quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

[Crítica] Jogos Famintos


Direção: Jason Friedberg & Aaron Seltzer
Ano: 2013
País: EUA
Duração: 83 minutos
Título original: The Starving Games

Crítica:

Muitas risadas. Metade das calorias.

Eis a mais nova e aguardada paródia dos mesmos criadores de Espartalhões, Super-Heróis: A Liga da Injustiça e Os Vampiros Que Se Mordam. Só que não! Sério, fico imaginando como eles não têm vergonha de colocar seus trabalhos anteriores como referência nos materiais recentes. É como anunciar “Somos os mesmos que fizeram aquela porcaria de filme, não espere muito deste”. E nós já aprendemos há muito tempo que não devemos esperar nada dessas paródias, por isso que enfrentei Jogos Famintos sem a menor expectativa.

A história gira em torno de Kantmiss, uma garota pobre que é selecionada para os Jogos Famintos, onde os competidores terão que matar uns aos outros por comida. A competição não será nada fácil, principalmente porque o seu parceiro não é de grande ajuda. Logo, Kantmiss irá perceber que está prestes a conhecer todo um novo mundo – principalmente depois de ser picada por abelhas e literalmente transmutar. Enfim, só há um jeito de vencer os jogos, e esse jeito é eliminando a competição de qualquer forma necessária.

Alerta surpresa para todos vocês. Até que essa paródia não é tão ruim quanto as lançadas nos últimos tempos. Sim, choquem-se. Talvez seja por causa das minhas baixas expectativas, mas eu realmente consegui me surpreender positivamente com este filme. Mas, claro, não me interpretem mal. Jogos Famintos não é nenhuma maravilha, de fato, só fica um pouco acima do nível das paródias lançadas ultimamente. Porém, como já adiantei, há algumas boas surpresas no filme. A grande questão é: Você está disposto a entrar no jogo?

Não esperem algo no nível de Todo Mundo em Pânico. Essa paródia é tão idiota quanto as outras, mas com algumas piadas melhores. Para ser sincero, não são nem as piadas que são engraçadas, mas sim a liberdade criativa do roteiro. Se estamos em uma paródia, queremos ver um enredo maluco misturando todos os sucessos dos últimos tempos. E esse filme está repleto delas. Ainda que várias delas não funcionem – como o momento Avatar, que poderia ter rendido boas risadas, mas foi apenas decepcionante –, há outras interessantes, como a aparição dos Vingadores.

Como já era esperado, o filme também está repleto de citações à cultura popular atual. O nome mais esperado a ser citado era o da Lady Gaga, considerando que os ricos no futuro se vestem de forma escandalosa. O enredo até estabelece essa relação, mas poderia dar muito mais destaque a isso. Outro momento, mas dessa vez muito bem aproveitado, foi a introdução da Taylor Swift na trama. Ela foi a intérprete da música-tema do primeiro Jogos Vorazes, então sua participação na sátira é uma ótima sacada, assim como a letra alterada de sua música.

Há diversos outros elementos e artistas conhecidos morrendo nos jogos famintos, ainda que a maioria não cause o mesmo efeito que a mórbida Taylor Swift. Obviamente o filme poderia ter se saído muito melhor. Apesar de manter um ritmo ágil, o enredo poderia fazer uma grande mistura de várias histórias ao invés de ficar preso à trama dos Jogos Vorazes. Imaginem um mundo dominados por Lady Gagas robóticas que comandam os Jogos Famintos? Talvez os produtores não tivessem orçamento para isso, mas ideias idiotas não faltam. Sem contar que eles não se preocupam com a qualidade dos efeitos visuais, que são vergonhosos (alguém lembrou do cuecão?).

Não se enganem, o filme ainda é uma enorme palhaçada com meia dúzia de piadas que funcionam. Provavelmente não deve valer o tempo de vocês, mas eu até que gostei. Se vocês odeiam fervorosamente esse estilo, deve passar longe. Mas se você quer se divertir sem o menor compromisso e não tem nada melhor para fazer, bem-vindo aos jogos famintos.


Trailer Legendado:

Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
2 Comentários

Comentário(s)

2 comentários:

  1. Ate senti uma certa vontade de assistir a essa parodia, mas fico com receio que seja tudo menos divertida. Ate :) :).

    ResponderExcluir
  2. Sentindo o cheiro de 'Jogos Famintos 2 - Detergente',kkkkk. Particulamente eu gosto da franquia Scary Movie(exceto o 5,HORRÍVEL PRA CARAMBA,até que a Sharpay mandou bem na atuação,mas isso não salva aquela bosta),só acho que essas comédias já estão saturadas. Por que não apostar em tramas originais cômicas? Precisa mesmo subutilizar tramas já exploradas - e da maneira mais idiota possível?. Poucos filmes se salvam,entre eles Vampires Suck,este e o já citado Scary Movie.

    ResponderExcluir