quinta-feira, 17 de abril de 2014

[Crítica] Bates Motel - 2x07: Presumed Innocent


Tem algo errado comigo, e você sabe o que é.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Estamos a três episódios da Season Finale, então as coisas realmente começaram a pegar fogo. Por um lado isso é muito bom, por outro nem tanto, a série só tem dez episódios, os dez deveriam pegar fogo, não era o que estava acontecendo, normalmente a série vem começando morna e terminando com um final de de deixar qualquer um sem respirar. Não quero dizer com isso que a série está ruim, longe disso, continua sendo uma das melhores, tem ótima interpretação, ótimo texto, é umas das melhores. 

As coisas, basicamente, retomam de onde terminaram e quem achou que o Norman e a  Cody esconderiam o corpo, (tipo eu) cometeram um grande engano, não tinha mesmo porque ocultar o cadáver, afinal de contas fora um acidente. Porém, nem todos pensaram assim, logo agora que as coisas começaram a entrar nos trilhos, principalmente em relação a rodovia, a Norma se ver envolvida em mais uma polêmica. A cidade é pequena, ter o filho envolvido em algo assim pode complicar os planos dela. Mas essa não foi sua preocupação, ao contrário do que o filho pensava a Norma sempre soube que ele teve apagões e ela sabe exatamente o que acontece quando os apagões vem.

Ainda sobre o cargo no conselho da cidade, ele vei cheio de acessórios úteis, mas também trouxe alguns problemas com ele, ela já começou a ser questionada sobre como o conseguiu (e dizer que foi pedindo, não vai convencer ninguém) sorte dela foi o Romero aparecer no momento exato. Outra coisa que vale ressaltar é o trabalho da "delegada" (estava assim na legenda) não sei o que a moveu, se perspicácia, desconfiança, vontade de mostrar serviço. Mas desde que começou a realizar a "perícia" no Norman ele sempre foi além do devido. Ácida nas respostas, um pouco insubmissa, gostei dela.


Quem também andou conspirando o episódio todo foi o Zane (o chefe idiota do Dylan) sério, como assim, do nada o cara parece ter criado um cérebro? Não me convenceu esse papo de que ele sabia do plano da irmã, que o Dylan estava ali vigiando ele e que tudo bem. Ele não tem capacidade mental pra chegar (nem com a ajuda de alguém) a essa conclusão. E a maior prova do que estou falando é que ele terminou o episódio fazendo cagada. O plano secreto dele era na verdade destruir uma das bases do Nick Ford, sim, ele é idiota o bastante pra não perceber que isso é uma bola de neve. Não terá fim, como o Dylan já o havia alertado, porém, não foi muito esperto da parte dele expor seu ponto de vista logo ali, onde, claramente, ele era minoria. O bom é que tal atitude encera a parceria dos dois, (e eu paro de me estressar com a estupidez daquele cara) mas ao que parece, pela promo, novas parcerias serão formadas, não se sabe de quem o Nick está atrás, mas o Dylan poderá ser a ponte para isso acontecer.

A Emma, que parece ter deixado os seus dramas um pouco de lado nessa temporada, está sendo super fofa, (amo ela, fato) e está se esforçando para ajudar a família Bates a conseguir um equilíbrio. ( o garoto da Cannabis não deu as caras também) Além de procurar a Norma e tentar acalmá-la, Emma foi atrás do Dylan, embora não tenha conseguido nada com os dois ela teve algum êxito com o Norman (até que enfim eles parecem retomar a relação, gostava da parceria dos dois). Em suma, ela foi uma das únicas que realmente acreditaram nele, que o ocorrido havia sido mesmo um acidente. Pelo menos ela não estará entre as suas possíveis vitimas, creio eu.

Mas não julguem a Norma por não ter acreditado no filho. Ela tem todo o direito de desconfiar do dele. Lembram que ela não só sabe dos apagões como sabe exatamente o que acontece quando eles vem? Então, basicamente, acredito na teoria de que o Norman matou o pai dele durante um desses apagões e que a Norma sabe disso, por esse motivo tenta protegê-lo a todo custo, em razão disso também o instruiu a não contar sobre eles a polícia. Vale pontuar que, nesse episódio, o George teve a sua maior chance de ser notado até agora, o Romero é que não gostou muito disso, mas quem realmente deixou claro que não gosta do pretendente dela foi o Norman, o ciúme dele chega a níveis altíssimos e é mais do que o ciúme de um filho, em alguma medida o Norman também quer que a mãe pertença só a ele. Acho que ele acredita que ela é pura e casta e que qualquer relação que ela possa ter feriria isso. Um quer proteger o outro de forma errada, no fundo é só isso.



E finamente a última cena, que sempre é bombástica, nunca acreditei que a Brandley tinha matado a professora e quando a "delegada" estava colhendo o material do Norman eu já sabia que aquilo não seria em vão. Ocorre que ao lançar o material genético dele no sistema ele se coadunou com o do sêmen até então não identificado que foi encontrado no corpo da Miss Watson o que nos leva a conclusão de que vem chumbo grosso por ai, já que além do Romero, que quer pegar o culpado, o Ford também seguirá essa nova pista sobre o provável assassino da filha, posso esta errado, mas acho que ele tentara usar o Dylan nesse plano .

Ps:
  • Cody, que foi inserida na série para ajudar o Norman a desenvolver os blackouts, deu adeus aos Bates, não sentiremos a falta dela, mas eu gostei da despedida, foi verdadeira. (Ligar, mandar mensagem, eu me conheço, eu não vou fazer isso, nesse exato momento ela me conquistou). Ah! Foi ela que o incentivou a colocar a mãe contra a parede e perguntar sobre os apagões.
  • Alguém mais anda sentindo falta do Caleb? Sério, ele era um dos plots mais promissores dessa temporada e se foi assim, do nada, depois daquela briga com o Norman, que sim, é uma das melhores cenas até agora. Acho que ele deve voltar, nem que seja pra um confronto final, pois nós merecemos saber com quem está a verdade, ele ou Norma.
2X08 PROMO:

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário