quarta-feira, 26 de março de 2014

[Crítica] Les Revenants - 1ª Temporada


Status: Renovada
Duração:
60 minutos
Nº de episódios:
8 episódios
Exibição:
2012
Emissora: Canal+

Crítica:

O passado decidiu ressurgir.

Quem nunca ouviu falar de Les Revenants? Na época do seu lançamento, o programa recebeu um enorme foco do público nas redes sociais e sites especializados. Tudo isso porque a série realmente apresenta um assunto novo e interessante. Alguém falou remake? Sim. Nessa MidSeason, estreou uma série chamada Ressurrection, que conta basicamente a mesma história que essa série francesa. Apesar de ser baseada em um livro, fica evidente a falta de criatividade e a tentativa de fazer sucesso na trama iniciada pela série francesa. E o pior é que a nova série da ABC tem registrado excelentes números para a emissora, e deve facilmente ganhar mais um ano.

Na história, em uma pequena cidade de montanha, algumas pessoas mortas reaparecem, aparentemente vivas e normais: Camille - uma adolescente vítima de acidente numa estrada há quatro anos atrás; Simon - noivo que se suicida; "Victor" - um garotinho que foi assassinado por ladrões; e Serge, um serial killer. Eles tentam continuar suas vidas de onde as deixaram enquanto fenômenos estranhos acontecem, dentre eles: recorrentes quedas de energia e o nível de água do reservatório da cidade misteriosamente diminui. Com o passar do tempo, os personagens vão descobrir que não é nada fácil voltar a ser quem e, talvez, que isso nem seja possível.

O título da série, traduzindo literalmente, significa Eles Voltaram. Isso realmente resume a temática da série em duas palavras. Não há o conceito de “zumbis” aqui como há no recente In the Flesh. Os mortos retornam nas mesmas condições antes de sua morte e sem qualquer motivo aparente. Mas não cometa o erro de assistir buscando por respostas, porque poucas vocês terão. O enredo te envolve em um casulo de acontecimentos e revela poucas coisas, mas sempre o suficiente para nos manter interessados.

Eu gostei da maioria dos personagens, ainda que mais de uns e menos de outros. O meu favorito absoluto é o Victor. Ele é o mais enigmático dos que retornaram. Apesar de geralmente não gostar de crianças, ele me conquistou logo no começo. Talvez seja o seu comportamento, que não é comum para alguém de sua idade. O importante é que ele não fala muito e tem uma relação muito fofa com a Julie, pessoa que ele considera como uma espécie de guardiã. Essa relação de mãe e filho é uma das mais interessantes de acompanhar. E o mais legal é que ela cresce e se desenvolve com o passar dessa temporada.

Porém, nem tudo são flores. Muitas pessoas dizem que essa primeira temporada foi maravilhosa, mas eu realmente esperava mais dos últimos episódios. O enredo equilibrava bem as informações liberadas com os novos elementos sobrenaturais apresentados pela série. Porém, nos dois últimos episódios, fomos bombardeados com revelações chocantes e sem sentido, mas nenhuma explicação foi dada. De repente, já somos apresentados à “marcha dos mortos” e não temos qualquer ideia do que esteja acontecendo. E é exatamente assim que a série acaba, deixando-nos com a cara na poeira e esperando pelo segundo ano. É tanta loucura que eu me pergunto como os roteiristas irão explicar tudo isso.

Enfim, são apenas oito episódios com uma hora de duração cada. Dá para acabar em apenas um dia se vocês realmente tiverem dedicação. É uma série super gostosa de assistir, com personagens reais e dramas válidos. As últimas cenas de cada episódio sempre despertam nossa curiosidade em assistir ao próximo. É uma abordagem interessante e original para um tema que é tanto explorado. Afinal, todas as produções de zumbis estão tratando de vida após a morte, mas sempre da mesma forma. Aqui não temos mortos querendo comer ninguém, mas apenas tentando voltar a ocupar o lugar de antes, tanto em espaço quanto no coração daqueles em que viviam.

E você gostaria de ver a segunda temporada de Les Revenants na grade do blog? Infelizmente todos no meu mundo estão muito ocupados, então, a oportunidade fica com você. Se quiser assumir as críticas semanais da série, basta mandar uma crítica de qualquer episódio dessa série para avaliação no meu e-mail: nefferson_2@hotmail.com. Boa sorte! 
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário