sábado, 25 de janeiro de 2014

[Crítica] The Vampire Diaries - 5x11: 500 Years of Solitude


''Oi, sou Elena Gilbert.''

Review:
(Spoilers Abaixo)

GENTE, ME AJUDEM! EU TÔ LARGADO COM ESSE EPISÓDIO! MEU DEUS, O QUE FOI ESSE FINAL? SIM, EU SEI QUE EU TÔ SURTANDO EM PLENA REVIEW, MAS QUEM VIU ESSE EPISÓDIO E NÃO FICOU ASSIM, SE MANIFESTE, PORQUE NÃO VI NINGUÉM. Ok, chega. Desculpem, mas não poderia começar essa review sem essa surtada, porque Years of Solitude foi épico. Ele conseguiu reunir todos os sentimentos que TVD nos mostrou durante esses cinco anos e eu não consegui conter as lágrimas nas cenas da Kath - e não tenho vergonha de admitir.

Pra começar, vamos falar dela?! Nossa VampBitch estava morrendo aos poucos e seus aminimigos se reuniram para comemorar. E foi tão louco que, mesmo eu torça para que Kath se dê bem, ri horrores com eles festejando a morte da vadia e relembrando tudo o que ela fez. Mas eu não estou sozinho no #TeamKathLife e Nadia descobriu um jeito de salvar a mãe. Só que para a magia funcionar, era necessário o sangue de dopplegängers. Nadia, então, sequestrou Matt - esse tá pior que a Elena, né? Já ganhou o título de Isca da série - para chantagear Tef e Eleninha e os atraiu para uma armadilha, onde os Viajantes fizeram a festa com o sangue do casal. Enquanto estavam presos, Stefan aconselhou Elena à não desistir de Damon e apesar de ter gritado ''corno, filho da puta'', eu entendo ele.

Todo mundo sabe que, tanto Stefan como Damon, querem a felicidade dessa cretina. E por falar nela, minha raiva pela Elena só cresceu durante os minutos iniciais. Ela transa com o irmão do namorado e vem fazer draminha e bancar a ciumenta porque o Stefan transou com a Kath? Faça-me o favor, vai ser vadia assim no raio que o parta. Já Damon decidiu torturar Kath, entrando em suas lembranças e modificando-as da maneira mais dolorida possível. Eu sei que vocês irão me mutilar nos comentários, mas eu achei muita canalhice da parte dele jogar o fato de não valer nada, em cima da Kath. Ok, ela tem uma parcela de culpa, mas ele se tornou o que é porque também quis. E de quebra, ele ainda descobriu que Stefan deve ser a cópia destinada à Kath. Não curti, achei ofensivo. Só shippo Steferine como amizade, eles criaram uma aproximação linda e o episódio só confirmou o quanto ela é verdadeira.


E o que falar da Carol essa semana? Que saudades que eu tava dessa versão humorada da VampBarbie. Sofri com ela descobrindo que Bonnie e Jeremy tinham transado. Ao lado de Damon e Kath, Carol foi a responsável por me fazer rir durante o episódio. Enquanto procurava o Matt, a loira deu de cara com Klaus - podem gritar - e se rendeu a atração que sente pelo Original, transando com ele ali mesmo na floresta. Quem não lembrou da quase transa deles no 4x01, quando Klaus ainda estava no corpo do Tyler? Tive que pausar o episódio pra rir quando Matt a questionou por ela ter demorado na mata. Mas como a vida da loira não é fácil, Klaus foi embora ''de vez'' e Tyler está de volta à Mystic Falls - e, pelo que parece, para ficar. E sim, eu quero ForWood.

Sobre os retornos, gostei de todos. Foi ótimo rever Jenna, Vicki - que até hoje torço para que volte a viver - e Alaric, mesmo que só por alguns segundos. Só faltou a Lexi. Dalaric sempre samba né? Só não curti não terem se aprofundado em Mabekah, que foi o único plot decente que o Matt já teve durante toda a série. Sobre a cena Defan, só uma palavra: inesquecível. Por fim, vamos ao melhor do episódio: Kath morrendo por alguns segundos, mas voltando foi vida (desculpem o trocadilho). Não vou entrar nos detalhes sobre a atuação da Nina, porque todos já sabem que eu amo/sou/vivo/respiro essa mulher e a cena entre Elena e Kath foi digna. Por mais que eu deteste a Elena em alguns pontos, tenho que admitir que a Kath já bagunçou muito a vida dela, então nada mais justo que ela ''pedir'' perdão.

Kath pediu que a rival injetasse os soros pra ela morrer de vez e Elesma feliz da vida foi realizar o pedido, mas Kath mandou um beijinho no ombro pra geral e fez o ritual de passagem. Sim, agora Kath habita o corpo da quenga da Elena. Pra quem lê teorias e spoilers da série - como eu -, isso não foi uma surpresa, mas eu não acreditava que eles abordariam isso de verdade. Apesar de destruir toda a redenção que Kath conquistou - o perdão de Nadia e Elena, e o amor de Stefan -, todos sabemos que o desejo dela é ser uma sobrevivente e eu estou ansioso pra ver como ela vai se sair em toda essa mentirada. Fiquem com a promo do 5x12 e espero vocês aqui semana que vem!



Klaus sobre ter beijado Carol:

Foto
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
4 Comentários

Comentário(s)

4 comentários:

  1. ''Klaus sobre ter beijado Carol:'' KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  2. Cara, episódio mais q perfeito.. meu deu muita nostalgia de quando comecei a ver TVD.. A série apesar de sua fase ruim (4ª temporada) tem conseguido se reerguer nesta quinta e essa homenagem à série nesse episódio, foi incrivel..
    me deu saudades de Jenna, Vick, Alarick... E deu saudades dos Originais na série.. Cara, um dos melhores episódios da série, com certeza.. e com uma reviravolta no final, como sempre acontece em TVD.. :D

    ResponderExcluir
  3. episódio sambista. fim

    ResponderExcluir
  4. episódio sambista. fim +2

    ResponderExcluir