sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

[Crítica] Glee - 5x09: Frenemies


Não venha chover na minha parada. 

Review:
(Spoilers Abaixo)

Alô, alô, vocês sabem quem sou eu? Inês Brasil? Erraram feio, erraram rude. Pois é, gente, acabei voltando para o lugar de que nunca deveria ter saído, né? Glee voltou desse hiatus - demorado e necessário - e me trouxe junto. Bom pra mim, ruim pros inimigos, certo? Aliás, falando em inimigos, que episódio foi esse, meu Brasil? Estou no chão, banhado no hidratante e todas essas expressões super heterossexuais que forem possíveis pensar. Já vou começar minha volta ao MMA sendo bem polêmico, esse já é de longe o melhor episódio da temporada. Primeira vez que realmente vi Glee sendo Glee nessa season.

Mas antes de discorrer sobre o episódio, que tal aquela atualizada básica nas notícias da série? Já viram que definiram as músicas que vão ser apresentadas/reapresentadas no já super aguardado episódio 100? Se não viram, cliquem aqui. Além do mais, a série já está renovada pra mais uma temporada que será completamente focada nos alunos já formados (amei isso), e depois do já citado episódio 100, essa mudança de foco de núcleos irá ocorrer. Porém, essa sexta temporada será a última. Mas eu ainda acho que pode rolar uma sétima temporada ou um spin-off, Glee ainda é um dos maiores sucessos comerciais da Fox, convenhamos.

Agora sim, vamos falar do Frenemies em si. Digamos que, assim, esse episódio foi perfeito em tudo. Focar nas adversidades dos personagens é jogada de mestre, sempre gera episódios excelentes e memoráveis. E se tem uma coisa que Titia Murphy sabe fazer quando quer é episódios assim (aprende, Marlene King, aprende). 



Comecemos então por Artie e Tina, só posso fazer uma pergunta: como não amar? Ambos personagens foram incrivelmente sub aproveitados ao longo desses cinco anos de série e mesmo assim, fazem parte (ou deveriam fazer, hm/) dos personagens favoritos de todo mundo. Acho que os dois personagens são quase que o reflexo um do outro, a prova disso é no próprio discurso super fofo que eles fizeram. Só posso dizer que quando Kevin e Jenna recebem destaque, sambam na cara de todos os outros que ainda estão no coral. 

Aliás, quem também brilhou nesse plot foi Sue Sylvester, acho que a personagem nunca esteve tão bem num episódio como nesse. Suas falas foram bem escritas, o timing foi mais que perfeito (cadê os sinônimos de "perfeito", gente? Vou precisar). E olha, que quem lembra das minhas reviews, sabe que não morro de amores pela personagem. 

E não tem como não comentar da delícia que foi Artie e Tina cantando My Lovin’ (You’re Never Gonna Get It), foi excelente. Artie sempre tem uns duetos ótimos, né? Lembro de I Still Standing e Up Up Up com a Quinn, que ouvi por semanas, além dos duetos com a Kitty, né? Que são ótimos também.



Apesar de Tina e Artie brilharem, o episódio foi de Rachel e Santana. Lea e Naya (e Dianna, saudades) são as maiores e melhores descobertas de Glee. Quando elas aparecem em cena, eu já me arrepio todinho. A trama apesar de um pouquinho corrida, conseguiu ser bem orquestrada e não teve como não enlouquecer por Santana e Rachel brigando de novo. 

Adoro quando as duas são amiguinhas e trabalham juntas, mas quando elas brigam, não tem como não adorar. Foi como se estivéssemos vendo a Santana e a Rachel da primeira temporada, e eu amei isso. Foi digno Rachel ir embora, porquê atiçou minha curiosidade pra ver aonde a trama vai ir, e há tempos a série não me deixa curioso com uma trama. Kurt até tentou, apelou pro lado sensato das duas mas não funcionou. Aliás, estou curioso também pra ver a interação entre ele e Santana agora que estão sozinhos no apartamento.

E como não falar dos duetos dessas duas quengas? Gente, tinha tempos que Glee não trazia versões tão bem cantadas e produzidas. Brave e Every Time You Breath foram mais que excelentes. Santana também sambou com Don't Rain On My Parade, ficou óbvio que abaixaram o tom da música (em comparação com o tom pra Lea), mas mesmo assim, ficou ótima. E não, não achei que foi traição de Santana tentar o lugar de substituta, mas Rachel sem drama, não seria Rachel, né? A briga delas no final e Rachel indo embora enquanto a trama do McKinley se resolvia (e Tina, Artie e Blaine cantavam a também excelente Breakaway) partiu mais meu coração do que a morte do Finn. 

Pra fechar, com uma trama mais bobinha, tivemos Kurt e Elliot, que resolveram suas diferenças sobre a banda de um jeito musical e pacífico. Afinal, é assim que esse povo resolve tudo, não é mesmo? Sei lá, achei a trama meio enche-linguiça, e Becky sambou na cara do Blaine dizendo que Kurt tinha achado um boy novo. Confesso que shippei um pouquinho Kurt com o Elliot (mas isso é porquê quero o Blaine pra mim).

No mais, só posso dizer que Glee teve um retorno mais que satisfatório, e aposto que os próximos serão cada vez melhores. Sim, acho que vem coisa muito boa por aí. Agora, fiquem com Santana e Rachel na Performance da Semana (gente, passei mais tempo escolhendo a performance do que escrevendo a review, porque olha, foi difícil escolher só uma).

Performance da Semana - Every Breath You Take (Santana e Rachel)


P.S.
Comentem. E ouçam o album solo da Lea, porque é ótimo.  
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
4 Comentários

Comentário(s)

4 comentários:

  1. Eu realmente estou shippando Kelliot (?), porque acho que eu já enjoei um pouco de Klaine. Sem contar que eu realmente gostei muito do dueto deles nesse episódio, assim como as outras músicas.

    Só tem uma coisa que eu não concordo na songlist do episódio 5x13 que é o fato de Blaine cantar Don't Stop Believin' junto com Rachel, Kurt, Tina, Artie e Will e tirarem a Mercedes. Eu acho que tinha que ser os 5 originais com o professor e não Blaine praticamente substituindo Mercedes, sendo que ela vai estar no episódio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que 5 originais??? esqueceu que o Finn morreu?????

      Excluir
  2. 5 Originais: Rachel, Kurt, Mercedes, Artie e Tina. Finn um pouco depois deles no Pilot, sendo o sexto integrante.

    ResponderExcluir
  3. Nossa... A audiência para Glee, PLL e The Originals está concorrida, pois todas estão sendo exibidas na terça no mesmo horário. Só quero ver em 18 de Março, porque Glee vai exibir o ep 100 e PLL vai estar exibindo a Season Finale (que novamente promete ser chocante, e visto que vazou parte do script e que Alison vai revelar tudo que aconteceu na noite de seu desaparecimento, até acredito).

    ResponderExcluir