sábado, 25 de janeiro de 2014

[Crítica] The Tomorrow People - 1x11: Rumble


Entrar na Ultra é mais difícil que passar no ENEM.

Review:
(Spoilers Abaixo)

E enfim, o episódio que alguns fãs da série esperavam, chegou! O motivo? A participação da Alexa Vega. Vi alguns dizendo que esse episódio foi desnecessário, que Steph não procurou o corpo do pai ou investigou o namorado da mãe, enfim. Eu também concordo com eles nesses motivos citados, porque achar o corpo de Roger parecia o objetivo principal do Steph, mas o episódio não deixou de ter seus méritos por isso.

Rumble se dividiu entre vingança e trapaças, já que um inimigo de Cara estava atrás dela e a Ultra está em um rigoroso processo seletivo para escolher novos agentes. Vamos começar pela Revenge de Julian Masters?! Assim que chegou na cidade, Cara foi ''resgatada'' por ele e sua namorada, Nelly. Eles a treinaram para que ela se tornasse uma Ser ladra, mas no primeiro crime, Cara sentiu pena da vítima e o soltou. Mas ao invés de ir embora como ele disse, o cara atirou em Nelly e acabou matando-a. Julian, óbvio, culpou Cara e desapareceu. Mas como o ano novo chegou, ele decidiu fazer uma visitinha à sua antiga cidade.

Os roteiristas merecem um prêmio por usarem novamente o plot de um inimigo do protagonista, sem fazer a trama parecer repetitiva, pois se com Killian McCrane (inimigo de John, no 1x04) foi bom, com Julian foi infinitivamente melhor. Ele realmente quer acabar com Cara e para ter essa chance, ele chegou a espancar o Russell até deixá-lo em um estado deplorável. Vocês sabem que eu não gosto do personagem, mas realmente tive pena dele e achei a intensidade de violência usada na cena muito alta, não precisava de tudo isso. Mas para quem gosta do personagem, ele se salvou dessa vez, fiquem tranquilos!

Depois dessa tragédia, Cara chutou o balde e foi ao encontro de Julian para enfrentá-lo de vez. Os Seres levaram a pior por um tempo e todos fugiram, exceto Cara. Julian quase soltou fireworks, pensando que se vingaria da nossa tomorrow girl, mas Cara tinha uma arma secreta: Charlotte. A garota estava tendo pesadelos constantes e sempre quando eles aconteciam, todos os Seres do esconderijo sentiam uma forte dor-de-cabeça. Falsos como só eles, todos quiseram a expulsão da menina, que foi defendida por Cara, Morgan e John. Este último a ajudou a centralizar seu poder e Char mostrou a que veio, dando uma sambada nos Seres do Team Julian, que foram capturados pela Ultra. Nem preciso dizer que todos os Seres ficaram aos pés da Char depois disso, né? Cuzões!

Já sobre o plot do processo seletivo da Ultra, Steph, que acredita no melhor das outras pessoas, disse à Jed que Hillary e o outro agente - que passou batido, só serviu pra esse plot e vai dançar em breve -, o ajudaram na missão. Mesmo assim, Jed deixou claro que apenas um vai vencer e com certeza, Hillary vai aproveitar a carta na manga que ela tem, pois descobriu que Astrid, uma mera humana, sabe que Steph é um Tomorrow People. Eu gostei da personagem, creio que ela será uma Bitch daqui pra frente - isso, se durar na série. Já tem gente apostando em um romance entre ela e o Steph. Será que rola?

Por fim, Cara mostrou que não vai desistir de achar Julian, que conheceu uma nova garotinha e prometeu ''ajudá-la''. Será que ela é igual à Char? Só saberemos nos próximos episódios. E o que foi o Tim dizendo pra Cara que ela quer John e Steph ao mesmo tempo? Sofri de rir, porque é a mais pura verdade. Ela é quase uma Elena da vida. Vejam a promo do 1x12, onde Steph vai investigar sobre Peter e até semana que vem!

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:

  1. Alexa Vega chegou sambando na série. Eu torço pra que Stellary aconteça <33

    ResponderExcluir