segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

[Crítica] Avatar: A Lenda de Korra - Livro II: Espíritos


Status: Livro III
Duração: 26 minutos
Nº de episódios: 14 episódios
Exibição: 2013
Emissora: Nickelodeon
Título Original: The Legend of Korra - Book 2: Spirits

"Você sempre terá um lugar especial, no órgão que bombeia o meu sangue".

Crítica:
Spoilers Abaixo!

Como eu encerrei a review do livro I (primeira temporada) da Lenda de Korra falando justamente que o livro II (segunda temporada) conseguia ser bem melhor que o primeiro, por óbvio, eu não conseguiria ficar sem fazer uma review do mesmo, tanto pelo fato dele merecer ser mencionado, como também porque eu quero dividir opiniões com vocês (mesmo que na maioria das vezes vocês apenas leem e não comentam nada).

Quando acabou o Livro I houve bastante questionamentos sobre como seria um livro que tomasse como base o mundo dos espíritos, até porque isso quase não foi abordado na primeira temporada, salvo engano, a Korra só entrou no modo Avatar uma única vez no Livro I. Eu inclusive senti bastante falta disso, mas o Livro II explicou o porquê disso ter acontecido, além de superar todas as minhas expectativas em relação tanto ao modo Avatar quanto ao mundo dos espíritos em si.

E como houve bastante gente reclamando do fato do Livro I ficar centrado na Cidade República. Consequentemente retirando de Avatar uma das suas melhores características: "Mostrar o mundo por meio das viagens do Avatar". No Livro II esse problema foi superado, a Cidade Republica continuou a ter um papel importante na história, porém como coadjuvante. Ocorre que a história de Korra e da Família de Aang se tornaram também essenciais na construção desse segundo ano.


Basicamente a história foi dividida em três planos, com três grupos importantes. No primeiro deles Korra, que por questões de imaturidade acaba trocando o seu mentor/treinador, ou seja, sai Tenzin entra Unalaq. Tio de Korra e que se dispõe a ensiná-la sobre como lhe dar com os espíritos, haja vista o munto estar a beira de um caos espiritual, pois os humanos estão ignorando a relação entre eles e esses seres. Junto com o Unalaq vem a sua família, ou melhor, seus filhos gêmeos (Desna e Eska, que pela personalidade e aparência ocupam lugares cativos nos corações dos fãs). No segundo temos o Tenzin e a sua família, o personagem resolve sair de férias e influenciado por sua mãe (Katara) leva os seus irmãos consigo (um dos plots mais legais de avatar, tanto por nos mostrar um pouco mais sobre os filhos de Aang quanto por podermos conhecer os filhos do Tenzin). E por último ficou a Cidade Republica comandada por Bolin, Mako, Asami Varrick e Lin.

Cada um desses grupos ficou responsável por desenvolver uma parte importante da história sendo que no final todos os núcleos convergiram. Devo dizer que os quatro primeiro episódios tanto da primeira quanto da segunda temporada podem desanimar o telespectador. Como eles partem sempre de uma introdução na história as coisas ocorrem mais lentamente. Mas a partir do momento em que Korra é atacada pelos primos ( Desna e Eska, sim um deles é uma mulher e teve um caso de amor pra lá de hilário com o Bolin, sendo inclusive a frase que inicia essa review dita por ela) e somos levados a dois episódios que se passam no passado, tudo muda. Nunca pensei que conheceria o primeiro Avatar galera, foi incrível.


Enfim, quando Korra retoma o seu estado de consciência procura Tenzin para, com a ajuda dele, tentar impedir que o Unalaq liberte o Vaatu e mergulhe o mundo em um caos espiritual, a partir daqui sem dúvidas o Livro II entra no seu melhor momento, não que os anteriores não tenham sido legais, mas é que a partir de agora o ritmo fica intenso e como não tem a menor possibilidade deu falar sobre tudo vou resumir nos tópicos abaixo:
  • Korra (Raava) e Unalaq (Vaatu) tem a luta mais épica de todos os tempos.
  • Essa luta também envolve os outros personagens centrais da trama.
  • Então Bolin e Mako e os gêmeos protagonizaram momentos marcantes.
  • Jinora a filha de Tenzin simplesmente conquistou o mundo (dos espíritos e o nosso).
  • Tenzin e os irmãos superando os traumas também marcou.
  • O mundo de Avatar mudou completamente agora que a conexão com os antigos avatares foi perdida e que o portal para o mundo dos espíritos foi mantido aberto.
  • Esperando ansiosamente o livro III. Até lá...
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
1 Comentários

Comentário(s)

1 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Só pra avisar que citei o MMA nessa TAG sobre filmes de terror: http://seusterrores.blogspot.com.br/2013/12/tag-filmes-de-terror.html Eu sei que vcs não costumam responder TAGs, mas se vcs se interessarem por essa, fiquem a vontade para responder!

    ResponderExcluir