quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

[Crítica] The Carrie Diaries - 2x09: Under Pressure


Under Pressure não foi tão bom quanto seu anterior, a verdade é que ele passou longe de ser bom.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Faltando apenas 4 episódios para o fim da temporada, esperávamos ver tramas como as que nos foram apresentadas em The Second Time Around. Houveram erros imperdoáveis no episódio, e por um momento eu vi um retrocesso na série. Tivemos Carrie, Dorrit, Donna, Mouse, Sebastian, Larissa, Harlan e Tom envolvidos em tramas desnecessárias, principalmente a esse ponto da temporada.

Vimos um episódio focando em personagens e esquecendo de outros que foram a peça chave para a construção de toda a trajetória da série até aqui. Chegou a parecer que Walt, Maggie e Samantha nunca existiram. Logo Walt, que no episódio passado teve destaque pelo drama onde acabou por sair de casa e ir morar com Carrie, Maggie que havia finalmente tomado coragem para falar com o pai e acabar de uma vez por todas com Simon, e Samantha, que mesmo não recebendo a atenção necessária nos últimos episódios, foi a grande novidade da temporada. Me pergunto como os roteiristas puderam deixar os três de fora e onde Walt estaria morando agora, já que em nenhum momento ele foi mencionado no episódio.

Podemos entender que ele está com Bennet, mas queríamos ver isso. Queríamos ver o drama de um adolescente gay que foi expulso de casa e está passando por um período negro na sua vida, queríamos ver o namorado dele dando todo o apoio necessário, infelizmente isso não aconteceu em Under Pressure. O foco do episódio foi uma festa dada por Dorrit na ausência do pai, a resolução do relacionamento a distância de Carrie e Sebastian, Mouse e Donna numa aproximação improvável e o acordo pré-nupcial de Larrisa com Harlan, que rendeu alguns momentos engraçados e um discurso feminista. Nada além disso.

A série chegará ao fim junto de sua segunda temporada, ou seja ainda temos 4 episódios até darmos um adeus definitivo a The Carrie Diaries, até lá, é de se esperar que o nível dos episódios chegue ao ápice e nos surpreenda como foi feito em The Second Time Around. É claro que o episódio teve seu lado positivo, mas de um todo foi um episódio negativo para a série. A única continuidade que tivemos foi o fim do namoro a distância entre Kyddshaw, já que Sebastian voltou da Califórnia para ficar. O motivo do retorno foi uma discussão com o pai, contrariando tudo o que aconteceu no episódio passado os dois voltaram a discutir por conta da nova namorada de Garret (pai do garoto).

Fora isso, não tivemos boas tramas. A única novidade é o surgimento de uma amizade entre Donna e Mouse, que acabaram por descobrir que têm algo em comum: a falta de um propósito na vida. Donna que já pegou todos os caras solteiros e bonitos da escola e Mouse que já conseguiu o que queria: entrar para Harvard. Espero que eles desenvolvam a amizade entre as duas, já que a química entre elas foi algo bom no episódio.

Para o primeiro episódio do ano, The Carrie Diaries não foi muito bem e é justamente por isso que não estenderei essa análise, volto em Date Expectations, esperando que este seja infinitamente superior.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário