sábado, 12 de abril de 2014

[Crítica] Bates Motel - 2x06: Plunge


Go home, mother...

Review:
(Spoilers Abaixo)

Definitivamente detesto estar fazendo isso de novo, até porque, sou uma das pessoas mais pontuais que eu conheço - pontual, não organizado. Mas ninguém está livre de casos fortuitos, e como eu sou só mais um na infinitude do universo (estou tendo um amor platônico, ignorem qualquer tendência ao ultrarromantismo), estou atrasado. O ruim é que quem ler deve esta me odiando, o bom, é que nessa temporada isso não vai mais acontecer. Eu postarei, no máximo, até quinta, os episódios de agora em diante. Ah! E para alegria geral da nação a série foi renovada, mas isso já era óbvio, seria um crime contra a  humanidade não fazê-lo. 

Fico animado ao ver o Dylan (ainda estou abismado com o fato da Norma não tê-lo procurado, ela parecia preocupada quando ele saiu de casa. Parecia!) ganhando cada vez mais destaque na história, sempre gostei dele e agora parece que ele se desvencilhou um pouco dos problemas familiares para encontrar os seus próprios problemas. Tendo quase se suicidado para salvar o chefe parece não ter sido algo tão idiota assim. Isso lhe trouxe algumas revelações, como a de que na verdade ele tem uma chefe que está disposta a cuidar dele e, mais que isso, que quer constituí-lo como o novo mandachuva do pedaço (isso as escondidas, já que o "chefe" idiota dele não pode perceber). Além disso, ela ainda fez uma visitinha noturna a ele ("não leve pro lado pessoal"). Aliado a tudo isso tem-se o fato de que ela não é nem um pouco confiável, é misteriosa demais, Porém é mais que bem vinda a série.


Emma, acabei errando nas minhas previsões sobre ela e o Norman estarem se afastando, (Apesar de que pode ser que eles se afastem já que ela não soube ficar de boca fechada e acabou contando pra Norma sobre os apagões dele). Mas, a parte mais tensa envolvendo a personagem nesse episódio ocorreu quando ela resolveu tirar "os tubos" de ar e, dando uma de Tarzan, se atirar no rio. Eu achei super válido o que a Cody fez, foi uma oportunidade da Emma viver, mesmo que aquilo pudesse ter tirado sua vida, mas viver é correr riscos, Ou não? Porém o Norman não gostou nada da situação e acabou despejando umas verdades na cara da "ficante" no melhor estilo Norma Bates. Pelo menos eles não fizeram drama com a situação.

Norman no início do episódio estava tudo as mil maravilhas, a relação dele e da Cody em uma crescente. Com direito a cena tensa no armário, achei que ele assumiria a personalidade da mãe novamente e iria acalmar a "peguete" isso não aconteceu, apesar dele ter apagado novamente. Talvez esse lance deles nunca daria certo em uma realidade qualquer, os dois são totalmente diferentes, porém ela traz o que falta nele e ele é protetor em alguma medida, sendo que um pode encontrar no outro exatamente aquilo que lhe falta, ou que ele precisa (vendo por esse ângulo eles tem tudo a ver).
Porém, depois do que ela fez com Emma (incentivar a pular do penhasco) o relacionamento deles parece começar a ruir, o que só piorou quando ele descobriu que ela foi a responsável pela "divulgação" da notícia sobre seus crescentes apagões e de a mesma ter chegado aos ouvidos da Norma. Como proteger o Norman sempre foi prioridade, ela acabou contando pro instrutor a situação do filho. (Cara três anos sem apagões pra poder tirar a carteira? É muito tempo). Mas ele sacou que mais que protegê-lo ela quer mantê-lo enclausurado, eternamente sob sua sombra e como não poderia ser diferente ele reagiu a altura, e aqui vale pontuar o brilhantismo do ator, as expressões faciais do Norman são perfeitas, o tom de voz, tudo...

Norma, nem só de proteger o filho vive a personagem. Além de conseguir (pactuando com o diabo de novo) o cargo de representante do conselho da cidade graças a ajuda Nick, além dos amigos que ela andou fazendo. Ela ainda teve tempo pra paquerar o Romero (devo dizer que faço gosto) e o carinha certinho que também está afim de dá uns pegas na viúva (acho que sou mais o estilo dele, deve ser por isso que meus amores costumam ficar no mundo das ideias, defendido por Platão). Enfim, ela, surpreendentemente, depois de boicotar qualquer chances que o filho tinha de dirigir acabou deixando o ir após uma discussão (pausa pra dizer que a Vera é muito gata). Além disso, ela disso pro Nick que gostaria de romper com a parceria entre ambos, mas definitivamente ele não aceitará um não de quem quer que seja, prevejo desastres, pelo menos ela tem um xerife e um advogado caso precise.

E por fim o melhor, Bates Motel tem dessas, sempre termina com um final de tirar o fôlego. Depois de saber que a Cody havia contado a história dos apagões pra Emma e após perder a chance de dirigir o Norman foi tirar satisfações. Ocorre que a Cody não estava sozinha em casa (o pai dela estava lá) e o cara não estava pra brincadeira. Não sei o tipo de relação que eles tinham, mas não era de pai e filha (talvez isso seja explorado no próximo episódio). Após tentar agredir a filha e de deferir um soco no Norman que, quando tentava se defender acabou empurrando acidentalmente o futuro sogro escada a baixo, no melhor estilo Nazaré Tedesco. Pelo que eu vi nas promos vem coisas boas por ai, mas manterei meus spoilers comigo.

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário