veio pra Porto Real justamente pra assumir esse cargo, outra coisa que chamou atenção foi o fato do Tywin saber da existência dos dragões já que os westerosi, até no quinto livro, meio que ignoram, ou não acreditam na informação, assim com não acreditam na existência dos caminhantes brancos. Enfim, menos foda e mais ação pro Oberyn, por favor, o personagem é grandioso demais pra só aparecer trepan**.


E finalmente Meereen, que assim como o Septo de Baelor, foi fantasticamente recreada, (ostentação define) as piramides, as harpias, tudo perfeito, tanto que quando a Daenerys gritou fogo eu gritei não, aquilo não poderia ser destruído, ainda não. Por falar em Daenerys, não há dúvidas de que ela é uma personagem fodastica, mas a da série é bem mais, talvez porque não tenha tempo de mostrar os erros/medos dela na série, não sei, fato é que não tem como não ama-la, não sei se a imaturidade dela, em alguns aspectos, possa interferir nesse amor que os fãs sentem por ela. Enfim, o que vale destacar é que apesar do Daario ser, em tese, o mais descartável. O medo de que alguma coisa acontecesse com ele estava, o tempo todo, estampado na cara dela. Então, sua luta entre ser racional ou passional deve está muito próxima. Além disso, a Emilia é perfeita pow, deve ser extremamente difícil atuar, com o impacto que a cena requer, em um idioma que não existe, e ela tira isso de letra. Com um valiriano impecável. Além do que, a sua jogada com os escravos foi fantástica, Meereen não pode resistir se a sua agressão for interna. Porém, será se uma "criança" do verão conseguirá domar a cidade dos escravos? Resta torcer para que assim como o Robert ela não equipare vencer a dominar.

Sintam o poder:



Pontos importantes:
  • Podrick mostrando que é um homem de valor. Me emocionou a sinceridade entre ele e o Tyrion. Basicamente, ele é tudo o que o Tyrion tem agora, apesar de que ele pode, em alguma medida, contar com o Jaime. Mas, a fidelidade do Pod, em um mundo de cobras, é louvável. 
  • Os Selvagens são cruéis e estão cada vez mais próximos, acredito que o confronto entre eles e a Patrulha da Noite deva acontecer no nono episódio, que sempre foi grandioso. Até agora eles foram uma ameaça velada, creio que, de agora em diante, eles serão cada vez mais, uma ameaça real. 
  • A Margaery não está nem um pouco contente com o fato de não ter virado rainha, ainda, apesar de toda a "aparente" bondade, a personagem é ambiciosa. Muito pouco sabemos sobre ela e suas reais intenções já que ela não tem um ponto de vista nos livros e a maioria das coisas que sabemos sobre ela vem da Sansa que foi manipulada pelos Tyrell e da Cersei que a odeia mais que tudo, então não dá pra ter imparcialidade. Só nos resta esperar para descobrir até onde ela pode ir pra conseguir se tornar a Rainha dos Sete Reinos.
  • Arya e Cão de Caça, no momento eles formam a melhor dupla da série. Foi uma das melhores sacadas do Martin, quando o Cão rapta ela eu fico, como assim? Do nada? Mas valeu a pena, ela já era forte e destemida. Com ele, ela aprende a se desenvolver mais. E no fundo acaba gostando dele, diria que ele pode ser a primeira pessoa que ela tire da lista sem que seja matando. Além disso, os plebeus, que são o foco do quarto livro, e a devoção aos deuses começaram a ser inseridas na série. a crueldade dele para com o senhorzinho é irrelevante e já era esperada afinal ele ainda é o Cão de Caça.
4X04 PROMO:


Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
3 Comentários

Comentário(s)

3 comentários:

  1. Eu fiquei meio decepcionado com a cena... Ele negando toda hora... Dai a cena já acaba e eu fiquei: "Foi isso?".
    André, você sabe quando a cena de Petyr, Lysa e a Porta da Lua (falo assim para não dar spoilers para quem não quer saber) irá acontecer? Em qual episódio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se te falar. Mas, salvo engano, ela acontece na metade do quarto livro, lembro que acontecem algumas coisas antes. Então, a menos que eles cortem isso, é provável que não vá ao ar nessa temporada, talvez no começo da próxima.

      Excluir
    2. ATUALIZAÇÃO.
      Boas notícias, essa cena deverá ir ao ar nessa temporada, já saiu a sinopse até do 7 episódio e não falaram nada sobre a Sansa, Pytar, etc.
      Então deverá vir do oitavo em diante.
      Em tempo, a cena foi narrada no último pov da Sansa na Tormenta das Espadas, então eu me enganei mesmo.

      Excluir