segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

[Crítica] Reign - 1x08: Fated (Mid-Season Finale)


Um brinde ao sacrifício!

Review:
(Spoilers abaixo)

Reign está de parabéns! Foram oito episódios que mantiveram a fórmula e agradaram muito o público. E, apesar de estreante, é uma das séries mais populares na internet. As tramas são sensacionais e os plots bem aproveitados. O hiato que segue esse episódio será doloroso, mas acalmem-se pois tem a temporada inteira pela frente. Curiosos e ansiosos, todos estamos. Mas e aí, você já decidiu o seu team?

Confesso que não esperava a reviravolta que teve nesse episódio. Eu já não sabia quem shippar, agora sei menos ainda. Culpem os roteiristas que gostam de te dar a felicidade e depois tirá-la sem dó nem piedade. Frary começou o episódio no ritmo do passado, só amores. Entretanto, a vida não é feita de escolhas fáceis. E para os dois futuros reis as escolhas são impostas e devem ser acatadas independente dos desejos pessoais.

Aprofundando na história, a rainha da Inglaterra encontra-se enferma e prestes à morrer. Mary seria a próxima na sucessão ao trono inglês que é almejado pelo rei da França. Logo o desejo de Henry seria casar o mais breve possível Mary e o filho. Porém, tal aliança faria com que Mary fosse obrigada a colocar seu país em guerra já que Elizabeth, a filha bastarda de Ana Bolena com o último rei da inglaterra, não cederia o seu desejo de ser a próxima rainha.

Com a aproximação do casamento Catherine não vê outra saída senão a de contar à Mary o porque da discordância com a união do filho. De imediato Mary não acredita nas profecias do Nostradamus, mas é forçada a acreditar por intermédio da Clarissa. O vidente a avisou que uma das amigas não retornaria para casa e a infeliz foi Aylee. Clarissa envenenou a dama e conseguiu fazer com que Mary renunciasse ao seu casamento e sua aliança com a França.

Aos que achavam que Kenna e o Rei Henry tinham um amor mútuo, eu, já não devemos confiar nessa certeza. Ela, claramente, é só mais uma para ele. Ele deixou bem claro ao dizer que escolhe Diane. E nada pior do que ferir o orgulho de uma mulher. Tendo um trunfo sobre Diane, Kenna não se importou em ir à outra mulher do rei, oferecer as armas e chorar seus lamentos por ser mal amada. Assim que Catherine soube das pretensões de Diane em tornar Bash legítimo ela ameaçou a rival. a expulsou do castelo e a mandou matar Kenna. É, realmente Catherine mostrou quem samba na corte.

Mary abriu mão do amor para salvar Francis, mas quais serão as consequências para si mesma e para o seu povo? Aliás, o futuro não era mesmo promissor ao casal. Tudo o que Nostradamus previu foi infelicidade ao casal. Então, meu conselho aos team Frary é que se acostumem com Mash. Pois tais destinos não podem ser mudados. Só se Clarissa se intrometer. Afinal, porque ela não queria o casamento? E por favor quando vamos descobrir sua identidade?

Até janeiro, meus beijos.
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário