domingo, 19 de janeiro de 2014

[Crítica] The Tomorrow People - 1x10: The Citadel


Temos um novo líder!

Review:
(Spoilers Abaixo)

Olha quem está de volta! Depois de um bom cliffhanger deixado pelo 1x09, The Tomorrow People teve seu ótimo retorno focado em Citadel, uma concentração da Ultra com os Seres mais fortes e perigosos que já foram capturados. Durante um dos experimentos, Errol conseguiu fugir, com uma mãozinha de um colega - literalmente - e saiu atrás de sua esposa pela cidade. Aliás, esse plot da Citadel foi um dos mais bem criados até agora, não? Eles conseguiram aprofundar bem o Errol, além de lhe dar habilidades desconhecidas por nós.

Mas além de Citadel, temos o plot do pai do Stephen, lembram? E como ele teve pouco tempo com seu pai, só ficou sabendo que precisaria encontrar um tal de Simon Plame e o corpo de Roger, para que este pudesse sair do limbo. Steph tentou descobrir sobre Simon nos arquivos da Ultra, mas acabou sendo denunciado pelo computador Alice. Steph só não se ferrou mais porque Jed informado sobre a fuga de Errol e o mandou para a missão, que acabou perdendo o fugitivo (como sempre). O fato do Errol conseguir empurrar o Steph para fora da sua mente foi bem bolado e nós nunca vimos isso antes. Não é a toa que ele estava preso em Citadel...

Enquanto isso, o namoro de Cara e John piorou mais, já que ela não para de jogar na cara do loiro que ele matou Roger e ficou com ciúmes de ter visto Morgan cortando o cabelo de John. Ele então decidiu contar aos Seres que foi responsável pelo assassinato, provocando a revolta de todos. Um deles, Mike, o enfrentou em nome de quase todos e disse que seria melhor para eles que Cara fosse a líder dos Seres. Iniciou-se uma votação e ela se saiu vencedora. Além da cena ter sido bem criativa, vamos combinar que a Cara é mil vezes melhor que o John na liderança. Ela fez em um episódio, o que John não fez em todos os nove exibidos.

Como a Ultra fez outra tentativa de capturar Errol, os Seres combinaram que Steph iria avisar à Cara para que eles o salvassem. Tudo saiu como planejado e, para não levantar suspeitas e realmente parecer uma emboscada, John deu um tiro no rival - ele deve ter ficado nas nuvens com isso, né? Mas vamos combinar que o Steph levou um tiro pra nada! TODO mundo sabe que o Jed desconfia que ele é agente duplo. Aquela ceninha dele todo contente porque Steph tinha levado um tiro pela organização não me convenceu nem um pouco. Com Errol do lado deles, os Seres resolveram invadir a Citadel para soltar todos os presos no local, mas Jed ''desconfiou'' que eles tinham essa intenção, preparou uma armadilha e dopou Steph para que ele não contasse.

Steph ainda conseguiu avisar à John, mas já era tarde e os Seres foram pegos com a boca na botija. Eles só conseguiram salvar Charllotte, porque Cara, com certeza, lembrou da irmãzinha dela e deixou claro que só sairia dali com a garotinha. Ela acabou sendo surpreendida por Jed e tentou chantageá-lo por ter Morgan com ela, mas Jed não quis saber e matou Errol, que tentou defender as duas. Vocês perceberam que os Seres presos na Citadel tem um companheirismo com seus semelhantes? Vimos isso na cena que o cara deu a mão pro Errol fugir, e nessa, onde ele se sacrificou por Charllotte. Pena que ele morreu, ele seria uma boa integração para a equipe.

Explodindo de raiva, Cara tratou de pegar Morgan, dizendo que a entregaria à Ultra para vingar a morte de Errol. Sorte dela que John interviu, porque pelo pouco tempo que a conhecemos, ela ficaria com a consciência pesada depois. Mas esse é o problema dela, porque se você quer vencer o inimigo, tem que entrar no jogo dele - por mais duro que seja, eu também não apoio isso de matar um inocente. Mas nada impede que eles simulem uma morte, né? Jed se saiu vencedor por enquanto, porque acho que John e Morgan se tornarão um casal mais pra frente e a putaria vai rolar solta. Porque aquele papinho do Jed não gostar mais da Morgan também não me convenceu e se eles ficarem juntos, a relação de Jed e John - que já não é das mais saudáveis -, vai despencar para o ódio mútuo de vez. E é isso que eu quero!

Depois de recuperado, Steph surtou por Jed não confiar nele e disse que já deu várias provas de lealdade. Ele deu esse surtinho por nada, porque vamos combinar que o Steph não sabe mentir porra nenhuma. Jed, como é um bom tio - aham - e finge acreditar nele, deu as informações sobre Simon: ele também era aluno do professor Aldus Crick, e Jed disse que o matou. Ele ainda confidenciou que cremou o corpo de Roger, ou seja, ele não poderá mais voltar do Limbo. Steph repassou as news aos Seres e eles também não acreditaram nessa cremação, prometendo continuar a busca. Alguém aí acreditou no Jed? Ninguém né! Já Marla começou um novo namoro com Peter, e Steph sentiu um forte dor de cabeça na presença dele - similar a que sentiu por causa de Errol. Nem vou me estender nas teorias, porque não o conhecemos. Vamos esperar o próximo episódio. É nós, galero!

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
2 Comentários

Comentário(s)

2 comentários:

  1. Foi um ótimo episódio. só espero que a serie n seja cancelada..

    ResponderExcluir
  2. Anônimo, a série nao vai ser cancelada, a audiência tá instavel. A cancelada dessa fall é Carrie Diaries. TTP deve voltar

    by: Nessy

    ResponderExcluir