quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

[Crítica] Grey's Anatomy - 10x10/11: Somebody That I Used To Know / Man On The Moon


O progresso é um monte de fracassos.

Review:
(Spoilers Abaixo)

Estamos quando chegando à primeira metade da décima temporada de Grey's Anatomy. E, apesar de soar repetitivo, devo dizer que não estou satisfeito. O único episódio que eu realmente apreciei este ano foi o novo, Sorry Seems To Be The Hardest Word. O resto foi tudo mediano, com algumas raras situações legais e diversas sem qualquer cabimento. E o mais triste disso tudo é que eu não sinto que estou fazendo um bom trabalho para vocês quanto as minhas críticas. Não só a minha opinião - que tem estado cada vez mais seca -, mas também a minha demora para postar as reviews. Sinto que a série merece mais dedicação, o que é algo que não posso dar atualmente.

Como de costume, vamos começar a falar sobre a relação tensa entre a Mer e a Cristina. Eu estou com um nojo enorme desse plot. Algumas pessoas ficam chateadas porque o seu personagem favorito morreu (leia-se Lexie, na maioria dos casos), mas eu prefiro que eles morram do que se tornarem intragáveis. O grande exemplo disso é a Cristina. Deus! Ela era uma das melhores personagens de toda a série. Sua amizade com a Mer era uma das relações mais bonitas do enredo. E, agora, só porque ela não continuará na série, o roteiro está fazendo questão de destruir tudo o que foi construído nas nove temporadas anteriores. Está tudo indo para o brejo!

E tudo isso para poupar a Cristina do destino comum: a morte. É uma decisão errada! Toda vez que a Cristina aparece em cena, ela me desagrada. E a Shonda cometeu o pior dos pecados nesses dois episódios, relacioná-la com o Shane. Sério mesmo isso? É uma coisa que eu simplesmente não consigo engolir. Ele basicamente é o pior personagem de toda a série - de todos os tempos. Eu não consigo achar nada positivo nele, o que é muito chato. Então sinto como se o respeito que eu tinha pela Cristina está todo sendo sugado este ano. Por isso eu acho que é tão fácil ficar do lado da Meredith nessa história.

Nessa briga, o que mais me irrita é justamente a liberdade que o Shane está ganhando. Ele não respeita mais a linha de interno/atendente. E olha que a Mer é uma das donas do hospital! No começo da série, uma das coisas mais legais era ver que os internos estavam mesmo no final da cadeia alimentar. Porém, atualmente, Shane acha que pode fazer o que bem entender, incluindo gritar com a Mer. Por isso que foi coerente a Meredith ter chamado a atenção da Cristina para este fato. Infelizmente, tornando-se ainda mais detestável, ela levou para o lado pessoal. Como disse, esse plot está sofrível. Sequer gosto de acompanhar as cenas deles.

Agora um núcleo que reconheço ter sido muito duro foi Calzona. Eu reconheço que peguei pesado com a Arizona, já que ela dormiu com a primeira que chegou perto dela. Mas eu entendo que esse é o jeito dela, que ela não consegue ficar "sozinha". Algumas pessoas são assim. O importante é que Callie e Arizona finalmente estão tentando reparar o seu casamento. Eu ainda esperava toda aquela grande conversa emocionante, colocando os pratos limpos. O enredo pulou essa etapa, o que não me agradou, mas aceitei porque gosto delas duas juntas. Mas não consigo deixar de pensar que elas estão tapando essa conversa e que ela eventualmente aparecerá. Por enquanto, elas finalmente levantaram a bandeira branca, o que é suficiente por hora.

Todo o drama envolvendo o pai do Alex é valido, ainda que a parte mais "dramática" ainda esteja por vir. Outro plot que parece perdido no meio da série é o casamento da April. Esse deveria ser o grande momento dela. April finalmente tem uma subtrama relevante - até porque, um casamento sempre coloca os personagens em evidências -, mas não está contribuindo em nada para a evolução da personagem. Ela continua completamente aleatória ao meu gosto. Esse triângulo amoroso entre o Jackson e o paramédico está sendo reciclado desde o ano passado. Eu não me importo, o que quebra toda chance de suspense desse plot. Porém, me importando ou não, semana que vem será da noiva - e também a Winter Finale, com a promessa que os minutos finais nos deixarão morrendo por mais. Será?

Por último, gostaria de avisar para todos que estou abrindo mão das críticas semanais de Grey's Anatomy. Não se preocupem, eu continuarei no comando até encontrar alguém para me substituir. A grande questão eu já disse: não acho que estou fazendo um bom trabalho, seja em relação aos atrasos ou às críticas em si. Então a salvação da série fica nas mãos de vocês! Se alguém se interessar em fazer as reviews semanais da série, basta mandar uma crítica do episódio da semana para o meu e-mail (nefferson_2@hotmail.com), que eu retornarei a todos. Boa sorte!
Compartilhe
  • Share to Facebook
  • Share to Twitter
  • Share to Google+
  • Share to Stumble Upon
  • Share to Evernote
  • Share to Blogger
  • Share to Email
  • Share to Yahoo Messenger
  • More...
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário