quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

[Crítica] Teen Wolf - 3x20: Echo House

Deixe-me entrar.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Todo fandom tem seus méritos, mas a cada semana que passa, sinto que estamos no topo da lista dos mais guerreiros. Já passamos pelo alfa Peter, caçadores mais assustadores que lobisomens, Kanimas que simplesmente vingam as pessoas e Darachs, que assombram nossos sonhos (molhados ou não) até hoje. Não que esses vilões tenham destruído nossas vidas, mas nesse vai e vem, sempre sofremos perdas irreparáveis. Às vezes perdemos a nossa pressão cardíaca. Ás vezes perdemos nossa concentração para realizar outras atividades tipo estudar. Mas e agora, que estamos prestes a perder um personagem insubstituível? Já era de se esperar que não estivéssemos inteiros até aqui.

Porém, a segunda metade da terceira temporada tem mostrado muitos episódios que fogem um pouco do seu propósito. Os dois primeiros, como já mencionei em outras reviews, foram uma espécie de fillers necessários para que a série pudesse evoluir  enquanto passava as pequenas informações que seriam desenvolvidas mais tarde. Os episódios que seguiram esta ideia não pouparam nenhum fã com problemas respiratórios, mas com a exibição de Echo House, a fase enérgica obsessiva deu uma pausa. Espero que eu consiga explicar a diferença entre gostar de um episódio e avaliá-lo de acordo com sua proposta.

Uma das coisas que devemos colocar em evidência é a persistência da série em fazer Stiles lutar contra o Nogitsune. Já tínhamos visto isso muitas vezes, e com o final de Letharia Vulpina, tudo indicava que o plot tomaria um rumo. Bem, não foi isso que aconteceu. Echo House tem uma composição bastante similar aos episódios anteriores, mostrando um Stiles vulnerável e relutante quanto a sua condição, no momento em que deveria mostrar a loucura de final de temporada que nos prometeram meses atrás. Isso significa que o episódio foi ruim? Absolutamente não. Teen Wolf não tem episódio ruim, doa a quem doer. Mas definitivamente estamos lidando com um episódio de transição tão divertido quanto deveria ser.
 
Depois de ser envenenado por Deaton, Stiles consegue tomar o controle de seu corpo e decide se internar na clínica psiquiátrica da cidade. Lá, além de seus velhos pesadelos, ele encontra Malia, a Werecoyote dos primeiros episódios que parecia estar tirando umas férias bizarras naquele lugar. Eles conseguiram estabelecer uma química imediata desde a cena em que brigam (quer dizer, em que ela bate nele) até o momento em que as coisas precisaram esquentar para fazer tudo valer. Trancados ali, sozinhos, e sendo dopados todos os dias, não lhes restou nada a fazer se não descobrir o sexo.

Não me levem a mal, eu não costumo me interessar por este tipo de trama, mas é da virgindade do senhor Stilinski que estamos falando. Uma virgindade que vem sendo avaliada e destacada desde a primeira temporada. Uma virgindade que terminou assim, de repente, sem espera, exatamente como os pais dizem para não fazermos. Em outras séries isso teria se transformado numa verdadeira baixaria, mas em Teen Wolf foi tudo tão fofo que eu fico com raiva de mim mesmo por ter gostado tanto. Apesar de tudo, Malia provou ser a pessoa certa para uma descoberta. Nada de Lydia que prefere ficar com qualquer um (lagartos que a humilham e alfas assassinos) ao invés de dar uma chance pro pobrezinho. Então Stydias, me desculpem, mas Stalia que eu mal conheço já considero pakas.

Longe do drama adolescente sobre perder a virgindade, Stiles estava tentando chegar ao porão para descobrir se era mesmo o local onde pensou estar quando desapareceu naquela noite. Alguns empecilhos foram encontrados pelo caminho, mas no geral, tudo deu certo. Quer dizer, ele e Malia conseguiram chegar ao porão, conseguiram encontrar o corpo do Nogitsune numa parede, o que explica porque ele é conectado àquele lugar. Mas assim que as respostas chegaram, Stiles perdeu a guerra. O Nogitsune usou um dos pacientes para fazer Malia de refém e conseguir completar a possessão.

Perceberam agora que toda aquela minha ladainha do começo faz sentido? Eles só mudaram a ambientação do episódio, mas a história seguiu como já havia seguido. Stiles doente, Stiles lutando contra a possessão, Stiles vendo alguém que ama se machucar, Stiles perdendo a batalha. Então, meu caro Jeff, podemos continuar? Já possuíram o coitado mesmo, agora completa esse caso demoníaco. Vira a cabeça dele a 360º, coloca voz de criança gripada sociopata, ou sei lá, faz ele levitar, porque daí a gente já inventa uma raposa do ar, hahaha! Brincadeira gente, nunca vou desejar essas coisas pro Stiles. Porque se ele sofre, eu também sofro. Imagina o que aconteceria se ele morresse? Bem, é melhor continuarmos.
A outra metade do episódio foi dedicada a busca dos protagonistas por um pergaminho ostentação que poderia ajuda-los a exorcizar um Nogitsune. Já que o Stiles estava preso em American Horror Story: Asylum, a ação ficou por conta inteiramente desta trama. Scott apanhou, Kira apanhou, Allison apanhou, Scott apanhou de novo, depois o Scott apanhou mais uma vez e foi lacrado pela concorrência até que chegou a hora da grande vitória. Pra quem não entendeu, basta saber que o pergaminho estava no dedo de prata do Katashi-Sensei e que eles precisavam lutar contra o seu guarda-costas lobisomem para conseguir.

Eu sinceramente não entendo que tipo de Alfa é o Scott. Ele se tornou Alfa pela bondade, lealdade e seu caráter, mas perdeu pra um BETA com o dobro do seu tamanho. Todos vimos a Kali sambado na cara do Derek, então tamanho não é documento quando se trata de poder. Mas cara, que tipo de Alfa pode perder pra um beta? Se não fossem os gêmeos maravilha o cara teria feito picadinho de Mascott. Mas enfim, são apenas detalhes e riscos do ofício.

Agora que o pergaminho parou nas mãos das pessoas certas, só resta seguir a receita. O único jeito de salvar alguém de um Nogitsune é mudando seu corpo. E como se muda o corpo de alguém? Fazendo plástica? Crescendo normalmente? Introduzindo um filho? Nenhuma das alternativas. Mas acertou quem disse que o provável significado desta metáfora é transformar um hospedeiro em um lobisomem. Estou fazendo piada com isso porque, vocês sabem, se eu começar a me lamentar pelo Stiles derramado é provável que eu precise de terapia no futuro. Até porque, eu sou o tipo de fã que vai gostar de qualquer tipo de Stiles que apareça. Stiles humano, Stiles Nogitsune, Stiles Lobisomem… Pra mim tanto faz. Só espero que consigam salvá-lo para ele ter uma chance e que o povo dessa cidade comece a ter o costume de sobreviver

Lose Your Mind:

- Baixou o Kill Bill na Kira-Sensei, literalmente! Achei super O-Ren Ishii todos aqueles movimentos de espada e olhos repuxados. Enfim, entendedores entenderão.

- Chris e Derek presos por assassinato? Esse Stlinskitsune não pode fazer isso, pessoal =\

- Seja bem vinda de volta, Morrell! Mais uma temporada com a gente e você ganha o primeiro contrato regular da sua vida, certeza.

- A Vovó que arrancou o dedo do Peter voltou. E sim, ela é uma caçadora desalmada, como os Argent costumavam ser. Algo me diz que a participação dela na temporada ainda não terminou…


PS: Para quem não sabe, sou administrador da Beacon Fails High School, uma página no Facebook voltada a Teen Wolf para Humor, notícias e entretenimento. Vocês podem acessar a página clicando aqui ou na imagem abaixo:
https://www.facebook.com/BeaconFailsHigh
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário