quarta-feira, 26 de março de 2014

[Crítica] Reign - 1x15: The Darkness


"The darkness is coming, and it will take us all."

Review:
(Spoilers Abaixo)

Reign está se preparando para dar início a sua reta final e, desde a semana passada, tem investido em uma trama mais sobrenatural. Obviamente não quero que essa série vire uma The Vampire Diaries de época, mas, de bem abordado, esse plot pode render boas e assustadoras tramas. Sem contas as milhões de reviravoltas possíveis. Já espero que seja uma pessoa por debaixo daquela roupa de monstro. Enfim, o importante é que os roteiristas estão tentando introduzir algo novo e que tem a ver com o tom que a série tem apresentado até agora.

O grande problema - ou talvez não - é que essa trama da escuridão tem se aproximado perigosamente dos Caminhantes Brancos de Game of Thrones. Acredito que o roteiro começará a desenvolver melhor essa parte da história, mostrando um pouco mais sobre os costumes e rituais pagãos. Por enquanto, pouco foi aproveitado sobre as pessoas que moram na floresta e espero que o roteiro os aprofunde. Provavelmente irá render cenas assustadoras a respeito de sacrifício. E essa trama está intimamente ligada com o fato do Bash continuar na série, já que ele passará a caçar a "escuridão" para recuperar o seu novo interesse amoroso. O cara não tem mesmo sorte no amor!

O principal plot dessa semana foi o desenvolvimento em torno da psicopatia do Henri. O rei está ficando maluco e não tem vergonha de mostrar. Começou contratando uma prostituta e introduzindo a bissexualidade à Kenna - para que o currículo de amante dela fique mais completo. E, logo depois, a amante aparece morta e roxa. Esse é um trabalho para Catherine, que tem um bom histórico em desovar corpos e eliminar problemas na corte. Poderiam ter explorado um pouco mais essa interação entre a Rainha e a Ex-Amanda do Rei. Por enquanto está tudo muito solto. Espero por uma conversa sincera, onde o sambe reine absoluto.

É surpreendente como o tom da história passou de engraçado para tenso. Se na semana passada a Kenna estava se fazendo de virgem e os reis estavam brincando de morto muito louco, essa semana as coisas foram tratadas com a seriedade habitual. Não poderia ser para menos, não é verdade? O rei está matando prostitutas. Só fico imaginando o que será da Kenna nas próximas semanas. Ela relevância na trama se baseia no acordo que ela mantém com o rei de conseguir um pretendente rico. A história poderia ter explorado outros episódios hilários em torno disso antes de enlouquecer o Henri.

Do outro lado da história, Mary tem seguido um caminho perigoso. Reign apresentou uma coisa rara no mundo das séries: Uma protagonista realmente interessante. Mas, na tentativa de destacar um triângulo amoroso, os roteiristas podem muito bem ter dado um tiro no próprio pé. Mary perdeu a sua força de antes, principalmente depois de tantas decisões contraditórias em tão pouco tempo. Muito desnecessário! Até mesmo o casamento pode ser visto como um ponto negativo da história. Aconteceu cedo demais. E agora a Mary se limitou em esconder um segredo do seu marido e perdeu a sua voz ativa. Sinto falta da sua atitude ousada na primeira metade da temporada.

Apesar de não retratar fielmente a história real da Mary, a série segue sim a sua história como plano de fundo - tendo coisas dos quais não poderão fugir. Uma das coisas foi o casamento, e a outra é a morte do Francis. O roteiro já introduziu essa dificuldade em filhos para dar tempo para o protagonista, já que ele morrerá antes de ter filhos com a Mary. E isso já deveria ter acontecido. Enfim, esse episódio ficou um pouco abaixo do que sempre espero da série. Tomara que se recupere nas próximas semanas e que os roteiristas consigam voltar a apresentar uma série de tirar o fôlego - mesmo presos em um contexto histórico.

Por último, quero destacar o destaque no relacionamento entre a Greer e o Leith. Atualmente representam o casal mais fofo da série. Sem contar que a Greer é uma espécie em extinção na corte: Virgem. Foi uma pena ver que o Leith irá se afastar e sinceramente não sei o que esperar daqui para frente. Quem viu as fotos promocionais dos próximos episódios sabe que a Greer terá um pouco mais de destaque do que habitual, então espero que os roteiristas tenham reservado uma trama interessante para a personagem, e que o seu noivo acrescente de forma significativa à trama.

Agora o aviso esperto! Não há ninguém para assumir essa série no MMA, então eu conto com a ajuda de vocês. Caso haja interesse de assumir as reviews semanais aqui no blog, basta mandar uma crítica de um episódio recente para o meu e-mail (nefferson_2@hotmail.com). Vale lembrar que buscamos por textos de caráter crítico e meros resumos do episódio não serão considerados. Boa sorte!

Muito amor por esses dois.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário