sexta-feira, 21 de março de 2014

[Crítica] The Tomorrow People - 1x16: Superhero


I'm hero. I'm superhero.

Review:
(Spoilers abaixo)

Não tenho como começar a review sem falar na nova ''estratégia'' da CW. Como todos sabem, a emissora remanejou The Tomorrow People para às segundas. Como esse não é um bom dia para a audiência, os fãs logo ficaram alarmados, afinal, isso é mais um fator para o cancelamento da série. TTP até conseguiu manter sua audiência sólida e isso é um ponto positivo, mas o que realmente é importante é a demo e nesse quesito, a série registrou apenas 0.4. Torçam para o renovamento ou para um Series Finale fechado, pois ''Series Season Finale'' é o que não falta nesse mundo de seriados.

O foco principal de Superhero foi na Vermelha Vingativa, uma super-heroína que estava caçando os bandidos da cidade. A Ultra logo foi encarregada de capturá-la, e Steph descobriu que Russell a conhecia de outros carnavais. Mas ao irem até a VV, descobriram que ela não era Talia, mas sim Malory. Essa explicou que o personagem VV é ''interpretado'' por vários personagens, em vários lugares do país. Ela fez um convite, e Steph e Russell partiram com ela para defender a população. Quem nunca quis ser um super-herói (ou heroína) quando criança que atire a primeira pedra!

As caras e bocas de Steph e Russ durante a ''missão'' foram hilárias, sempre quando eles estão juntos, eu consigo superar um pouco minha antipatia pelo Russell. E não é que o Steph está ficando mais especializado no ramo da investigação? Quando ele estava interrogando aquele cara para tentar saber mais sobre a VV, percebi que ele estava mais seguro de si - ele fez até piada sobre o jeito esquentadinho da Hillary. Se ele continuar assim, vai longe! E que clichê isso que eu falei, né?

E claro que eu não deixaria passar o momento pelo qual todos os shippers de Steph e Hillary estávamos esperando: o primeiro beijo dele. A química sempre esteve ali, escondida. Mas foi só aqui que descobrirmos que a Hillary não é tão durona como demonstra - e ela tem motivos de sobra para ser assim. Sem dúvidas, mais uma heroína do destino trágico que muitos inocentes têm. Só fiquei bolado por não terem mostrado a reunião particular dos dois depois do expediente na Ultra. Mostraram da Cara e do John, acho mais que digno termos um da Hillary e do Steph.

Outra surpresa foi o fato de que Jed será papai! Agora ele vai provar do próprio veneno, se a criança nascer com poderes igual à Morgan. E essa gravidez também tirou ela da disputa pelo coração de John, né? Afinal, ela realmente ama o Jed. Agora, a briga fica só por conta dos #TeamCara e #TeamAstrid, que não apareceu essa semana para marcar território. Ainda seguindo o lado romântico do episódio, tivemos a despedida de Talia e Russell. Será que ela volta algum dia? Aguardaremos.

E por fim, mas não menos importante, Stephen achou o corpo do pai, o que foi digno, pois pensei que isso só ia acontecer na Season Finale. Frente à frente com Jed, Steph terá a chance de rasgar o véu da viúva e, enfim, poder sair da Ultra (?), já que conseguiu seu objetivo. Espero ansiosamente o 1x17 e torço para que role treta familiar e shirtless da Hillary com o Steph /brinks. Ou não. Até lá!

 
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário