sábado, 8 de fevereiro de 2014

[Crítica] Ravenswood - 1x09: Along Came a Spider


Agora a moda é trocar sua alma pela de alguém.

Review:
(Spoilers abaixo)

Estamos com um pé na Season Finale. O próximo episódio será o último dessa temporada e por isso, começamos a ter algumas respostas em Along Came a Spider. Como já é de costume, Rochelle foi presa no começo do episódio, e Luke e Olívia conversaram sobre o que Springer disse - sobre Dillon estar envolvido no lance da faca. Depois de algum tempo desaparecido, Dillon deu as caras e como eu disse na review anterior, ele conseguiu enrolar Livy e ela acreditou que ele estava em um retiro da Igreja. Aham, senta lá!

Eu disse que esperaria que ela não fosse enrolada por ele (e a promo me deu esperança), mas vamos combinar que era previsível ele conseguir, né? Mas Luke pelo menos tem cérebro, e não acreditou nele. O que foi aquela cena dele descobrindo que a irmã já fez o ''nheco-nheco'' (Kath diva!) e contando para Remy, indignado por ela ter perdido a virgindade primeiro que ele? Mas é como Remy mesmo disse: Livy é quatro minutos mais velha - e eu pensando que o Luke veio primeiro que a irmã. E outra: Remy e Luke namoram há séculos, então como nunca rolou nada, gENTEM? Mas não vamos entrar no quisito ''virgindade'', porque é muito melhor não ter transado do que dormir com o inimigo. Literalmente.

Depois da conversa com Luke, Remy até o hospital e tentou arrancar informações de Springer. Como o garoto resolveu não colaborar, Remy publicou no jornal, indícios que dão a entender que o pai dele foi preso injustamente. Isso causou uma briga entre Remy e o pai, resultando na demissão da menina. Ele ficou muito nervosinho, não? Eu nunca gostei dele mesmo, não desconfiaria se ele estivesse envolvido no lance do pacto - o que deve acontecer, de fato. Mas vamos ver pelo lado positivo: agora que seu pai tem a chance de sair da cadeia, Springer deve abrir a boca e contar toda a verdade aos garotos.

Já Calebinho começou a estudar e depois de uma conversa com o sr. Prince, ficou desconfiado sobre uma capelinha no cemitério - que Ray não deixa ninguém entrar - e com a ajuda de Miranda, invadiu o local. Morri de rir na parte que a Miranda surtou por conta da aranha e quando a coitada tava contando sobre sua segunda família adotiva, mas o Caleb nem ligou. Na capela, eles descobriram que somente o sobrenome de Caleb estava entre os seis presentes no pacto. Então, porque Remy, Mirandinha, Luke e Livy estão marcados para morrer se os seus sobrenomes não estavam no meio daquela budesca? E mais: Sanders - sobrenome de Dillon - estava na lista.

Caleb e Miranda repassaram a informação à Livy, enquanto Luke foi atrás do cunhado para tirar satisfações com ele. Dillon jogou a merda no ventilador e disse que ele poupou a própria vida ao dar a de Livy para o King do Pacto. Ele até deu a entender que Luke pode fazer o mesmo com outra pessoa se quiser. Agora eu me pergunto: quem trocou sua vida pela de Miranda, Luke e Remy? E como faz pra fazer isso? Necessito saber para certas trocas, existe tanta gente desnecessária no mundo rs. E cadê a mini Alison? A garotinha estava andando pela city, mas sumiu.

Luke tentou, mais uma vez, alertar a irmã sobre Dillon, mas Livy continuou acreditando no seu boy. Ah, e vocês viram que o Luke ficou com um arranhão no pescoço? Pode ser viagem minha, mas será que alucinações com espíritos ou algo tipo pode acontecer por isso? Já titio Collins foi flagrado por Remy durante uma conversa com Dillon e fugiu quando percebeu a presença da garota. Ah, e o espírito daquele garoto que já apareceu no quarto de Caleb, apareceu nessa semana para Remy. O quê será que ele quer? Só nós resta esperar a legenda do 1x10 e ver se o mistério desse carinha é revelado. Além disso, teremos Hanna mais uma vez na cidade. Vejam a promo:

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário