quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

[Crítica] Pretty Little Liars - 4x14: Who's In The Box?


Assombradas pelos vivos.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Estamos de volta em um ano totalmente novo, seu bando de mentirosos. Estou ansioso pelo que temos pela frente, mas não estou me referindo exatamente à série em si. Quem acompanhou minhas críticas anteriores, sabe muito bem que Pretty Little Liars não está entre as minhas séries favoritas, mas certamente é um grande prazer vir aqui e comentar sobre ela com vocês. Me sinto muito a vontade para falar sobre a série no meu mundo, sem qualquer pudor. Vocês conseguem entender meus pontos de vista, apresentam os seus próprios, e cada um respeita a opinião do outro.

Então vou logo começando a review alertando que esse episódio foi um dos piores dessa quarta temporada até agora. Depois de meses sem um episódio inédito, eu definitivamente esperava por algo melhor e mais impactante do que a manjada enrolação semanal. Choquem-se, mas nada realmente aconteceu nesse décimo quarto episódio.

Não faço ideia! Eu não sei o que esperar da série daqui para frente. Digo, é muito interessante fazer teorias com vocês, mas os roteiristas são bastante covardes ao apresentar novas "evidências" do nada. Essa semana não foi diferente. Hanna apareceu com um dos diários da Alison. Por que ela o manteve escondido durante tanto tempo? E qual a relevância que ele apresentará dentro da trama? Essa eu provavelmente posso responder: Nenhuma. Aposto que terá mais enrolação pela frente. Todos sabem que a Alison era a maior cobra venenosa daquela cidade, então não era necessário um diário puxado do inferno para vermos sua versão do "Livro do Arraso".

E eu sei que os meus velhos leitores estão com saudades do parágrafo da vergonha, então já devo adiantar que essa semana foi realmente concorrido. Tirando a Hanna, todo o resto foi dispensável (This is real life?). Só vou dar uma colher de chá para a Aria porque ela deu uns pegas no Ezra - que subiu no meu conceito depois de ter se revelado cria das trevas -, mas as outras não terão piedade. O parágrafo da vergonha dessa semana é dividido entre a Emily e a Spencer. Motivos? A Emily só conseguiu ser uma cavala com todos durante a primeira metade do episódio, na segunda, ela voltou a remoer sua pegação com a ex-falecida Alison. Será possível que ela ainda não superou? E a Spencer, que deveria ser a mais inteligente, em nada acrescentou a trama da semana, se resumindo em apoiar a trama desnecessária do seu namorado.

Tenho certeza que todos ficaram surpresos quando a Hanna tomou as rédeas da situação e agilizou um plano, mostrando atitude. Ela sempre é considerada a mais desprovida de inteligência - o que é gera algumas cenas muito engraçadas -, mas essa semana ela sambou na cara das inimigas. Infelizmente, para estragar seu crescimento, ela teve uma DR com o namorado. Foi tudo muito rápido e sem graça. Os roteiristas não têm coragem de terminar logo essa relação, mas têm que mantê-lo longe porque o spin-off está fazendo sucesso. Fico imaginando até onde eles levarão essa relação a distância. Se há uma coisa que aprendemos com o passar dos anos é que uma relação a distância é quase impossível de se manter, principalmente em séries de TV, onde a fila anda, de fato.

Queria deixar por último a melhor parte do episódio, que foi o confronto entre a Mona e o Ezra. Eles falaram pouco e tiveram uma conversa entre códigos, mas ela foi muito poderosa, principalmente as ameaças que pairaram no ar. Fico imaginando se a Mona tem potencial para entrar no time do Gostosão da Praia. Saudades do começo da temporada onde ela formava um quinteto de mentirosas com as outras protagonistas. Estava gostando dessa adição. É uma pena que o roteiro seguiu um caminho diferente. De qualquer forma, Mona é muito mais interessante que as próprias protagonistas juntas. Desculpem-me, mas é a verdade.

Gostosão da Praia RecalcAdo:

- Por que a Mona estava vestida como a Chiquinha do seriado Chaves?

- Que história é essa de fechar Radley de vez? Para onde irá a Mona quando ela tiver outra crise? Ou os próprios espectadores quando surtarem por não aguentarem mais serem enrolados.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:

  1. Creio que uma das coisas que fez com que Pretty Little Liars ficasse mais enrolada ainda, foi a confirmação de mais duas temporadas após o término da terceira. E, sabendo que ele tem mais uma temporada confirmada, fazem com que eles fiquem enrolando cada vez mais. O mais engraçado é que Marlene, a produtora da série, sempre quis que PLL tivesse 7 temporadas, e pelo que andei lendo, ela já está querendo uma sexta temporada. Eu gosto muito da série, mas acho que realmente devia acabar na quinta mesmo, porque os roteiristas vão acabar se perdendo e deixando um final sem muitas respostas e muitas perguntas serão respondidas de forma absurda, assim como o final de Lost.

    ResponderExcluir